O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Olá, desta vez farei um tipo de indicação, ou indicações, diferente do convencional. Cada vez mais se aproxima o natal e com isso vem aquela preocupação sobre o que escolher para dar de presente. Por mais que se questione se dar e ganhar presentes é assim tão importante no natal, acho que trocar presentes faz parte sim do espírito natalino. Ficar feliz por receber algo de alguém que goste, dar algo e fazer alguém feliz são coisas especiais que podem acontecer durante todo o ano, mas no natal há sempre um sentido mais especial.

Se você não sabe o que dar de presente no natal para aquele seu amigo otaku, nerd, cinéfilo ou que simplesmente você gosta, então aconselho a dar uma olhada nas dicas abaixo e espero poder ajudar. Todas as dicas são de minha coleção pessoal e com isso garanto a procedência de cada material indicado. Então sem mais delongas confiram a lista abaixo.

BluRays e DVD’s

Maravilhas da 7ª arte

Para quem curte assistir aquele bom filme e que é fã de animação japonesa, ganhar um BluRay ou DVD de um filme legal com certeza seria muito agradável, então que tal conferir alguns dos grandes filmes do estúdio Ghibli,  começando pelo singelo Reino dos gatos (Neko no Ongaeshi) lançado no Brasil pela Europa Filmes, provavelmente um dos contos mais infantis do aclamado estúdio, mas nem por isso pode ser menosprezado. Um detalhe interessante é que o personagem Barão vem de outro filme do mesmo estúdio que infelizmente nunca saiu por aqui, Suspiros do Coração (Mimi wo Sumaseba). A Europa filmes também lançou para alegria de muitos, um dos melhores filmes do estúdio Ghibli, que chegou a ganhar o oscar de melhor animação, claro que falo de A viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no Kamikakushi), uma obra que dispensa apresentações. Já a Playarte nos deu a oportunidade e o prazer de poder ter uma versão nacional de  O Castelo Animado (Howl’s Move Castle) que é mais uma obra magnífica dirigida por Hayao Miyazaki e por falar em Miyazaki, a playarte (esta danadinha) também nos premiou com o primeiro filme do estúdio exibido nos cinemas nacionais, além de ser o primeiro a ser lançado em BluRay também, o divertivo e emocionante Ponyo.

Deixando um pouquinho de lado o Ghibli, esta não seria uma lista completa sem mencionar duas das mais incríveis obras do mestre Satoshi Kon. A primeira, lançado em BluRay e em DVD no Brasil, é Paprika, um dos filmes de animação visualmente mais bonitos já criados e com um roteiro pra lá de interessante. Agora se tem um filme do mestre Satoshi pelo qual sou apaixonado e que me dar um orgulho ter  em minha pratilheira é sem dúvida Tokyo God Fathers, este foi o segundo filme dirigido por Satoshi Kon que conheci (O primeiro foi Perfect Blue) e me encantei. Um lindo conto de Natal que por mais incrível que pareça não é absurdo em ponto algum e é um filme extremamente indicado. Ambos os filmes anteriormente citados foram lançados no brasil pela Sony Pictures.

Mangás e Livros

Leituras de altíssimo Garbo e Elegância

Ler faz bem em vários sentidos, mas em minha opinião os maiores benefícios que uma boa leitura traz são a paz de espírito e a oportunidade de expressarmos sentimentos diversos sem nem mesmo percebermos. Como sabem, sou um grande fã de quadrinhos e particularmente mais ainda de mangás (afinal o blog é sobre Animes e Mangás no é?) e este ano eu tive a oportunidade de ler diversas obras que não conhecia e não foram poucas as que adicionei a minha estante. Dentre elas, duas obras lançadas recentemente pela L&PM Books me encantaram tremendamente. A primeira é de um mangaka que a muito respeito por ter criado magníficas obras, inclusive esta, de apenas um volume, chamada Bouken Shonen (Aventuras de menino). Uma salva de palmas para a editora e um pedido de coração para que tragam outras obras de Mitsuru Adachi, fica como dica o magnífico Cross Game. O outro mangá da editora é de um autor que conheci recentemente e antes mesmo de ter o mangá em mãos, pude assitir um filme baseado nesta obra e adorei a experiência, mas por melhor que seja a adaptação, não chega nem perto do quão espetacular é este mangá de Inio Asano, chamado Solanin. Uma compra mais que obrigatória para todos os fãs de mangás residentes no país e da mesma forma que pedi para que trouxessem outras obras de Adachi, seria muito bom se fosse lançada por aqui a obra Oyasumi PunPun de Asano. Para fechar a lista de quadrinhos, da editora Panini Comics, indico Hoshi no Koe (The Voices of a distant Star) de Makoto Shinkai e Mizu Sahara baseada na animação homônima feita pelo próprio Makoto Shinkai e que conta a história de um amor que ultrapassa qualquer distância.

Não sou tão ligado em livros técnicos, mas quando se trata de  animações e quadrinhos não tem como eu não gostar e principalmente se os livros são tão bem  escritos e me apresentam obras que nem desconfiava que existiam, por isso indico um livro da tão mal falada editora JBC, mas que serve de ótimo material para conhecer mais sobre mangás e também sobre animes, mas com o foco na arte do “desenho solto” que o Japão produz tão bem. Falo do livro do espanhol Alfons Moliné, cujo titulo nem um pouco humilde é O grande livro dos Mangás. Não sei dizer se ele é o grande livro dos mangás, mas é um grande livro sobre esta arte que tanto adoro e foi quem me fez descobrir que em 1988 (Ano de meu nascimento) havia sido lançado no Brasil pela editora Abril o mangá Mai, a garota sensitiva que obviamente tive que correr atás para por em minha estante e como é bom este mangá e como é bom também este grande livro dos mangás. Agora uma dica especial para as garotas, mas que muitos garotos fãs de mangás como eu  também vão gostar, é o livro Shoujo Manga – O Poder da sedução feminina lançada no Brasil pela editora Escala e que aborda por completo, com vários exemplos, tudo que envolve este gênero criado para as mulheres. Por último uma dica que não é sobre mangá nem apenas sobre anime, mas sobre animações em geral e é especial para os Brasileiros, trata-se do livro ANIMAQ – Almanaque de desenhos animados de Paulo Gustavo Pereira que conta como as animações passaram do cinema para a tv e principalmente quais animações passaram nas telinhas nacionais. Animações estas que datam desde os anos 30 até os tempos atuais. Um livro nostálgico ao extremo, que contem alguns errinhos, mas que nem por isso deixa de ser mais uma leitura obrigatória para todos os brasileiros que se dizem fãs de animação. Aliás, vocês sabiam que o primeiro desenho do super-homem é de 1941? Ou que Dom Pixote e Pica-Pau nasceram nos anos 50?

Bem, é isso, espero que tenham gostado das dicas e desde já um ótimo natal para todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: