O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Yo! Hoje é dia de mais uma top 5 pessoal e intransferível, mais plenamente copiável.  O top de hoje está repleto de viajantes de outro mundo, pois hoje lhes revelarei meus 5 animes preferidos (até onde lembro) que contam a história de pessoas que foram inadvertidamente levadas a outros mundos, na maioria das vezes (como em todos os casos que citarei) para virar heróis.É importante deixar claro que não estou contando mundos de jogos online, quem sabe no futuro não faço um top desses, mas por hora fiquemos com os viajantes de hoje.

5º Lugar – Marchen Awakens Romance

Aventura, Armas maneiras, magia e o passado não conhecido

Aventura, armas maneiras, magia e um passado desconhecido.

Ano: 2005
Estúdio: SynergySP
Diretor: Okuwaki Masaharu

MÄR é um anime baseado em um mangá homônimo de Nobuyuki Anzai (inclusive prefiro o mangá), o mesmo autor de Flame of Recca e ele tem uma pegada meio infantil, onde tudo se resolve muito rápido. Para quem não conhece a obra, resumidamente ela fala sobre um garoto chamado Ginta que sonhava com um mundo fantástico e era bastante zoado por falar desse mundo pra todos na escola, porém em um certo dia ele acaba sendo levado a este outro mundo, que é chamado de MÄR, e lá viverá grandes aventuras e enfrentará vilões para salvar este lugar, que no passado um outro herói vindo de seu mundo também salvou. A  aventura é divertida e os personagens são bacanas, mas tudo é muito simplório e meio sem explicação, fora que a arte é só razoável e conta com cg’s meio estranhos para representar os monstros guardiões invocados pelas armas especiais que há neste lugar. O anime peca  por ser muito grande e, por este motivo, está cheio de fillers,  tanto que aventura do anime vai muito além do mangá, apesar de tudo isso, fica a indicação, mas vale ressaltar que esse anime não foi completamente traduzida para português por nenhum fansub, então vocês terão que treinar um pouco seu inglês ou japonês se quiserem vê-lo todo.

4º Lugar – Dog Days

Dias de cão

Dias de cão

Ano: 2011
Estúdio: Seven Arcs
Diretor: Kusakawa Keizou

O interessante de Dog Days é que ele tinha tudo para eu não gostar, mas é um anime bem divertido, incluindo por seus torneios que mais parecem olimpíadas do Faustão. A história de Dog Days gira em tono do jovem Cinque Izumi que foi invocado para um mundo de fantasia, onde ele se tornará o herói de um reino em disputa contra o reino vizinho, mas vale deixar claro que essas distputas não geram mortes, embora a derrota diminua a popularidade do reino derrotado e neste lugar ter popularidade é algo muito importante para os reinos. Cinque então vai mostrar todas as suas habilidade conseguidas com anos de treino como ginasta e munido de outras habilidades que ele só pode usar neste mundo se tornará um herói reconhecido por todos neste lugar até o dia de seu retorno. É estranho como um anime tão sem nexo e que praticamente existe em função de mostrar o fanservice moe com garotas com neko mimi (orelhinhas de gato) e similares pode ser tão divertido. Mesmo os que não são tão fãs deste tipo de obra deviam dar uma chance, pois talvez se surpreendam com o quanto essa obra pode lhe divertir, no entanto vale ressaltar que não considero esse anime  nenhuma obra incrível, ele apenas me diverte, tal como MÄR, porém ele tem menos problemas que este.

3º lugar – Mondaiji-tachi ga Isekai kara Kuru Sou Desu yo?

Personagens overpower em um pequeno mundo.

Personagens overpower em um pequeno mundo.

Ano: 2013
Estúdio: Diomedea
Diretor: Kusakawa Keizou

Este anime foi uma das grandes surpresas de 2013 e é um dos animes de “Aventuras em outro mundo” que mais me divertiu e esse eu realmente recomendo tanto pela qualidade técnica, quanto pela história, apenas a arte não é surpreendente, mas é boa. Nessa obra três jovens com habilidades especiais vindas de mundos diferentes são transportados para um mundo fantástico chamado “Pequeno Mundo” e lá eles se tornarão os grandes lutadores de uma guilda sem nome. Cada aventura vai tornando a história mais intrigante e os protagonistas são personagens que aos poucos vamos aprendendo a gostar por motivos diversos.

2º lugar – Guerreiras Mágicas de Rayearth

514125982_10b2281e04_o

Uma das melhores obras da CLAMP

Ano: 1994
Estúdio: Tokyo Movie Shinsha
Diretor: Hirano Toshihiro

Em segundo lugar temos as jovens Guerreiras Mágicas de Rayearth do grupo CLAMP, que até hoje é uma das minhas obras preferidas destas mangakas. O anime conta a história de três garotas de escolas diferentes que estavam visitando a torre de Tóquio no mesmo dia e foram transportadas para o mundo mágico de Rayearth e lá se tornaram as guerreiras mágicas destinadas a salvar aquele mundo da destruição provocada pelo feiticeiro Zagato, que havia “sequestrado” a princesa Esmeralda, a protetora do reino. Tanto a arte, quanto o roteiro me agradam bastante, inclusive gosto muito da segunda temporada da série também. Outra coisa que me agrada bastante  é a trilha sonora do anime e dentre as protagonistas minha preferida é a Umi. E pensar que até robô gigante tem nessa obra.

1º Lugar – El Hazard: The Wanderers

Vamos para terra desconhecida...

Vamos para terra desconhecida…

Ano: 1995
Estúdio: AIC
Diretor: Akiyama Katsuhito

Enfim, o primeiro lugar deste top não podia ser outro senão El Hazard: The Wanderers, a única das 5 séries que acompanhei toda pela tv, no antigo Band Kids apresentado pela bela Renata Sayuri, a Kira. El Hazard narra a história de  um grupo de humanos que foi transportado devido a uma experiência estranha para um mundo completamente diferente do seu, onde está havendo uma guerra entre  dois reinos. El Hazard tem um núcleo do de personagens excelente, um roteiro bem intenso com doses muito boas de comédia e com uma parte técnica razoável. A trilha sonora é outro destaque e  a dublagem nacional também, aliás quem viu esse anime na tv deve lembrar da louca risada do Kazuhito Jinnai, um dos vilões cômicos mais divertidos d e todos os animes. Além desta série, a franquia El Hazard emplacou outros animes e praticamente todos são bem legais, mas nenhum dos outros é tão icônico quanto esse.

Então é isso! Em relação aos animes com a temática “Aventuras em outro mundo”, esse é meu top 5, qual é o seu?

Anúncios

Comentários em: "Este é meu TOP 5 de… Aventuras em outro mundo" (7)

  1. Eu só conheço 3 dessa lista, mas concordo com o 1º lugar!
    Falou em viagem para outro mundo, tem que falar de El Hazard!

  2. Gostei dessas listas temáticas. O ruim é que eu parei no tempo, e a partir de 2010 eu sou um fã comum. 😄 De forma que eu não conheço nem o Dog Days, nem esse Mondaiji-tachi não sei das quantas.

    Antes de fazer meu top, uma ressalva. O Digimundo de Digimon, conta como um mundo virtual como o SAO, ou um mundo real? Me parece um elo entre os dois, então vou considerar válido para esse top! 😄

    1- Escaflowne
    2- Rayearth
    3- Digimon Adventure
    4- MÄR
    5- El Hazard

    • Obrigado meu caro! Você sabe bem porque não tem Escaflowne na minha lista e nem lembrei de Digimon, mas acho que ainda ia manter o MÄR.

  3. marcio disse:

    Concordo com o makoto, em parte, tiraria MAR e colocaria Escaflowne na sua lista Evilasio. Pois ai assim teriamos uma boa estoria e uma sonhora lista de musica que até hj eu lembro por sua beleza. Rayearth, foi impactante por seu enredo , o obvio heroi salva princesa virou heroi tem que MATAR a princesa para salvar o mundo. Dog days adorei a OP cantada pela May´n., Mondaiji, nossa OP e ED simplesmente d+ e o 1 episodio foi uma loucura de tão divertido, as comédias , a magia que fazia a saia da Kuro-Usagui ser curta e ainda assim não mostrar a calcinha foi impagavel e o Izayoi – personagem foda – que comprava briga com todo mundo e era um mistério.

    • Obrigado pelo comentário! Entendo seu ponto de vista, mas como o Makoto bem sabe, eu não gosto de Escaflowne, mas um que lembrei depois e talvez fosse legal citar na lista é Juuni Kokuki, mais ele seria o 5.5 pois eu vi muito pouco dessa série, mesmo a achando bacana.

  4. Wattz disse:

    Só conheço Guerreiras Mágicas de Rayearth e El Hazard dessa sua lista. Fui um grande fã de El Hazard quando passou na Band. E ainda considero o anime que me fez virar um Otaku. Mas a verdade é que depois que você assiste El Hazard: The Magnificent World, é impossível não baixar um pouco o fanatismo por The Wanderers. Tipo quem assistiu Hellsing primeiro e depois assistiu Hellsing Ultimate, hehe. Mas mesmo assim, gostei da sua lista e vou dar uma procurada nos outros anime que não conheço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: