O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


O conselho estudantil da Academia Ousai

“Seitokai Yakuinodmo mostra que uma comédia de esteriótipos ainda pode ser muito divertida”

Antes de começar, gostaria de avisar que esta postagem faz parte do evento “Corrente de Reviews”. Mais informações no final da postagem.

Relatando…

A história começa, quando Takatoshi Tsuda chega na Academia Ousai em seu primeiro dia de aula no colegial. Há um ano a Academia Ousai era uma escola exclusiva para garotas e Tsuda escolheu esta academia, agora mista, por ser próxima a sua casa. Logo ao adentrar na escola, é parado pela presidente do conselho estudantil, Shino Amakusa, devido a forma desleixada como Tsuda estava vestindo seu uniforme. E após ser repreendido pela jovem, conhece mais duas garotas do conselho estudantil, Suzu Hagimura, uma jovem muito que tem complexo de altura devido sua baixa estatura e que além disso, estudava nos Estados Unidos até um ano atrás e possui um Q.I. superior a 180, ela também está no primeiro ano tal como Tsuda. Já a outra garota se chama Aria Shichijou, uma jovem muito bela, com seios fartos e que vem de uma família bastante rica.

Aproveitando-se de seu primeiro encontro com um garoto na academia, Shino decidi tornar Tsuda o novo vice-presidente do conselho estudantil e sem muita opção o garoto aceita. Eis que começa a história de Seitokai Yakuindomo e antes de mais nada é importante citar que tanto Shino quanto Aria tem um compreensão distorcida dos desejos sexuais masculinos, além do que elas próprias adoram falar sobre sexo ou sobre insinuações sexuais, mesmo que as mesmas sejam virgens. Fora isso elas pensam que todos os garotos são completamente pervertidos. As únicas diferenças com relação a este assunto entre Shino e Aria, é que a segunda pega um pouco mais pesado nas insinuações.

Ao redor da série vocês vão acompanhar a vida e as tarefas dos membros deste conselho estudantil um pouco estranho e com toda a certeza irá se divertir com as diversas situações cômicas pelas quais os mesmos passam. Cada personagem feminina da série tem seu esteriótipo, sua piada pronta, sua personalidade clichê e apesar de tudo isto a série consegue se reinventar a cada instante sem cansar o espectador, provando que clichês, estereotipagem e piadas prontas ainda podem gerar  uma série muito gostosa e divertida de se acompanhar.

Sobre a obra

Fiquem espertos nas regras do conselho estudantil da Academia Ousai…

Seitokai Yakuindomo é um anime de julho de 2010, baseada em um mangá shounen homônimo de Tozen Ujie. O anime foi produzido pelo estúdio Go Hands (Princess Lover! e Asa Made Jugyou Chu!) e dirigido por Hiromitsu Kanazawa (Asa Made Jugyou Chu!). Além disso, foram produzidos mais duas séries em OVA, uma com 4 episódios em abril de 2011 e outra com apenas 1 episódio em abril de 2012.

Por não possuir um roteiro elaborado, já que é uma série que se apoia em situações cômicas, o grande forte da história são os diálogos. A obra não se sustenta tanto em cima de apelos visuais e embora hajam insinuações sexuais o tempo todo, o anime não apresenta quase nenhuma cena ecchi. Os diálogos, que sempre geram mal estendidos imperam o tempo todo durante a série, mas é importante falar que nem por isso eles deixam de ser inteligentes e bem embasados.

O Caracter Design é muito conciso e bem elaborado, o que unido aos cenários muito bem desenhados gera uma sensação muito reconfortante para o espectador que após pouco tempo se acostuma com as piadas e algumas vezes até as prevê, no entanto ainda assim as mesmas não perdem a graça, muito embora haja exageros em alguns episódios que pode incomodar aqueles que não estão familiarizados com este tipo de série. A animação não é muito elaborada, mas também não peca, pelo contrário, ela se encaixa perfeitamente com as situações e unindo-se aos efeitos visuais bem trabalhados torna tudo muito mais natural e possivelmente mais divertido.

A trilha sonora da série é um tanto simplória e embora o OST seja interessante não é nada muito marcante. Já as músicas de abertura e encerramento são bem peculiares e podem tanto agradar quanto desagradar o espectador, porém isso não diminui a qualidade da obra. Particularmente gosto muito da abertura “Yamato Nadeshiko Education” do Triple Booking, grupo formado por dubladoras de personagens do anime, mas não gosto do encerramento “Aoi Haru” de Angela.

Por fim a dublagem é excelente, o que torna a série ainda mais interessante. Um destaque para os dubladores dos protagonistas, Tsuda, Shino, Suzu e Aria, respectivamente Shintarou Asuna (Takumu de Accel World, István de Guin Saga, “Watashi” de The Tatami Galaxy), Youko Hikasa (Akiyama Mio de K-ON!, Minami Kawashima de Moshidora e Maya Kumashiro de Seikimatsu Occult Gakuin), Sayuri Yahagi (Kaya Miyoshi de Bakuman e  Mami Izumi de Ga-Rei Zero) e Satomi Satou (Wendy de Fairy Tail, Ritsu Tainaka de K-ON! e Eru Chitanda de Hyouka).

Opinando

Admito que se não fosse a indicação do Anime Taiketsu provavelmente a série ainda estaria em minha fila de espera, já que a coloquei nesta logo após ver o primeiro episódio em julho de 2010 e até então não havia retornado a mesma. Minha primeira impressão da série era de algo somente mediano, mais uma dentre tantas comédias estereotipadas que são produzidas no Japão. E particularmente o exagero de piadas com insinuações sexuais devido a compreensão errada de algumas personagens sobre o assunto me incomodava um pouco. Aceitando então a indicação, revi a série e ao fim de 13 episódios e mais 4 OVA’s posso afirmar que o anime é muito mais do que um emaranhado de piadas forçadas, é uma série divertidíssima, longe de ser minha comédia preferida, mas ainda assim é um ótima comédia. O ponto forte da série são os diálogos e os personagens, os quais após poucos episódios lhe ganham completamente. Minha personagem preferida é a Suzu, com seu complexo relacionado a sua altura e os divertidos Kanas que indicam sua posição quando a câmera está alta demais para focá-la. Também gostei muito do Tsuda, que se mostrou centrado e que conseguiu aturar todas as provocações e mal entendidos de suas senpai. Setokai Yakuindomo deve ser visto como um série para se divertir, sem nada de sério, seus protagonistas e seus personagens secundários estão ali com um único objetivo, conseguir um sorriso ou uma gargalhada dos espectadores e garanto eu que eles são muito bons nisto.

Como já explicado no início deste post, ele faz parte da Corrente de Reviews (clique no link e veja todo os posts) idealizada pelo @didcart, onde os vários blogs participantes indicam uns aos outros, animes ou mangás a serem conhecidos e resenhados em seus blogs. O anime Seitokai Yakuindomo foi indicado pelo blog Anime Teaiketsu (Obrigado!) e agora chegou minha vez de indicar um anime. E a série indicada é Seikai no Monshou, uma divertida aventura espacial que será resenhada pelo blog Xtreme Divider.

Anúncios

Comentários em: "Seitokai Yakuindomo" (2)

  1. Saudações

    Parece que, realmente, o propósito central da Corrente de Reviews foi estabelecido até aqui. Uma das maiores provas, ao meu ver, foi neste post, Evilásio.

    Se bem me recordo, havias enfatizado anteriormente que este anime não estava em sua [lista de pretensão] para ser assistido. Entre idas e vindas, eis o seu blog apresentando uma review deste anime. E isto é sim elogiável…

    Efeito similar por terem me indicado Kaiji para ser resenhado. Em condições mais comuns, acredito que não veria tal anime. Mas me surpreendi positivamente, gostando muito do que vi…

    E seu texto ficou ótimo, amigo Evilásio.

    Até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: