O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


1006343_554912054557970_145043279_nEra pouco menos de oito da manhã quando cheguei até o local do evento, em meio a uma fila que começava se formar  e um pequeno batalhão de organizadores, fui me identificar para entrar no evento e começar a cobertura, eis que começou meu dia no Anime Master e lhes relatarei como foi através de experiências pessoais e ilustrado com várias das fotos que tirei e que podem ser vistas nos diversos álbuns presentes no facebook deste blog.

Antes do Evento começar

Como já expliquei, cheguei cedo e pude acompanhar a montagem dos detalhes finais do evento, a preparação das salas e estandes, além de cumprimentar alguns conhecidos que foram convidados para certas atividades, como uma entrevista para o  Talk Show ou como membro de alguma sala temática. Claro que vale ressaltar novamente o batalhão de organizadores, sendo alguns amigos de longa data, que desde cedo estavam fazendo o possível para deixar tudo pronto até a hora da entrada do grande público ser liberada.

A primeira coisa que pode chamar atenção das pessoas que não conhecem o local do evento é a divisão espacial, por se tratar de uma universidade, o espaço do local é dividido em alguns setores, sendo que o evento ocupava dois desses. De um lado tínhamos um prédio com diversas salas, um ambiente de convivência e o auditório principal. Do outro a quadra de eventos onde estava montado o grandioso palco principal e a cama elástica, além de comportar a feira de stands. Claro que também haviam outros setores exclusivos para a organização, que não serão comentados aqui.

Deixando o espaço dos shows e outras apresentações e voltando a falar do primeiro  prédio citado, além da parte de convivência onde se encontrava o palco do Talk Show apresentado pelo pessoal do The Geek Café, havia mais dois andares de atrações, o primeiro contemplava as principais salas temáticas, 3 salas de games, um sala sobre Senhor dos Anéis, uma sala sobre The Legend Zelda, uma sala para Star Wars, uma sala para o Animekê, uma sala com exibição de clipes de K-POP e outra com J-ROCK. Já no segundo andar estavam localizados o auditório principal que comportava a Exibição de animes, 1 sala para divulgação de fanzines, desenhistas e outros quadrinistas, 2 salas dedicadas a RPG e Board Games, a sala do MasterSatsu, uma salada de Exibição de Seriados ocidentais, mais uma de vídeos e filmes relacionado a DC Comics e a Marvel, uma sala com seriados japoneses (doramas) e a sala de filmes de terror japoneses.

Ainda antes do evento começar de fato, acompanhei a chegada do público que começou com uma fila modesta iniciada pouco antes da minha chegada ao local do evento e que já se mostrava bastante robusta uma hora antes da entrada ser liberada. Pessoas dos mais diversos tipos se faziam presentes, embora a predominância, como era de se esperar, fosse de adolescentes, até mesmo porque as pessoas que já participam de eventos a mais tempo costumam chegar um pouco mais tarde. Também já era possível perceber a chegada das primeiras pessoas com cosplay e muito embora o sol não estivesse aliviando para ninguém, eles começavam a fazer a festa do grande público.

Aqui vale citar algumas pequenas diferenças entre os eventos de Fortaleza e os do Sudeste, principalmente São Paulo. Enquanto que a ênfase as salas de exibição em São Paulo não é tão grande, as mesmas são uma das atrações principais ainda hoje dos eventos por aqui. Outro detalhe interessante é que por mais que sempre haja alguém com uma plaquinha, diferentemente dos eventos do Sudeste, a moda não pegou tanto, por outro lado é comum ver vários cosplays prontos ou quase prontos antes mesmo da entrada do evento ser liberada para estes, enquanto que no Sudeste é bem  mais comum os mesmos se prepararem dentro do local do evento, tal como os cosplayers mais elaborados, que vão participar de competições, o fazem por aqui.

Entrada liberada! É hora da festa!

Pouco tempo foi necessário para o público começar a preencher cada uma das dependências do evento. Os mais interessados nas exibições logo subirem os dois andares pela rampa de acesso e se posicionaram nas cadeiras das salas de exibição. Uma outra parte começou a conhecer as diversas salas que ofereciam cada qual um tipo de experiência diferente e interessante a seu modo, claro que sempre tem aqueles que já sabem para onde ir, como os interessados em rpg ou nos video games, mas sempre há um tempinho pra conferir o que está acontecendo na sala ao lado.

Agora o público “comum” e os cosplayers começam a dividir o mesmo espaço e é claro que fica inevitável parar a cada instante para uma foto com um ou outro personagem. São tantos piratas, artistas marciais, treinadores pokemon, heróis de jogos, personagens clássicos do cinema de animação e personagens marcantes das animações clássicas para tv, shinigamis, garotas mágicas, vilões e heróis de comics, ninjas, magos, protagonistas de contos infantis e outros um pouco mais maduros, versões diferentes de personagens já conhecidos e aclamados, personagens de animes bastante conhecidos e outros nem tanto. Em sumo, um desfilo de figuras que nos trazem lembrança e que provocam admiração, mas o público “comum” não fica atrás em suas peculiaridades, desde aqueles com o visual mais despojado, aqueles trajando paletós, é uma desfile de nichos diferentes que atraídos por um ou vários gostos em comum, transpõem todas as barreiras do dia a dia e confraternizam com o único e nobre objetivo de se divertir pacificamente e por consequência celebrar a cultura visual.

Salas de exibição

Este slideshow necessita de JavaScript.

Como já foi citado as salas de exibição são alguns dos principais atrativos do evento e embora eu não tenha passado tanto tempo nas exibições do Anime Master, transitei muitas vezes próximo a elas e pude conferir parte do entusiasmo dos presentes. Embora nem todas as salas estivessem cheias, o público presente parecia realmente está satisfeito com a escolha de está naquele local. A única sala na qual me detive por um tempo maior foi a de filmes de terror japoneses, uma das novidades dessa edição do Anime Master, e como fã destes filmes é sempre interessante conferir uma projeção deles junto a outros interessados e observar a reação de cada um a cada cena.

Salas temáticas

Este slideshow necessita de JavaScript.

As salas de RPG e Board Games e as salas de Video Games sempre foram grandes atrações do evento e dessa vez não foi diferente, ambas, principalmente a de Video Game, ficaram cheias o dia todo. Dessa vez o espaço de Fanfics e Desenho ficou em uma sala exclusiva e isso possibilitou uma facilidade maior de  observar com calma o material apresentado, sem falar nas caricaturas feitas na hora que são um sucesso. O Animekê, como sempre, reuniu um grande público e foi uma das salas mais movimentadas que acompanhei, sem falar que é uma das alas mais empolgadas. Tive a oportunidade assistir também parte do concurso de animekê e entre bons e maus cantores a diversão estava garantida, infelizmente como estava com a garganta meio ruim decidi não arriscar nenhuma música desta vez.

Entre as novidades do evento em relação as suas edições anteriores, houveram três salas temáticas. Começando pela sala em homenagem a Senhor do Anéis organizada pelo grupo  TOCA-CE que trouxe um pouco do condado ao evento e possibilitou uma compreensão mais profundas das obra de J. R. R. Tolkien. Novamente não pude participar de nenhuma palestra, mas como conheço o grupo a algum tempo, posso atestar a qualidade das mesmas, fora que a visitação da sala nos momentos que lá estive presente, estava quase sempre em alta. Já a sala em homenagem a The Legend of Zelda organizada pelo grupo Triforce-CE foi outro sucesso, afinal estamos falando de uma das franquias mais famosas e idolatradas dos games. Um destaque especial para a exposição de instrumentos de sopro e para palestra sobre a cronologia de The Legend of Zelda (depois eu postarei aqui um vídeo com o pessoal do grupo Triforce-CE grava no evento e com o intuito de promover o o Zelda Day que ocorrerá em novembro aqui em Fortaleza). Por fim, a sala em homenagem a Star Wars comandada pelo pessoal da Nova Ordem Jedi foi a mais bem ambientada do evento, até areia o pessoal colocou dentro para passar a sensação de estarmos em Tatooine. Além da exposição, a sala também contou com palestras sobre toda a cronologia de Star Wars em todas as suas categorias e mídias (pode ter certeza que é muita coisa) e discussões sobre outros temas.

Talk Show

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outra importante atração do evento foi o Talk Show ao vivo com o pessoal do The Geek Café, provavelmente a atração que mais me dispus a acompanhar. A Primeira entrevista do dia foi com o quadrinista JJ Marreiro e com a galera do Urubutrix, um grupo cearense de animadores. Em seguida, houve um entrevista voltada para o universo de Star Wars. Depois foi hora de falar sobre video game com a galera do Aperte Start e os presidentes da Associação Cearense de Futebol Digital e da Associação Cearense Automobilismo Digital. Na sequencia uma entrevista com os apresentadores do programa UPlay da TV Diário.  E pra finalizar uma entrevista com os dois grandes astros do evento, o cantor Rodrigo Rossi e a cantora Larissa Tassi. Tive o prazer de acompanhar essa última entrevista na íntegra (um vídeo com mais ou menos meia hora de gravação dessa entrevista será disponibilizado a posteriori) e garanto-lhes que não só foi bem interessante para entender melhor o mercado nacional no quesito de adaptações de músicas de anime, como foi bom saber da informação extra-oficial de que a série One Piece deve voltar ano que vem ao Brasil, ao menos adaptações de músicas da série estão sendo feitas, e que também estão sendo adaptadas músicas do anime de Toriko, ambas as informações foram fornecidas pelo cantor Rodrigo Rossi. Sem dúvida essa foi uma das atrações que mais chamou a atenção do público e a minha própria.

Cosplay

Este slideshow necessita de JavaScript.

Não podia deixar de falar dos Cosplays, afinal o que seria de qualquer evento de Cultura Pop de médio ou grande porte sem esse grupo de pessoas que visam viver, nem que seja apenas um pouco, a sensação de está na pele de seus personagens preferidos. Não acompanhei as apresentações principais, mas conferi todo a competição de desfile, além do desfile deles pelo evento. Alguns dos cosplays que mais curti foram, os dos personagens do filme de animação Detona Ralph, uma dupla vestida de equipe Rocket que tinha várias pelúcias de pokemons numa cestinhas, dentre eles um Mew, um grupo de One Piece formado pelo Mr. 3, o Mr. 2 Bon Clay (Bon Chan estava lá ensinando seu tão amado Okama Way) e pelo Buggy em roupas de presidiários, uma menção a uma das sagas da série (minha segunda preferida).

Apresentações

Este slideshow necessita de JavaScript.

Além das apresentações de Cosplay supracitadas, o evento contou com várias outras apresentações no palco principal, o destaque ficou com o concurso de dança no estilo K-POP, uma apresentação teatral que ocorreu antes do desfile de Cosplays e vários shows de bandas. Como esperado, a grande atração do evento foi o show de encerramento dos cantores Rodrigo Rossi e Larissa Tassi, acompanhados pela banda Hattori Hanzo no instrumental. Alguns dos destaques foram os temas de Cavaleiros do Zodíaco, principalmente os temas de Saint Seiya Ômega que os dois cantam juntos (teve gente sentindo falta do Ricardo Cruz e do Edu Falaschi para o quarteto está completo), a Larissa cantando Guerreiras Mágicas, um dos primeiros temas de anime com que trabalhou, e o Rodrigo reiterando informação extra oficial da volta de One Piece e em seguida cantando a versão nacional da música We Are.

Enfim…

1371436_514350375324490_1904637572_n…o evento teve atrações de sobra para todo mundo que foi se divertir. Claro que tem várias outras atividades que não mencionei, até para não se alongar ainda mais, porém ficou claro o empenho da Organização do Evento em prover uma festividade de qualidade e que fosse capaz de divertir o público. Parabenizo todo o Grupo Anime Master, os convidados e também o público do evento que sem dúvida é uma atração a parte.

Antes de encerrar vale ressaltar que vocês podem conseguir outras fotos, vídeos  e links para outras coberturas acessando o evento Anime Master 2013 no facebook e o grupo Anime Master. Além disso, todas as fotos das mais diversas áreas do evento retiradas pela equipe do Anime Portfolio, bem como os futuros vídeos que colocarei no ar, podem ser vistos nos álbuns do Anime Portfolio no facebook.

Que venham os próximos Anime Master e até mais!

Anúncios

Comentários em: "Como foi o Anime Master 2013" (3)

  1. cayo disse:

    Obrigado pelo post li, e vi tudo que ocorreu, a direção agradece o reconhecimento estamos juntos nessas

    Atenciosamente Familia Anime Master.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: