O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Kimi ni Todoke


Um novo mundo surgiu diante de Sawako. Graças a Kazehaya.

“O quanto nossa vida pode se transformar ao recebermos uma chance?”

Relatando…

Kuronuma Sawako é uma colegial, que, por parecer com a personagem principal do filme O Chamado (Ringu, no original japonês), foi apelidada pelos colegas de “Sadako”. Rumores dizem que ela espalha maldições e atrai fantasmas. Por este motivo, é constantemente evitada na escola e não possui amigos. Porém, ao contrário do que as pessoas acreditam, Sawako é uma menina doce e muito tímida. Todos os dias ela se esforça para tentar fazer amigos e cumprimentar os colegas – que sempre paralisam ou saem correndo de medo.

Tudo começa a mudar quando Sawako conhece Kazehaya Shota, um garoto muito popular na escola e que não a discrimina. Quando se encontram no primeiro dia de aula e ele a trata normalmente, Sawako passa a nutrir grande admiração por Shota e planeja um dia ser como ele: “revigorante, brilhante e cercado de amigos” – totalmente o seu oposto.

Antes das férias de verão, sua turma planeja um teste de coragem. Kuronuma decide ir como o fantasma, e fica muito feliz por estar conseguindo assustar os colegas de classe. Porém, quando Kazehaya aparece, resolve ficar junto com ela e não termina o teste. Seus colegas decidem que sua punição será… Adivinhem? Sair com Sawako por uma semana!

Ele recusa imediatamente, por ser uma punição ofensiva a Sawako, e toda a classe se espanta. Ao ver o mal-entendido, Sawako resolve dizer a todos da classe que Kazehaya resolveu ficar com ela na noite passada por ser uma boa pessoa que trata todos bem e que não o entendessem de outra forma. Com tudo resolvido, a classe manda a Sawako um presente de desculpas, entregue por Kazehaya. Neste momento, ele confessa que deseja a encontrar nas férias de verão.

Que surpresas estarão por vir na vida de Sawako? Amizades, rivalidades, romance e muito mais!

E ai? Sobre a obra e opiniões

Kimi ni Todoke é um anime derivado do mangá de mesmo nome, criado por Karuho Shiina e publicado pela Shueisha entre 2006 e 2009, possuindo 10 volumes no formato encadernado. O anime é também de 2009 e sua primeira temporada possui 25 episódios. A segunda temporada começou em Janeiro deste ano e promete ser muito boa. Já estou acompanhando e, quem sabe, futuramente estarei aqui postando minhas impressões! A série possui também um longa em formato live-action, lançado ano passado no Japão e ainda sem tradução para o português pelo que pude ver.

Sobre os personagens, adoro como o Kazehaya conseguiu ver além da timidez de Sawako e aos poucos revelá-la para os demais e até mesmo para o telespectador. De fato, a autora construiu um clássico herói shoujo – charmoso, carinhoso, atencioso e tudo o mais que existe no “príncipe encantado”. Pena que não existem muitos Kazehayas por aí!

Em contrapartida ao romance meloso, temos muita comédia na história, principalmente com a dupla Ayane e Chizuru. Dupla esta que também acolhe Sawako, em uma amizade muito bonita. De fato, é certo dizer que Kimi ni Todoke é um anime que fala não só sobre romance, mas também de amizade, representada em muitos momentos da vida dos personagens.

Para finalizar, Kimi ni Todoke é, em minha opinião, simplesmente um anime L-I-N-D-O com todas as letras. E foi a minha primeira resenha de shoujo, meu estilo preferido! Demorou mas foi logo sobre um que eu amo de paixão, fiquei muito feliz de ter a oportunidade de falar sobre esta história aqui no Anime Portifólio.

Anúncios

Comentários em: "Kimi ni Todoke" (4)

  1. Também sou um grande fã de Kimi ni Todoke, sem dúvida um shoujo emocionante. Minha personagem preferia é a própia Sawako apesar de as vezes seu excesso de inocência me dixar irritado, eu acho ela uma pessoa incrível. Em contrapartida ao que a Nanda chan disse, pena que não há muitas Sawakos por aí, eu adoraria conhecer uma.
    Gosto muito também da akane e da Chizuru e dentr os homens eu acho que Ryu é o mais bacana.

    Ótima resenha Nanda chan!

  2. Tu falou uma coisa que eu realmente esqueci de mencionar: a inocência da Sawako pode ser muito irritanteee! Principalmente quando ela se deixa levar pela Kurumi-chan.

    Que bom que gostou da resenha, Kyon! n.n

  3. # Antes de tudo, parabéns pela resenha! ^^

    Interessante você falar basicamente da 1ª temporada, que segue aquele clima calmo, lento, bem como a Kuronuma é. Confesso que adoro a narrativa “arrastaaada,” que é, às vezes, Kimi ni Todoke. 🙂
    Gosto muito das diversas emoções pelas quais a Kuronuma passa, me identifico com algumas delas.

    A 2ª temporada também traz diversos clichês dos shoujos que a gente conhece (fato que não me incomoda de jeito nenhum ^^). Atualmente, no ep. 05, já tá dando nos nervos esse clima Kuronuma x Kazehaya. São os outros personagens que têm dado mais ritmo e humor ao anime.

    De toda forma, o mais importante é a Kuronuma passar a caminhar com as próprias pernas, confiar mais em si mesma e retirar o Kazehaya do pedestal onde ela o colocou. Por outro lado, o Kazehaya está começando a ver que ele não conhece/entende tanto assim a Kuronuma, como ele pensa.
    Deixei spoilers? Gomen! (-_-)”

    Observação aleatória: eu não consigo parar de imaginar o Fye nas cenas do Kazehaya, até quando ele se irrita…seiyuus fazem isso com a gente… 😄

  4. […] Fonte e mais informações: animeblade.com.br […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: