O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Olá pessoal, aqui é o ALM e farei mais uma resenha, desta vez do recém (re)lançado mangá da JBC, Yu Yu Hakusho do mangaká Yoshihiro Togashi (O mesmo de Hunter x Hunter).

dance-of-yusuke_zpse1c133691[1]

A história

Acho que não precisa nem comentar a história de Yu Yu Hakusho, mas vou comentar do mesmo jeito.

Yusuke Urameshi é um bad-boy como qualquer outro, no entanto ele morre tentando salvar uma criança!! E calma que isso não é spoiler, porque acontece já na primeira página do mangá (O que se for pararmos pra pensar é uma coisa pra lá de original, afinal, quantos mangás você já leu em que o protagonista morre no primeiro capítulo?).

Enfim, quem esperaria que um cara como o Yusuke morreria fazendo um ato heroico? Ninguém, nem mesmo Deus, por isso aparece a carismática Botan (Uma deusa da morte, basicamente) que explica a Yusuke que como ninguém esperava que ele morresse salvando uma criança, não havia lugar para ele nem no céu nem no inferno, e ele poderia escolher entre virar uma alma penada ou fazer o teste da ressurreição e voltar à vida. Mesmo relutante, Yusuke decide fazer o teste da ressurreição e tentar voltar a vida.

Esse plot se difere da história principal, porquê após esse teste, Yusuke se torna um detetive espiritual e vive altas aventuras (Sessão da tarde on)!

Análise

Depois de muitos pedidos, a JBC anunciou Yu Yu Hakusho em uma edição especial. Ok, mas, infelizmente de especial só temos o papel off-set mesmo, nada de impressão nas capas internas ou páginas coloridas, não que isso seja um grande problema, mas, qual o motivo do preço? Outro re-lançamento especial da JBC, Rurouni Kenshin, tem papel Off-set e custa 13,90, enquanto Yu Yu Hakusho custa 14,90. Porque o um real a mais em Yu Yu Hakusho? Não tenho ideia. Falando em material, meus parabéns a JBC que mudou daquela capa antiga (feia, na minha opinião), que tinha um fundo preto, um  logo feio e por algum motivo sobrenatural vindo do além, uma calcinha atrás do logo. Agora a capa é mais elegante, limpa e com um logo sensacional (confira a nova capa clicando aqui). No geral, é um material de alta qualidade se comparar com outros mangás.

Apesar do preço, comprar Yu Yu Hakusho vale a pena, e muito! A história é interessante, muito divertida, engraçada e com certeza emocionante (nesse primeiro volume por exemplo, temos a história de um velhinho que estava para morrer e essa é com certeza uma das melhores partes da edição). A arte é o que podemos chamar de “exótica”, é meio diferente, mas combina muito com a história, e acho “engraçado” também que a arte se altera dependendo do momento, dá a impressão que são diferentes autores desenhando. Outro aspecto positivo da arte são as expressões faciais, sempre bem expressivas (no sentido de passar bem as emoções).

Vale lembrar que quando elogio a história, falo do primeiro volume, já que nunca vi o anime ou li o mangá, resta saber como Togashi desenvolveu o mangá a partir do segundo volume, espero que só melhore.

A JBC também revisou a tradução do mangá, que anteriormente foi feita baseada na versão brasileira do anime (com todas aquelas frases clássicas, como: “Rapadura é doce mas não é mole não”, “Ta pensando que berimbau é gaita?” e etc) para fazer uma tradução mais próxima ao original, o que não é problema algum, para alguns pode até ser um ponto positivo, mas, infelizmente não veremos as frases do anime novamente no mangá.

Yusuke

Então você me pergunta: Vale a pena comprar? Sem dúvidas, o papel é de qualidade, o conteúdo mais ainda e com certeza Yu Yu Hakusho merece o título de clássico. No final da leitura você não vai nem se importar com o preço gasto, mas caso você já tenha lido o mangá não há necessidade de comprar essa nova edição, e caso você não tenha lido, pode-se dizer que é algo indispensável (se a série continuar com a qualidade do primeiro volume). A edição 1 ainda está nas bancas (até o dia 24 apenas se não me engano), e o 2 está para chegar.

Foi isso pessoal, você já leu Yu Yu Hakusho? Comente aí sua opinião! Até a próxima.

Anúncios

Comentários em: "Yu Yu Hakusho, de Yoshihiro Togashi – Resenha" (2)

  1. Muito legal a resenha, eu comprei a nova edição, mas ainda não li, na verdade muitas dessas novas edições de mangás antigos eu estou praticamente estocando, porque leio muito pouco, por exemplo Kenshin eu só li uns 3 volumes, mas isso porque as versões antigas dessas obras eram bem ruins mesmo, são terríveis para colecionar, então eu até discordo de de você no ponto de que se leu a versão anterior do mangá, você não deve comprar a nova, na verdade vai depender de você querer ou não ter essa obra em sua coleção.

    Como colecionador, apesar do preço, eu não penso duas vez na hora de trocar as edições antigas desses mangás da JBC pelas novas, parece que só muda o papel para quem não teve muito contado, mas ara quem teve, sabe que muda quase tudo, a impressão, as falas revisadas, até a reedição é totalmente diferente e bem melhor, o mesmo vale para o Berserk da senhorita Panini, embora nesse caso eu ache que a editora exagerou um pouco no preço.

    Enfim, ótima resenha!

  2. Marcelo disse:

    Mangá muito bom… E ótima resenha mesmo parabéns…
    Yu Yu tem um começo bem simples, depois se transforma em um mangá bem diferente no final, e digo diferente para BOM,é um ótimo mangá mesmo, que segue bem na historia e principalmente nos personagens principais, e só melhora de acordo com o desenvolvimento de ambos ^^..
    Resta esperar as próximas 18 edições..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: