O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Para quem imaginava que essa coluna nunca mais voltaraia, cá estou para provar a vocês duas coisas: Primeiro que estavam errados, pois a coluna Extras de Mangá está de volta. Segundo, que quando falei que a colunas não ia ter periodicidade, estava realmente falando a verdade. Hoje é dia de pensar e repensar sobre um dos Extras de Mangá, que os fãs mais adoram, as famosas páginas coloridas.

Página colorida muito maneira de um mangá que não coleciono.

Página colorida muito maneira de um mangá que não coleciono.

Pode parecer estranho para leitores de quadrinhos ocidentais mais mainstream, porém mangás são compostos prioritariamente de páginas em preto e branco. Assim sendo, páginas coloridas são como um brinde que o autor apresenta aos fãs, algo que funciona muito bem, pois não há coisa que um leitor de mangá goste mais que uma página colorida e quando elas estão no meio das histórias, a felicidade é ainda mais elevada.

Como também coleciono quadrinhos ocidentais, cuja maioria tem a coloração como algo comum e indispensável, fica dificíl não contestar o porque de uma página colorida ser tão idolatrada em um mangá e em geral, fora a questão de ser algo relativamente incomum, não vejo um motivo real para essa idolatração deste tipo de extra, no entanto eu  mesmo me sinto muito feliz quando uma edição de algum mangá que coleciono tem páginas coloridas.

Há algumas dessas páginas que lembro até com certo carinho, como as páginas da edição 19 de Bleach que surgem no momento mais impactante do volume, ou melhor, o momento mais impactante de toda a saga. Também lembro bastante das clássicas páginas coloridas em Evangelion que foram as primeiras a ter na coleção.

Não cabe aqui tentarmos desvendar o que nos faz gostar tanto de páginas coloridas em mangás, mesmo porque a resposta que chegaremos é de que simplesmente elas funcionam como presentes que o desenhista da obra nos entrega e todo mundo gosta de presentes. Só quis com esse texto relembrar um pouco da felicidade que sentimos em tê-las em um quadrinho japonês, mas também que não são elas que fazem um mangá ser bom ou ruim. Enfim, páginas coloridas são legais e devemos continuar torcendo para sempre que possível tê-las, mas uma boa história e uma boa arte valem ainda mais, não é verdade?

Top 3 Nacional – Shonens de batalha

Sem muito papo aqui, mesmo porque não preciso defender um gosto pessoal se ninguém tá me questionando, fiquem abaixo com meu top 3 dos mangás shonens de batalha que já foram publicados por aqui e deixem aí nos comentários o top 3 de vocês.

3º lugar

One Piece

One Piece

2º  lugar

Rurouni Kenshin (Samurai x)

Rurouni Kenshin (Samurai X)

1º lugar

Dragon Ball

Dragon Ball

Chegamos ao final de mais uma edição dessa coluna totalmente despreocupada e completamente sem periodicidade. Até mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: