O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Hikaru no Go


Só pra constar, as pretas parecem está ganhando.

“Um jogo difícil, um anime grande, uma história espetacular! É hora de aprender Go com os espíritos do passado! “

Relatando…

Shindou Hikaru é um jovem que tinha uma vida comum, com gostos comuns e tudo mais, porém ele acaba encontrando um velho tabuleiro de Go (Um famoso jogo  oriental de tabuleiro)  e ver um mancha estranha no mesmo, que é invisível aos demais e por acaso acaba liberando o espírito de Fujawara Sai, um grande jogador de Go da era Feudal. Este espírito fica ligado a Hikaru , que é o único que pode o ver com ele se comunicar, e acaba forçando o garoto a jogar Go para satisfazer seu desejo, mesmo contra a vontade do garoto que imaginava que apenas idosos gostavam deste tipo de jogo. Hikaru começa a mudar de idéia quando frequenta um salão de Go e joga contra um jovem com sua mesma idade, de nome Touya Akira, e mesmo inexperiente consegue derrotar Touya com as instruções de Sai. Touya era um garoto famoso por ser um grande jogador de Go e filho de um dos mestres do Go no Japão, seu futuro como jogador de Go estava certo, mesmo assim ele perdeu para um novato como Hikaru e isso o atormentaria por muito tempo. Aos poucos Hikaru começa a gostar de Go e a jogar sem a ajuda de Sai, mas suas habilidades eram  medíocres perto das de seu espírito mentor e do jovem Touya, que acabou o massacrando em seu segundo encontro durante um torneio escolar, com isso Hikaru via em Touya sua principal meta, enquanto Touya via a imagem de Hikaru o derrotando em seu primeiro encontro, ou melhor, Sai, como seu grande rival. Ao longo dos 75 episódios esses personagens protagonizam um história de amadurecimento, busca pessoal e muitas disputas emocionantes.

Isso é Hikaru no Go, mas talvez vocês não tenham entendido bem o que significa, por isso simplificarei… Hikaru no GO se trata de um anime sobre jogos de Go, batalhas incansáveis em frente a tabuleiros, onde cada jogador precisa por sua alma para alcançar a vitória, onde é preciso treinar exaustivamente para alcançar seus objetivos. Um anime sobre luta, drama, treinamento, rivalidade, amizade, e acima de tudo, paixão além dos limites por aquilo que mais gosta. O tema pode ser um jogo de tabuleiro, mas não se preocupem, a história é frenética a maior parte do tempo. E aí caro leitor! Pronto para encarar esse desafio? Pronto para se tornar mais um dos milhares de fãs dessa obra? Pronto para o Go?

Sobre a obra

Rivais e mentores disputando pelo jogada perfeita…

O anime Hikaru no Go é uma adaptação animada, lançada em 2001, da obra em mangá homônima roteirizada por Yumi Hotta e com desenhos de Takeshi Obata. Ao todo a série possui 75 episódios, porém não cobre por completo todos os 23 volumes do mangá. A produção é do Studio Pierrot e tem como diretores Nishizawa Susumu (Me-gumi no Daigo: Kajiba no Baka Yarou), Endou Tetsuya (Digimon Xros Wars) e Kamiya Jun (The Third: Aoi Hitomi no Shoujo e Blue Seed).

O roteiro foi adaptado para seguir um pouco mais lento devido a produção do anime seguir enquanto o mangá ainda era lançado, além disso, o anime conta apenas parte da história do mangá, embora não termine muito longe do final deste. Devido a essa lentidão é possível acompanhar com mais calma o desenvolvimento dos personagens, o que ajuda bastante o telespectador em sentir empatia pelos mesmos, porém o ponto alto do anime é a adaptação das disputas de Go. Por mais que seja um jogo de tabuleiro, a forma como cada disputa é contada, aliada a arte da série e o uso balanceado de efeitos, torna cada uma delas um espetáculo a parte, principalmente as partidas próximas ao final da série.

O caracter designer da equipe de Motohashi Hideyuki (Fushigi Yuugi e Kami-sama Dolls) se adequou muito bem a obra, o que ajudou ainda mais em dar destaque aos vários personagens a quem somos  apresentados. O quesito mais fraco da série é claramente a animação, que não é feia, mas apresenta falhas e é por vezes mascarada com a utilização de alguns efeitos. Já a música empolga como sempre nas séries do estúdio Pierrot, com destaque para os temas de aberturas e encerramentos, dentre eles a música “Get Over” do grupo Dream que embala a primeira abertura da série.

A equipe de seiyuus é um destaque a parte e merece muitos elogios pelo belo trabalho desempenhado junto neste anime. Destaco os dubladores de Shindou Hikaru e Fujiwara Sai, respectivamente  Kawakami Tomoko (Soi Fong em Bleach e Pink em Jibaku-kun) e Chiba Susumu (Kondou Isao em Gintama e Welkin Gunther em Senjou no Valkyria).

Opinando

Animes como Hikaru no Go tem um estrutura parecida com os clássicos shounens de esporte e animes de artes marciais, porém ganham o telespectador não apenas nas disputas, mas no fundo de realismo que é atribuído a prática do jogo e a densidade como é apresentada a relação de cada personagem sem precisar cair no drama. Talvez seja exagero, mas digo que é uma série que fica no meio entre animes de jogos de azar como Kaiji e Akagi e animes de esporte como Slam Dunk e Major, e consegue neste pequeno espaço se destacar. Provavelmente o ponto mais forte da série é o fato de deixar o espectador com real vontade de praticar Go e as minhas experiências com tal jogo só existiram porque vi este anime. É uma daquelas séries que você começa a ver 2 episódios e  quando percebe já viu até a metade dela e continua com o gostinho de quero mais mesmo depois de tê-la terminado. O roteiro, as disputas, o caracter design, tudo se mistura para criar uma série agradável, empolgante e, acima de tudo, divertida.

Comentários em: "Hikaru no Go" (2)

  1. Escritora disse:

    Muito legal falar deste anime: conheço um pouco e o melhor de tudo, foi falar da série sem cair nos spoilers ou ser pessoal demais em escrever. Espero que fale mais de outros animes que tenha assistido pra indicar aos que ainda tem dúvida em qual animação assistir.

    Sei que os blogs gostam de divulgar outros blogs,mas, aí vejo que esquecem dos sites que tratam de resenhas de animes como o AnimeHaus: conhece? Vale a pena dar uma conferida, principalmente pelo fato das resenhas serem de animes já concluídos em sua maioria e aquelas animações que raramente vemos em sites ou blogs em geral. Não muito pela crítica e sim, pra conhecer a animação em si.

    • Conheço sim o site e apesar de não gostar todas as reviews de lá, também o vejo como uma bela fonte para conhecer novas obras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: