O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Estúdio Bones

“São apenas 12 anos de história, mas não há um fã de anime que não o conheça. E não há um que não lembrará de pelo menos algumas de suas obras.

Sobre o estúdio

Um Estúdio que nasceu grande e que apesar dos pesares do rumo que toma as animações do começo do século 21, se torna cada vez mais conhecido. Esse é o estúdio Bones… o berço de Angelic Layer, de Wolf’s Rain, de Srcapped Princess, de Full Metal Alchmist e de… muita animação boa.

Fundado em outubro de 1998 pelos ex membros do estúdio Sunrise, Minami Masahiko (Cowboy Bebop, Full Metal Alchemist e muitos outros) Oosaka Hiroshi (Mobile Fighter G Gundam, Mobile Suit Victory Gundam e The Vision of Escaflowne e tantos outros) e Kawamoto Toshihiro (Wolf’s Rain, Cowboy Bebop, angelic layer, Witch Hunter Robin e muitos mais), com sede no número 3-1-2 Igusa na famosa Suminami em Tokyo.

Os primeiros grandes projetos do estúdio foram os filmes de Cowboy Bebop e de The Vision of the Escaflown, projetos em quais os fundadores já haviam começado a trabalhar no estúdio Sunrise.

Em 2000 o estúdio Bones apresentou seu primeiro anime original, Kakuri Hiden Hiwou Senki, um anime que misturava a atmosfera medieval japonesa com mechas. Em 2000 ainda Minami Masahiko deu uma entrevista para Ex:Magazine na qual falava sobre o que o levou a deixar a Sunrise e fundar o estúdio Bones, nota-se na entrevista que ele nem imaginava o quão famoso o estúdio se tornaria em tão pouco tempo. Uma parte interessante da entrevista é quando ele diz que um dos interesses pela criação do estúdio, era deixar um pouco de lado a idéia de produção de animes mecha/shounen do estúdio Sunrise  e partir para algo mais abrangente que não só incluiria o mecha e o shounen, mas também temas como comédia, shoujo, horror e outros mais. O primeiro projeto que viria a provar estas aspirações por outros temas foi a versão animada do aclamado mangá do grupo CLAMP, Angelic Layer que estreiou em abril de 2001.

O estúdio se tornou famoso pela bela animação e por sempre tentar dar um fim bem pálpavel a suas séries, coisa que muitas vezes se tornou um tanto desanimadora para os fãs de mangás que tiveram versões animadas produzidas pelo Bones ao mesmo tempo que o mangá ainda estava em lançamento, pode-se perceber isso principamente em Full Metal Alchemist e Soul Eater. Apesar disso o estúdio possui uma grande aceitação destas séries ao contrário do que acontecia com o estúdio Gonzo, famoso por modificar a história original de suas produções inpiradas em mangás ou light novels.

Apesar de ser grande o currículo de sucessos do estúdio Bones ao longo destes 12 anos, pode se destacar 2 anos especiais na história do estúdio. O ano de 2003 e principamente o triste ano de 2007.

Em abril de 2003 estreiava a versão animada do mangá Hagane no Rekinjutsushi (Full Metal Alchemist), mangá este que na época não possuia sequer 5 volumes encadernados. Mesmo assim esta animação a cada episódio que ia ao ar conseguia mais e mais fãs, e se tornou um dos marcos da história do esúdio por diversos motivos dos quais destaco 3,  primeiro foi o fato de ser a primeira animação do estúdio a possuir por volta de 50 episódios, segundo pois foi a primeira animação do estúdio que começou com uma história baseada em um mangá e culminou em um roteiro original, em parte devido ao sucesso inesperado da série e com isso a pressão dos fãs por um final bem formado da animação, o que culminou na opção de distanciamento do roteiro original do mangá. E por último e não menos importante, foi o fato de esse ser o primeiro anime tipicamente shounen do estúdio, coisa que poucos na época esperavam deste. Em julho do mesmo ano estreiou uma série que é considerado por alguns a série com o roteiro mais profundo dentre as animações Japonesa, Wolf’s Rain. Ainda em 2003 outro grande sucesso fora lançado, Scrapped Princess, um anime de outubro que contou com 26 episódio e que foi o primeiro grande trabalho da Seiyuu Fumiko Orikasa ( Pacífica de Scrapped Princess e Rukia de Bleach).

Até o primeiro semestre 2007 o estúdio Bones praticamente só havia conseguido vitórias, mas neste ano ele teve sua maior perda, pois em 24 de setembro de 2007 faleceu o co-fundador do estúdio Oosaka Hiroshi, um dos maiores nomes da indústria de animação, especialista em animes mecha, que foi o caracter designer de The Vision of Escaflowne. De  27 de novembro a 9 de dezembro deste mesmo ano, foi feita exposição memorial em sua homenagem no famoso Museu do Anime em Suginami.

Mesmo depois desta perda o estúdio continou lançando séries e filmes de grande sucesso e por tudo que apresentou aos fãs de animação o Estúdio Bones é considerado um dos maiores e melhores estúdios de animação da atualidade e de toda a história da animação Japonesa.

Opinando…

O estúdio Bones é, depois do estúdio Mad House, o estúdio que mais venero, pois não são poucos os trabalhos do estúdio que adorei. Ele produziu Full Metal Alchemist, Scrapped Princess, Darker than Black, SkullMan e tantos outras séries que me fazem realmente entender o porque eu sou apaixonado por animação japonesa. Ele é um daqueles estúdios que mesmo que você a princípio não se interesse pelo enredo do anime  só por ser produzido por ele você ver. Comigo isso nunca falhou! É difcíl para mim descrever o quão gosto das animações deste estúdio, mas uma coisa eu posso dizer, muito obrigado Minami Misahiko, Kawamoto Toshihiro e Oosaka Hiroshi por cirarem o Bones!

Obras do Estúdio

2000 – Escaflowne the movie

2000 – Karakuri Kiden Hiwou Senki

2001 – Cowboy Bebop the movie: Tengoku no Tobira

2001 – Kidou tenshi Angelic Layer

2002 – Rahxephon

2003 – Hagane no Rekinjutsushi (Full Metal Alchemist)

2003 – Wolf’s Rain

2003 – Scrapped Princess

2004 – Keran Butou Sai: The Mars Daybreak

2004 – Kurou Phantom Memory

2004 – Koukyoushihen: Eureka Seven

2005 – Gekijouban Hagane no Hekinjutsushi : Shanbala o Yuku Mono (Full Metal Alchemist: Conqueror of the Shambala

2006 – Juuosei

2006 – Tempou Ibun Ayakashi Ayashi

2007 – The SkullMan

2007 – Darker than Black

2007 – The Sword of Strange

2008 – Nijuu-Mensou no Musume

2008 – Soul Eater

2008 – Bounen Xadou

2009 – Hagane no Rekinjutsushi (2009) (Full Metal Alchemist Brotherhood)

2009 – Koukyoushihen – Eureka Seven: Pocket Ga Niji de Ippai

2009 – Tokyo Magnitudo 8.0

2009 – Darker than Black Ryuusei no Gemini

2009 – Halo Legends

2010 – Heroman

2010 – Star Driver Kayaki no Takuto

2011 – Gosick

2011 – Towa no Quon

2011 – Haganee no Rekinjustsushi: Milos no sei naru hoshi

2011 – nº6

Referências online

AniDB – http://anidb.net/perl-bin/animedb.pl?show=creator&creatorid=755

Wikipédia – http://pt.wikipedia.org/wiki/Bones_%28est%C3%BAdio%29

Anime News Network – http://www.animenewsnetwork.com/encyclopedia/company.php?id=198

Ex: Magazine –   http://www.ex.org/5.4/10-feature_watanabe2.html

Gyabbo! – http://gyabbo.wordpress.com/2009/10/24/os-melhores-estudios-de-animacao-japonesa/

Studio Bones – http://www.bones.co.jp

Anúncios

Comentários em: "Estúdio Bones" (5)

  1. Giny-chan disse:

    Agora em 2011, o estúdio Bones começou Gosick, que é muito bom e extremamente interessante, abordando amor e misterio!

  2. Obrigado por lembrar, atualizarei a lista deste e dos demais textos sobre estúdios.

  3. cade eureka seven e eureka seven ao,code geass,zetsuen no tempest…

    • Code Geass é da Sunrise e quanto as outras série, o texto é de 2011 e por isso não tem essas séries que saíram depois. Estou atualizando vários textos do blog esse ano e até o fim do ano devo atualizar esse aqui também. Por hora eu sugiro usar o link do AniDB que tem na postagem para ver a lista completa de animes do estúdio.

  4. Em 2015 eles produziram Noragami, um dos melhores animes animes que já vi (recomendo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: