O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


8 vidas por 8 mortes…

Relatando

Balsa é uma mulher forte que trabalha como guarda-costas e é extremamente hábil com a lança. Em um viagem por nova Yogo acaba presenciando uma travessia pela ponte, porém não uma travessia comum, mas a travessia de um membro da família imperial.  Ela se encanta com a cena que presencia pela primeira vez, mas logo retorna a seu caminho, porém antes que pudesse se distanciar do local um dos bois que levam a carruagem se assusta e derruba o veículo e de dentro deste sai um corpo jovem, provavelmente do segundo príncipe do reino, que cai no rio. Incapazes de ignorar o fato, pois sabem que o fazê-lo os levará  a morte,  vários criados se jogam para tentar salvar o príncipe, mas a correnteza é muito forte. Balsa não se contém, prende sua lança e amarra uma corda em sua cintura, para então se jogar no rio e tentar salvar a criança, no entanto é muito difícil se aproximar do garoto, mas um brilho estranho parece parar o tempo e a movimentação do jovem e com isso Balsa consegue alcançá-lo e no momento que ela toca o garoto, o brilho desaparece e tudo volta ao normal… mal sabia ela que este encontro mudaria sua vida. Horas depois, já em nova Yogo, na hospedaria onde está, Balsa recebe a requisição de sua presença no palácio vinda da 3ª rainha….

Opinando

Sei que novels não estão exatamente dentro do escopo  de mídias que comentamos, mas não tinha como deixar  passar a oportunidade de falar de Moribito, novel lançada recentemente no Brasil pela editora Martins fontes e que deu origem a animação Serei no Moribito de 2007. Estou quase no fim do livro e já posso afirmar que animação é extremamente fiel a este, porém é imprescindível que quem gostou da animação leia a novel e vice e versa. A tradução e adaptação da editora brasileira ficou bem interessante e  de boa qualidade, meus parabéns a editora, no entanto o destaque é realmente a história espetacular de Nahoko Uehashi que já possui 11 volumes ao todo (O anime corresponde apenas ao primeiro volume, que foi lançado recentemente no Brasil). A história se passa em um continente fictício criada por Nahoko e tem como protagonistas a Lanceira e guarda-costas Balsa e o jovem Chagum. Moribito é uma palavra do dialeto fictício criado por Nahoko e significa espírito, faz referência a um espírito, ainda em forma de ovo, que habita Chagum por um tempo. Balsa terá que salvar Chagum e se tornar a tutora do garoto que nasceu nobre, mas não pode usufruir por muito tempo de seu legado real, pois o espírito que mora em seu corpo poderia por em prova toda a história e natureza divina do imperador de Nova Yogo.

O roteiro impressiona, a história segue rápido e de forma agradável, a escrita a é simples e de fácil compreensão, os cenários são descritos de forma rápida, porém é fácil  em sua mente formar a imagem do local,  os personagens são bem desenvolvidos e as cenas espetacularmente narradas. Garanto que quem puder conferir esta novel não irá se arrepender, minhas primeiras, segundas, terceiras e demais impressões não poderiam ser melhores e você, caro leitor deste humilde blog, deve sim adicionar este livro a sua biblioteca pessoal.

Comentários em: "Moribito – Primeiras impressões" (3)

  1. Adorei a animação, mas por enquanto não tenho condições (tempo) de adquirir essa light novel, quem sabe daqui a alguns meses. Se como você disse a animação foi fiel ao original a obra com certeza merece ser lida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: