O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Que filme...

Que filme…

Olá! Eu sou o Kyon e ironicamente eu também estou preocupado com a Sailor Fukutização!

Está no ar mais um Kyon News!

Manchetes do dia:

  • Divulgado o primeiro trailer de Prison School
  • No Game, No Life ganha um mangá spinoff
  • Speed Racer vai ganhar novo anime

Divulgado o primeiro trailer de Prison School (OtakuPT)

O site oficial da adaptação para anime do mangá Kangoku Gakuen (Prison School), de Akira Hiramoto, colocou online o primeiro trailer do anime. A série vai estrear em julho, o estúdio de animação é o J.C.Staff, a direção é de Tsutomu Mizushima, o argumento é de Michiko Yokote e o design de personagens é de Junichiro Taniguchi.

Em Kangaku Gakuen a academia privada Hachimitsu havia sido até então uma academia feminina de elite nas redondezas de Tokyo. Entretanto, a partir desse ano ela vai passar a aceitar estudantes do sexo masculino. Em seu primeiro dia, Kiyoshi Fujino descobre que ele é um dos cinco únicos garotos que passaram a cursar esse instituto. Estando rodeados por várias garotas,  será esse um paraíso ou inferno para estes cinco jovens?

É sério que isso ganhou o Kodansha Manga Award? Ok! Eu vou dar uma chance, mas a expectativa está ainda mais baixa que antes.

No Game, No Life ganha um mangá spinoff (OtakuPT)

A revista Comic Alive começou nessa quarta a lançar um mangá spinoff da light novel No Game, No Life, do mangaka brasileiro Yuu Kamiya (Thiago Lucas Furukawa). O mangá ilustrado por Kazuya Yuizaki segue a vida da personagem Izuna Hatsuse e dos Warbeasts, uma das raças do mundo de fantasia no qual a série se passa.

A história gira em torno dos irmãos Sora e Shiro, que carregam a fama de serem lendários jogadores e que juntos, nunca perderam em um jogo qualquer que o seja. Apesar de brilhantes jogadores, os dois não conseguem encarar a sociedade de frente e por isso são hikkikomoris (pessoas reclusas) que adorariam viver em um outro mundo e eis que eles acabam recebendo um convite anônimo para jogar uma partida de xadrez online e terminam vencendo, mas eles não imaginavam que seu adversário era um deus de um mundo em que tudo é decidido com base em jogos e eles optam por aceitar o convite para irem a esse mundo. Lá chegando se veem em um mundo de fantasia em que a raça humana é tratado como escória por sempre perder os jogos contra outras raças, então os dois decidem reverter esse quadro, ajudando os humanos e objetivando pegar cada uma das peças lendárias que estão com cada uma das raças desse mundo, pois ao reunir todas, eles terão o direito de enfrentar novamente o deus que os levou aquele mundo, assim eles começam o maior, melhor e mais perigoso jogo de suas vidas…

20141229224eJu

Eu prefiro continuar acompanhando apenas a novel em doses homeopáticas.

Speed Racer vai ganhar novo anime (InfoAnimation)

O estúdio Tatsunoko Productions está desenvolvendo uma nova versão do clássico Speed Racer (Mach GoGoGo).  A nova animação está sendo adaptada para o público atual, e ainda não possui data para lançamento. Baseado no mangá de Tatsuo Yoshida, Speed Racer estreou no Japão em 1967. A série original chegou ao Brasil através da Globo nos anos 60, com o título “Meteoro” (nome que recebeu na versão em espanhol). Speed Racer é considerado a primeira série de anime de esportes.

A história conta a história de Go Mifune (Speed), um jovem corredor que participa das mais diversas e perigoas corridas de carro, sempre em seu possante Mach Go (Mach 5) e com o apoio de sua equipe, que também é sua família.

speed_racer-rede-brasil

Geralmente eu sou contra remakes de séries muito antigas, mas até que eu estou interessado em um remake de Speed Racer. Esse anime tem um dos temas de abertura mais legais de animes de corrida já feitos, espero que ela esteja de volta nessa nova versão.

Por hoje é só! Acessem a página do Anime Portfolio no facebook clicando aqui e sigam o twitter @AnimePortfolio! Até a madrugada de amanhã!
Anúncios

Comentários em: "Kyon News (27/05/2015)" (1)

  1. Sobre Kangoku Gakuen, depois de assistir o trailer, eu me fiz mesma pergunta: “É sério que isso ganhou o Kodansha Manga Award?”. E o pior é que isso já tem mais de 15 volumes de mangá e o mangá esteve sempre bem nos últimos rankings da Oricon. Vende por volta de 200 mil cópias por volume, ou mais.
    Sei não se devo dar uma chance a essa coisa… vou pensar nisto mais pra frente…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: