O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Ga-Rei Zero


“exterminar os que corrompem o mundo humano com a morte é nosso dever como exorcistas”

“Numa luta de vida ou morte entre pessoas que se amam quem perde é quem morre? Ou quem vive? Ga-rei zero é um anime de ação, de batalhas sangrentas, mas também de emoções fortes.”

Relatando…

Kagura Tsuchimiya é a jovem herdeira da famosa família de exorcistas Tsuchimiya, uma garota obediente e seu pai sempre exige dela muito mais que uma garota de sua idade pode suportar. Ela é destinada a seguir os costumes e o trabalho de sua família, porém sua vida muda após a morte de sua mãe, pois no enterro desta conhece Yomi Isayama, uma bela jovem de cabelos negros e longos, filha adotiva do líder da família Isayama. Yomi por ter perdido seus pais cedo, mortos por demônios,  ver em Kagura a sim mesma quando mais jovem, então decidi protegê-la.

Como a mãe de Kagura morreu,  a seu marido é passada a responsabilidade de selar o Ga Rei Byakuei, o mais forte dentre os espíritos divinos e que foi selado a séculos pela família Tsuchimiya, dever passado de geração a geração entre os descendentes da família Tsuchimiya. Sendo assim o pai de Kagura acaba por assumir todos os deveres da família e como isso, sem tempo de cuidar da filha, Kagura vai morar com os Isayama.

Kagura começa tímida e com a sua habitual expressão triste, mas Yomi se torna sua irmã mais velha e consegue aos poucos tornar Kagura uma garota mais feliz e mais próxima de uma garota comum. No entanto Yomi também não é uma garota comum, ela trabalha para uma agência secreta de exorcistas subsidiada pelo ministério do meio ambiente. E com o passar dos anos e com o seu amadurecimento. Kagura também entrará para a agência.

Viver como uma estudante e ao mesmo tempo como uma exorcista, além de seguir as tradições de suas famílias serão desafios muito difíceis para as duas, mas nada perto do que está por vir, algo que jogará Yomi e Kagura para lados opostos o que se tornará a base para história de Ga Rei e é esse algo que Ga Rei Zero nos apresentará.

Sobre a obra

Ga Rei Zero é baseado no mangá Ga Rei de Hajime Segawa. O anime foi produzido pelas produtoras Asred (Shuffle! e Overdrive) e AIC Spirits (Girls Bravo, Shangri-la e Strike Witches 2) e dirigida por Ei Aoki (Girls Bravo). A série foi exibida entre outubro e dezembro de 2008 contando com 12 episódios.

A história conta o passado de Kagura e Yomi, personagens do mangá Ga Rei, por isto o Zero no nome. E o roteiro gira basicamente em torno da relação fraterna de Kagura e Yomi e segue até o derradeiro fim desta. Diferente de pessoas comuns, Yomi e Kagura são herdeiras de famosas famílias de exorcista e como tais enfrentam quase que diariamente batalhas com monstros horripilastes e humanos corrompidos e isto afeta diretamente sua relação e seus futuros.

Apesar de o roteiro não parecer grande coisa, se engana quem acha que é uma história simples, pois as reviravoltas na vida das protagonistas bem como suas tentativas de viver uma vida comum fazem do roteiro da série o principal ponto positivo juntamente com as sequências de batalhas entre exorcistas. Outro ponto interessante é que no primeiro episódio da série somos apresentados a personagens que não são importantes para história principal da série, mas que possuem seu impacto.

A arte em si é boa porém não tão destacável, embora o Caracter Designe seja realmente muito bom, mesmo sendo claramente diferente do mangá. Quanto a questão técnica o ponto forte é realmente a animação, em especial das cenas de lutas, com destaque para as batalhas enfrentadas pelas protagonistas.

A música tem seus altos e baixos, mas em geral é boa, o interessante é que o tema de abertura e o de encerramento combinam com a série em geral, mas não combinam tanto com o começo da série quando não se sabe ao certo o destino das personagens, ou pelo menos foi a impressão que tive por não conhecer o mangá na época que vi o anime pela primeira vez.

A dublagem é muito boa e realmente envolve o espectador, destaque para as seiyuus das principais Yomi e Kagura, respectivamente Kaori Mizuhara (Misao Kusakabe em Luck Star e Amano Saki em Kanamemo) e Minori Chihara (Natsume aya em Tenjho Tenge e Yuki Nagato em Suzumiya Haruhi no Yuutsu).

Opinando…

Para começar devo dizer que revi Ga Rei Zero para fazer este post, e dificilmente revejo algum anime, por mais que goste dele. Sou um fã do anime e  também curti muito do pouco que vi do mangá, apesar de que minha personagem favorita no anime é a Yomi e no mangá a Kagura, mas só quem conhece os dois entenderia porque. Ga Rei Zero é uma mostra de que até mesmo um spin off ou parte de um mangá podem render ótimos animes quando a história é realmente boa e foge da idéia de que flashbacks tem que ser o mais curto possível. A série de anime  tem algumas falhas, mas ainda assim é excelente e recomendo para todos que curtam animes de ficção científica e ação, embora tenham momentos em que a série lembre um leve Yuri ou Shoujo, mas não há um episódio em que não se veja sangue jorrando. Por fim eu realmente acho que se você ver a série e tiver oportunidade, deve acompanhar o mangá. Eu realmente torço para que o mangá venha para o Brasil algum dia.

Diferenças do mangá em relação ao anime

Honestamente li muito pouco do mangá mas tem algumas coisas interessantes que diferenciam muito o mangá do anime, primeiro o personagem principal é um adolescente aparentemente comum, mas que possui a habilidade de ver as entidades sobrenaturais bem como os exorcistas e que acaba por se envolver com Kagura e assim se torna um exorcista também. Segundo  a Yomi  aparece no mangá mais com outra estética. Terceiro a kagura não só está mais madura e forte, mas também não usa mais katana e sua personalidade também muda. E por último o mangá deixa totalmente o lado shoujo ou yuri e possui um lado bem mais shounen que o anime.

Anúncios

Comentários em: "Ga-Rei Zero" (10)

  1. Não sei não, mas o mangá não me parece tão legal. Principalmente porque gostei das duas personagens, e no mangá a Kagura não é a principal, vai ser um cara “toscão”, um “Ichigo”. Ela vai servir só como uma “Rukia” pelo que parece.

  2. Eu gostei muito do anime. Foi uma grata surpresa de 2008, um ano fraco e que ficou à sombra do melhor ano da década passada, 2007. O relacionamento das personagens e o seu desfecho são marcantes. Os personagens secundários também são bem interessantes. A batalha final é ótima. E mesmo os episódio shoujo, ou “rumble”, que podem desagradar aos mais sedentos por luta e sangue, são extremamente importantes pois são eles quem dão ao espectador o envolvimento e afinidades necessários com as protagonistas e fazem com que o final seja tão marcante.

  3. Li o mangá, pelo menos o primeiro volume e curti bastante, embora concorde na parte de que o personagem principal do mangá é bem inferior em relação a Kagura, mas não acho que chegue a ser um ichigo, mesmo porque as lutas que se desenrolam são mais relacionadas a Kagura e a Yomi… se eu continuar vira spoiler. Gostei do mangá, gostaria mesmo que fosse lançado por aqui.

  4. diego disse:

    O manga vai ser lancado aki no brasil pela JBC, estou ansioso por isso, adorei o anime .

  5. É isso mesmo, até adicionei a notícia no twitter do blog. Pelo pouco que li do mangá em scanlators achei super bacana.

  6. É, eu vi muita gente comparando o mangá Ga-rei com Bleach, pura besteira. Histórias sobrenaturais em shounens é o que mais há por ai. E nossa, espero que a Jbc não insira girias escrotas, já que o mangá é cheio de piadinhas.

  7. issact disse:

    Obrigado pela indicaçao.
    Bastante interessante a estória apesar de meio exagerado a sexualizaçao/fetichismo das adolescentes.

  8. Miguel Carqueija disse:

    Ga-Rei Zero não é só bom por cenas de luta por exemplo; é dramático, pungente e significativo; sobre este seriado escrevi um artigo para a minha coluna:
    ://portalentretextos.com.br/colunas/anexos-da-realidade/a-historia-comovente-de-tsuchimya-kagura-a-sacerdotisa-branca,248,4243.html

  9. Só pra esclarecer uma coisinha, o mangá é a continuação do animê e é no mangá que a história se desenrola de verdade – e que história, uma das melhores que eu ja li !

  10. De fato o anime é um prequel do mangá o que não mudo o fato de ele ser baseado neste, pensei que tinha deixado isto claro. De qualquer forma muito obrigado pelo comentário, também gosto muito desta série. Estou acompanhando o mangá agora que está sendo lançado aqui, não dá melhor forma possível, mas fazer o quê né?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: