O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Jotaro e seu poderoso Star Platinum!

“ZA WARUDO!”

Relatando…

Jojo’s Bizarre Adventure (originalmente Jojo no Kimyou na Bouken) é uma série de 13 OVAs baseada na terceira parte do mangá homônimo de Hirohiko Araki e produzida pelo estúdio A.P.P.P. (o mesmo de Golden Boy e Tenchi Muyo! GXP). Dio Brando, um vampiro que esteve confinado em um caixão por cerca de 100 anos, desperta de seu sono e com seu despertar traz a súbita aparição de Stands pelo mundo. Coincidentemente Holly Joestar Kujo, mãe de Jotaro Kujo manifesta um Stand que a deixa doente e pouco a pouco vai tirando sua vida, de forma que sua única salvação é a morte de Dio. Sabendo disso, Jotaro  ruma para o Egito ao lado de Joseph Joestar (seu avô), Mohammad Avdol, Noriaki Kakyoin e Jean Pierre Polnareff, à procura do maligno Dio que almeja dominar o mundo e torná-lo um lugar perfeito para si e seus seguidores.

Infelizmente, quem começa a assistir a série de OVAs de 1993 (os 6 primeiros) não sabe desses detalhes e fica meio perdido. Infelizmente a série é assim mesmo, oferece poucas explicações, como se a mesma tivesse sido direcionada apenas àqueles que já conheciam a história do mangá. Por sorte, em 2001, foram lançados mais 7 OVAs, que explicaram vários acontecimentos para aqueles que ainda não estavam devidamente familiarizados com o universo de Jojo. Os Stands, por exemplo, são manifestações espirituais semi-físicas, um tipo de poder sobrenatural pertencente aos Stand Users. Nesta parte da história (a terceira de sete) os Stands tem seus nomes baseados em cartas de Tarot e referências musicais.

Opinando…

Jojo é um legítimo shounen, recheado de porrada e com um vampiro macho como vilão. O mangá é um prato cheio pra quem gosta de shounen/seinen, e atualmente encontra-se na sétima parte da história (chamada Stell Ball Run) contando com seus mais de 100 volumes! Esta terceira parte que virou anime (chamada Stardust Crusaders) é composta por apenas 16 volumes do mangá (12 ao 28). E a animação, como era de se esperar, corta muita coisa do enredo, mas nem por isso vem a ser capenga. A primeira vez que assiti Jojo foi quando eu tinha 11 anos, achei um saco. É o tipo de história que exige maturidade do espectador para ter seu significado plenamente compreendido, tal qual Hokuto no Ken.

Se você se considera um fã de shounen, não morra sem antes assistir/ler Jojo, é um item obrigatório na sua lista!

Curiosidades…

-Pra quem não sabe, Polnareff serviu de inspiração para a SNK criar o Benimaru Nikaido, de The King of Fighters.

Em Heroes, Hiro Nakamura comenta em seu blog duas vezes ser fã de Jojo’s.

Em Clamp in Wonderland, obviamente produzido pelo grupo CLAMP, Jotaro aparece na penúltima cena da abertura. As garotas fundadoras do grupo eram fãs de Jojo’s, e inclusive chegaram a fazer um doujin da terceira parte da história!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: