O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Vale a pena pagar o custo de se tentar trazer uma pessoa morta de volta a vida?

“Para se conseguir algo é necessário oferecer algo de igual valor em troca. Essa é a lei da troca Equivalente, a lei da Alquimia.”

Relatando…

Edward Elric e Alphonse Elric, são dois jovens alquimistas, irmãos que lutam juntos por um objetivo que podem nunca alcançar, conseguir que seus corpos voltem ao normal.  Pode parecer estranho, mas esse é o resultado por tentarem quebrar uma das principais regras da alquimia, o resultado por tentar trazer de volta sua mãe que havia morrido e os deixado orfãos já que seu pai os abandonara. Com resultado, Alphonse perdeu seu corpo e só não se extinguiu porque teve  sua alma presa a uma armadura, algo que só foi possível depois que Edward sacrificou seu braço para fazê-lo, sendo que já havia perdido sua perna.

Edward em troca de seu braço, não só foi capaz de transmutar a alma de seu irmão em uma armadura, mas também conheceu o portão da Verdade sobre a alquimia, e com isso a habilidade de usar alquimia sem círculos de transmutação. Mas o mais importante é  que aprendeu o porque  é proibido tentar trazer um morto de volta a vida.

Edward foi ajudado por sua vizinha, Pinaco Rockbell, a qual  tratava ele e Alphonse como netos, e de Winry Rockbell,  a amiga de infância de Alponse e Edward, com a qual esse último mantinha uma relação de, digamos, “amor e ódio”, e que é neta de Pinaco. Pinaco e Winry são profissionais em implantes de próteses de metal no lugar de membros do corpo, os chamados auto-mails, e trataram de implantar uma perana e um braço em Edward para substituir seus membros perdidos.

Revigorados e desolados pelo que aconteceu, Alphonse e Edward decidiram nunca mais tentar fazer uma transmutação humana novamente, e cada um prometeu  que trariam de volta ao normal o corpo um do outro.

Início tocante de um drama não? Se não fosse o fato de o baixinho impaciente do Edward e do Bonzinho de seu irmão Al toparem trabalhar pro exército afim de conseguir liberdade e recursos para pesquisar por todo o país uma pedra milagrosa capaz de tornar possível usar alquimia sem obedecer a lei da troca equivalente*, talvez este anime não fosse um shounen.

Já mencionei que eles vão conhecer o coronel Roy Mustang, um alquimista militar galanteador que quer se tornar Führer** e fazer todas as mulheres do exército usarem saia. e sobre A Riza Hawkeye, a bonita subordidnada do coronel Mustang, que… atira muito bem.  E sobre Maes Hughes o simpático comandante da inteligência do exército que adora mostrar fotos de sua filha para todo mundo. E do major Alex louis Armstrong, um alquimista fisiculturista que adora abraçar os outros e fazer poses.

Edward e Alphonse conhecerão estas e outas figuras peculiares em sua jornada, atrás da lendária pedra filosofal, e descobrirão que nem tudo é como parece e terão também que enfrentar criaturas com habilidades além de sua imaginação, além de, descobrirem que existe coisas ainda piores no mundo do que as pelas quais passaram, mas também que existem pessoas que apesar das adversidades não ficam paradas e buscam seu objetivo, seja conseguir seus corpos de volta, seja salvar um país, seja vingar um amigo ou até mesmo enfretar os fantasmas do passado para descobrir a veradeira verdade sobre o mundo. (Comentário infame: T.T foi relamente inspirador não foi?)

Full Metal Alchemist é um shounen, mas que tem muito mais do que boas lutas e provas de amizade, é um anime que tenta passar a mensagem de que independente das adversidades pelas quais passou, passa e  passará,  se deve segir em frente, mas respeitando a vida dos outros e a sua própia.

Sobre a Obra

Full Metal Alchemist ou Hagane no Rekinjutsushi, no idioma original, é um anime de 2003 produzido pelo estúdio Bones (Eureka Seven,  Blood + e Darker Than Black ), inspirado na obra original em mangá de Hiromu Arakawa e dirigida por Seiji Mizushima (Shaman King e Mobile Suit Gundam 00).

Ao longo de seus 51 episódios e da conclusão com o Filme Full Metal Alchemist Conqueror of Shanbala é apresentada uma história que tem como pano de fundo um mundo onde reina a alquimia, uma arte comum na idade média. A alquimia se utiliza de artificios científicos para criar novos objetos apartir de materias já existentes, porém tenta-se utilizar habilidades que se asseelham aos contos sobre magia, e outros conceitos fantáticos. Em Full Metal Alchemist é possível ver a alquimia sendo usada de várias formas, mas  principalmente para uso militar. Misturando conceitos fantásticos e ciência é apresentado um ambiente ideal para um shounen.

O roteiro de Full Metal Alchemist passa por duas etapas importantes, a primeiro segue a clássica história do mangá com certos fillers onde é possivel se ver personagens interessantes porém desprezados pela história principal como a ladra Psyren, que aparece em apenas um episódio. Essa fase embora um pouco mais lenta serve para preparar bem o clima  da série, contando com um roteiro que não perde em qualidade a história do mangá. Durante esse perído que dura cerca de 2 5 episódios é apresentada a história dos irmaões Elric, a  admissão de Edward Elric no exército e com ela o surgimento de seu título de Full Metal pelo qual se tornará famoso ao redor do mundo, a apresentação dos demais personagens importantes da história, como Roy Mustang e Scar, além de, episódios de extrema tristeza. Ela encerra com as primeiros planos dos Homunculus, os principais vilões do anime.

A segunda fase é uma história completamente original, isso devido  a falta de história do mangá na época, o que culmina em um rumo completamente diferente deste. Esta fase é não só a de descobertas, mas também aonde ocorre os principais confrontos e termina num final que não agrada  maioria, o que então tornou quase que necessário o filme que para alguns tornou o final ainda menos tragável e que para outros satisfaz, mas que apesar das críticas é um filme a se lembrar.

O roteiro de Full Metal Alchemist mostra um anime cheio de ação, ficção, drama e superação como um bom shounen deve ser, mas os pontos mais elogiados da obra são a qualidade de animação, a beleza dos ambientes e cenas, e principalmente o cardápio de personagens,  é quase impossível se conhecer os personagens de FMA e não se interessar positiva ou negativamente por eles. Em FMA há um garoto com braço e perna de metal conhecido como um gênio da alquimia, um outro garoto sem corpo que vive em uma armadura, um coronel sagaz e convencido, um comandante engraçado, paizão superprotetor, mas muito perspicaz, um sobrevivente que fará de sua vingança seu sentido de vida, além de, vilões imortais, e esses são só alguns dos personagens desta obra.

O caracter designer é outro ponto que se destaca, e é uma das carcteristicas mais fortes dos animes do estúdio Bones, em algumas horas superior ao da obra original em qualidade, aliás, o anime Full Metal Alchemist é conseiderado por alguns melhor do que a obra original, ou pelo menos era até 2009.

Belos cenários, uma história que agrada muitos, grandes personagens, animação de primeira, tudo isso tinha que ser acompanhado por boas músicas e é. Mais do que isso, os temas de abertura e encerramento estão entre o mais adorados por fãs de anime no mundo todo e não podia ser menos já que conta com uma seleção de bandas e cantores extremamente famosos no Japão, dentre eles Larc~en~ciel , Cool Joke, AsianKug Fu Generation, Nana Kitade e Sowelu.

E por fim a equipe de dublagem é de alto gabarito e faz um trabalho que se iguala ou supera a versão de 2009 (Full Metal ALchemist Botherhood) . Por isso desta vez destaco sete seiyuus  desse grupo de elite da dublagem, lembrando que certos destes não dublaram os personagens em Full Metal Alchemist Brotherhood.

Alphonse Elric foi dublado por ninguém menos que Rie Kugimiya a dubladora da Shana em Shakugan no Shana, da Rizel de Rizelmine, da Taiga de Toradora e da Kagura de Gintama. Edward Elric foi dublado por Romi Park a dubladora de Nana Osaki em Nana, do Taiga Shimizu em Major, da Temari de Naruto e claro da mãe o major Armstrong.   A Winry foi dublada por Megumi Toyoguchi  a Revy de Black Lagoon e a Meg  de Burst Angel. Maes Hughes era dublado por Keiji Fujiwara a voz por trás de Shingo Shouji de Initial D. Roy Mustang foi dublado pelo experiente Toru Ohkawa, que também dublou Ieyasu Tokugawa em Sengoku Basara e Death Scythe em Soul Eater. Riza Hawkeye recebeu a voz de Michiko Neya, que também dublou Melissa Mao em Full Metal Panic. E por último o antipático Scar foi dublado por Ryotaro Okiayu  que foi a voz de Hisashi Mitsui em Slam Dunk.

Opinando…

Primeiro, devo dizer que pensei que não ia chegar até aqui, caramba, espero que quem chegou aqui tenha gostado do que leu a cima. E então… Full Metal Alchemist não é meu anime favorito, mas com certeza está perto do topo da lista, apesar de eu achar que o Full Metal Alchemist Brotherhood supera esta série, sem dúvida ela me marcou bem mais que a versão recente, vi ela quase que no começo da minha identificação como viciado em animação japonesa e pode ter certeza que ela adiantou o processo (Porbe de mim, tão inocente naquela época). Uma história incrível, personagens incríveis e a mostra de que mesmo com um roteiro se distanciando da obra original é possível fazer algo de altíssima qualidade.

Não tem como dizer que Full Metal Alchemist é ruim, pode-se chingar o final, pode-se esbravejar injúrias sobre os fillers entre a história pincipal, mas o conjunto da obra é daquele tipo que recebe 10 em todos os quesitos de juizes de qualquer coisa que seja. Sem dúvida um anime imperdível para um fã de animação.

E no Brasil…

Esse anime é famoso e muito por aqui, 11 em cada 10 fãs de anime Brasileiros já ouviram falar de FMA, e ouviu falar bem. Mesmo assim, com essa multidão de fãs a versão tupiniquin do anime não embarcou. Qual o motivo?

Simplesmente uma merda de adaptação, com cortes e edições juntas ao trabalho de dublagem que no é o pior da Alámo, mais é ruim de doer os ouvidos. E não tem nem aquela desculpa de não ter passado na TV aberta, pois passou sim na Rede TV e passou com um status de obra que viria para retomar a história consagrada dos animes na TV aberta, mas que não conseguiu nem mais sucesso de Viewtiful Joe. Grande Papelão! E olha que nem isso é capaz de abalar a credibilidade da obra entre os fãs Brasileiros. Existe apenas um ponto bom na série ter sido licensiada no Brasil, os DVD’s são de qualidade e tem a opção de dublagem original.

*Lei da troca equivalente – É o principío básico da alquimia, que diz que para se obter algo é preciso se ofecer algo de igual valor em troca.

**Führer – Líder em Alemão, representa o cargo mais alto do exército no anime.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: