O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Moshidora


E se uma colegial gestora de um clube de beisebol lê-se “Gestão” de Drucker?


“Que tipo de beisebol você quer que a gente jogue? Nós queremos fazer um Marketing a respeito disso. Porque nós queremos jogar um beisebol que todos queiram ver. Nós começamos com os clientes. Buscamos aquilo que agrega valor ao cliente para, então, começar o nosso beisebol.” 

Relatando

Kawashima Minami é uma colegial que odeia beisebol por causa de um trauma de infância. Sua melhor amiga, Miyata Yuuki, por ter uma saúde muito frágil está hospitalizada e Minami quer tentar ajudá-la a superar esse momento e o que Yuuki mais deseja é ver o time de beisebol do colégio em que ela e Minami estudam e do qual Yuuki era gestora, ir ao Koshien*.  E para realizar esse desejo da Yuuki, ela decidi se tornar uma gestora do time de beisebol,  afim de poder ajudá-lo a ir ao Koshien*.

No intuito de saber mais sobre como gerir um clube de beisebol Minami decidi comprar um livro sobre o assunto, mas por engano acaba comprando o livro “Gestão”  de Peter Drucker**, que é focado em gestão de organizações, principalmente empresas, porém Minami acaba sabendo disso tardiamente e já que havia comprado o livro decidi lê-lo e com este livro ela acaba aprendendo sobre uma “Gestão” que pode ser aplicada a seu favor e daí então ela decidi utilizar o que está no livro para gerir o time de beisebol afim de obter o resultado esperado, levar o time ao Koshien*.

Em Moshidora além de ser apresentado uma história que mistura drama e esporte, você conhecerá um pouco mais sobre Clientes, sobre Marketing, sobre Inovação, resumindo, sobre Gestão. É uma história empolgante e educativa que também pode emocionar.

Sobre a obra

Moshidora, ou Moshi Kōkō Yakyū no Joshi Manager ga Drucker no “Management” o Yondara,  é uma animação baseada em uma light novel homônima escrita por Natsumi Iwasaki e ilustrada por Yukiusagi and Banboo que foi lançada em dezembro de 2009  pela editora Diamondosha. O anime foi produzido pelo estúdio Production IG e dirigido por Hamama Takayuki (Toshokan Sensou e Kemono Souja Erin). A série tem 10 episódios e foi exibida de segunda a sexta no canal NHK às 23h de 25 de abril a 6 de maio.

O enredo conta a históra de Kawashima Minami, uma colegial que odeia beisebol, mas que se torna gestora de um time de beisebol colegial para realizar o desejo de sua amiga que está hospitalizada e que era gestora deste time. O objetivo é levar o time a liga nacional e para isso ela acaba indo atrás de um livro sobre gestão de times de beisebol, mas por engano acaba comprando o livro “Gestão” de Peter Drucker** que é voltado para gestão de empresas,  porém ao ler o livro ela percebe que pode aplicar aquela gestão no time de beisebol. Daí em diante usando os ensinamentos de Drucker**, Minami mudará o time de beisebol para torná-lo capaz de chegar a liga nacional.

Além do plot incomum o anime foi diferente do usual por não ser exibido semanalmente, mas com periodicidade diária, o que fez durar apenas 2 semanas. Ao longo dos 10 episódios nós somos apresentados a um grande grupo de personagens além de Minami e Yuuki, como por exemplo: os jogadores do time de beisebol, a outra gestora do time que a princípio não se dar muito bem com Minami e ao treinador do clube. O ritmo da história é bem trabalhado e apesar de ter somente 10 episódios, não há nenhuma correria e a série parece seguir uma linha de tempo muito adequada ao que se foi feito.

O caracter designer de Chieko Miyakawa combina com a série e nos transmite realmente a idéia que cada personagem quer passar. A animação também não é espetacular, mas combina muito bem com história, mesmo que haja muita utilização de quadros estáticos, a animação sempre está ali quando se faz mais necessária o que também podemos dizer dos efeitos visuais e da iluminação.

A trilha sonora é bem simples, mas combina com perfeição com as diversa cenas ao ponto de realmente passar a idéia de empolgação durante as partidas e de muita emoção durante as cenas mais dramáticas. Ela realmente ajuda muito no fator imersão, o mesmo vale para os efeitos sonoros. O tema de abertura, Yume Note, é interpretado pela cantora Azusa e o tema de encerramento, Daisuki dayo, é interpretado pela cantora Momo.

A dublagem combina bastante com os personagens e é muito boa, destaco as dubladoras de Kawashima Minami e de Miyata Yuuki respectivamente Hikasa Youko (Akiyama Mio em K-ON e Kumashiro Maya em  Seikimatsu Occult Gakuin) e Hanazawa Kana (Amano Touko em Bungaku shoujo, Kurashita Tsukimi em Kuragehime e Gokou Ruri ou Kuroneko em Ore no imouto ga konna ni kawaii wake ganai ).

Opinando

Moshidora pode ser visto com mais um anime rápido e divertido por muitos, mas ele é mais que isso para mim, além de apresentar uma história realmente divertida e instrutiva sim, ele conseguiu me emocionar e pela quinta vez eu choro , mesmo que pouco, ao ver um anime e só por isso até o momento ele é o melhor anime de 2011 que eu vi e eu recomendo muito mesmo a todos. E apesar de exigir um pouco de conhecimento de beisebol para se saber de algumas palavras chaves e regras do esporte, está claro que não é um anime sobre beisebol, é um anime que tem nele beisebol, o foco a meu ver é na interação dos personagens e em como se é utilizado o livro do Drucker**. É um anime que pode sim ser visto por qualquer um e de forma alguma eu diria que ele é um anime restrito a pessoas que já tem algum conhecimento específico sobre o beisebol colegial japonês, aliás não parece ser preciso ter nenhum conhecimento sobre beisebol. Moshidora realmente vale a pena.

Curiosidades

  • Moshidora é abreviação de Moshi Kōkō Yakyū no Joshi Manager ga Drucker no “Management” o Yondara, que traduzido seria algo como: E se uma colegial gestora de um clube de beisebol lê-se “Gestão” de Drucker?
  • A light novel de Natsumi Ieasaki vendeu mais de 2 milhões de exemplares apenas em 2010 e figurou por semanas na lista de Best Sellers no Japão.
  • Além de um anime, a light novel rendeu um mangá que está em publicação na revista seinen Super Jump da editora Shueisha desde janeiro.  E rendeu também um filme live action que estréia em junho de 2o11 e em que a protagonista será interpreta por Maeda Atsuko do grupo AKB48. Para ver o trailer deste filme acessem: http://www.moshidora-movie.jp/trailer/

*Koshien – Famoso estádio Japonês de beisebol, palco da liga colegial nacional de beisebol que é um tornei que reúne os 4 melhores times colegiais de beisebol que disputam pelo título nacional.

**Peter Drucker – Seu nome completo é Peter Ferdnand Drucker. Austriaco nascido em Viena, é considerado o pai da administração moderna. Para mais informações sobre Drucker eu sugiro o link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Peter_Drucker

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: