O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Posts marcados ‘AIC’

Kyon News (22/08/2014)

Já que vocês na internet gostam tanto de gatos, esse é o meu!

Já que vocês na internet gostam tanto de gatos, esse é o meu!

Olá! O que acharam da estratégia do administrador do blog que disse para mostrar meu gato, afim de aumentar o número de leitores (acho que não devia explicar a estratégia, mas já foi)? Enfim, vocês não tem ideia de quão quase desmaiando está o administrador do blog, logo aproveitarei que temos poucas notícias hoje e tentarei ser breve para deixar ele  ir dormir logo e para que eu possa ir aproveitar meu sábado. Vamos as notícias de hoje…

(mais…)

Este é meu TOP 5 de… Continuações que espero até hoje

Yo! Fazia um tempo que aqui só tínhamos post de podcasts, mas todo mundo precisa de um tempo para si não é verdade? A  partir de hoje estou de volta as postagens escritas e volto com uma coluna que muita gente andou curtindo no fim do ano passado o Meu TOP 5. O Top de hoje, como todos os outros, seria diferente para qualquer outra pessoa que o fizesse, mas os animes que citarei aqui hoje com certeza deixaram não apenas a mim, mas a muitos, com o gostinho de quero mais e de preciso de mais! Hoje vamos falar daqueles anime que mereciam uma continuação, até porque a maioria deles são derivados de outras mídias, como mangá, onde continuaram por algum tempo ou onde continuam até hoje. Sem muitas delongas fiquem com mais esse top.

5º Lugar – Kekkaishi

Kekkaishi - Dublado - Legendado - Episodio - Anime - Manga - Assistir Online
Exibição original:
De 16 de outubro de 2006 a 12 de fevereiro de 2008
Estúdio: Sunrise
Diretor:
Kodama Kenji
Mídia Original:
Mangá
Autor da obra Original: Yellow Tanabe

Enquanto o mangá de Yellow Tanabe está quase sendo cancelado aqui no Brasil com 19 volumes apenas, no Japão o mesmo perdurou até sua edição de número 35 e teve uma adaptação animada que passou despercebida por muitos no ocidente, mas que tornou outros grandes fãs da série. O anime contou com 50 episódios, o bastante apenas para apresentar os acontecimentos que ocorrem do 1º ao 13º volume do mangá. Desde então a obra foi crescendo em fama, mas nunca mais voltou as telinhas e com o fim do mangá em 2011, as esperanças de uma segunda temporada da série foram praticamente dizimadas, uma pena para os fãs da obra original e do anime da Sunrise, como este que vos escreve.

4º lugar – Berserk

Berserk
Exibição original:
De 8 de outubro de 1997 a 01 de abril de 1998 (Série de TV)|fevereiro de 2012 a fevereiro de 2013 (Filmes)
Estúdios: OLM e Studio 4ºC
Diretor:
Takahashi Naohito
Mídia Original:
Mangá
Autor da obra Original: Kentaro Miura

A obra prima inacabada de Kentaro Miura já recebeu duas animações, uma série de tv com 25 episódios e três longa metragens que são mais recentes. Ambas as obras se focam na saga da Era de Ouro que segue até por volta de um quarto do mangá. A saga anterior a Era de Ouro apenas é apresentada rapidamente na animação para tv. Por anos, os fãs da obra de Miura sonharam com uma continuação da obra e quando foi anunciado o remake da Era de Ouro em três longas, muitos especularam que após esses longas, sairia algum outro contando uma das sagas posteriores, mas até hoje não há se quer notícias de uma continuação. O resultado não tão positivo dos longas como um todo, esfriaram ainda mais os ânimos dos fãs, porém como o mangá segue inacabado, mesmo com mais de 20 anos de publicação, ainda há esperanças, ou ao menos eu e muitos fãs da obra queremos crer nisso. Será que um dia o Guts usará a armadura de Berserk nas telinhas ou nas telonas?

3º Lugar – Kuragehime

amars
Exibição original: De 15 de outubro de 2010  a 31 de dezembro de 2010
Estúdio: Brain’s Base
Diretor:
Oomori Takahiro
Mídia Original:
Mangá
Autor da obra Original: Akiko Higashimura

Provavelmente esta é a obra mais desconhecido dessa lista, mas esse anime para mim é um dos melhores de 2010 e um das minhas obras preferidas dentre as exibidas no famoso bloco noitaminA da Fuji TV. O anime possui apenas 11 episódios e cobre pouco menos de um terço do mangá que até o momento conta com 13 volumes e segue sendo publicado. A obra mistura comédia, com drama e um perspectiva sobre otakus bem diferente da convencional, fora outros assuntos que ela arranha um pouco, como cross-dress e política. O anime ainda conta com um das aberturas mais criativas de toda a história das animações. Na época que o anime terminou o mangá possuía poucos volumes lançados, então esperava-se que após o lançamento de um número maior  de volumes, uma continuação animada fosse produzida, porém isto não ocorreu e não há nenhum indicativo que vá ocorrer. E pensar que o noitaminA só tinha anime bom até 2011, mas nos últimos dois anos… bem ainda tem algumas boas obras que se salvam, mas há outras que deviam muito bem dar lugar a uma continuação de Kuragehime.

2º lugar – Suzumiya Haruhi no Yuutsu

TheMelancholyofHaruhiSuzumiya upload
Exibição original: De 3 de abril de 2006 a 3 de julho de 2006 (Série de TV)|De 3 de abril de 2009 a 9 de outubro de 2009 (Continuação da série de TV)| 6 de fevereiro de 2010 (Filme)
Estúdio: Kyoto Animation
Diretor:
Ishihara Tatsuya
Mídia Original:
Light Novel
Autores da obra Original: Nagaru Tanigawa e Noizi Ito

Essa obra é um dos maiores fenômenos desse século, a série de animação de 2006 impressionou toda a indústria  e fez Suzumiya Haruhi e os demais membros do SOS DAN se tornarem celebridades entre o público otaku. O primeiro anime de 14 episódios impressionou não apenas pela história maluca que mistura comédia, mistério e ficção científica em um ambiente escolar, mas  também pela exibição desordenada dos episódios que dividiu opiniões. Três anos depois do primeiro anime, uma sequencia com o dobro de episódios da série original surgiu, dessa vez trazendo os episódios dp primeiro anime em ordem cronológica e mais 14 episódios novos contando acontecimentos que ocorrem entre algumas partes da história apresentada no primeiro anime, além disso, mais uma polêmica surgiu. Dessa vez por conta da famosa endless eight, uma parte da obra em que os personagens entram em loop temporal, revivendo vários vezes os acontecimentos de parte do mês de agosto. A polêmica se deu pela escolha do estúdio de usar 8 episódios quase que idênticos para contar a trama deste evento, dando a  impressão de que isso se seguiria até o fim do anime. Muitos fãs se irritaram com esta escolha do estúdio, chegando inclusive a dizer que o estúdio estava fazendo aquilo para poupar trabalho e economizar dinheiro, mas no fim o anime ainda se manteve em alta e a fama da obra seguia grandiosa. No ano seguinte o filme Suzumiya Haruhi no Shoushitsu foi um fenômeno e desbancou a bilheteria de outras famosas que saíram obras no ano de seu lançamento, se tornando tanto um sucesso de crítica quanto de público. Além das séries de tv e do filme, duas séries spin-offs de comédia foram lançadas na internet, Suzumiya Haruhi-chan no Yuutsu e Nyoron Churuya-san, ambas também fizeram bastante sucesso. O estranho é que depois do filme, nada mais foi falado com relação a uma continuação animada, nem para tv, nem para internet, nem para o cinema. A novel conta atualmente com 11 volumes e continua em publicação. Os dois últimos volumes da novel foram publicados em 2011 no Japão, depois de um hiato de 4 anos. São cerca de 7 novels ainda não exploradas pelas animações, mesmo assim quem sabe se um novo anime de Suzumiya vai sair? Eu e muitos (mas muitos mesmo) esperamos que saia.

1º lugar – Seto no Hanayome

seto-no-hanayome
Exibição original:
De 2 de abril de 2007 a 1 de outubro  de 2007 (Série de TV)| 3 de abril 2008 e 5 de janeiro de 2009 (OVA)
Estúdio: Gonzo e AIC
Diretor:
Kishi Seiji
Mídia Original:
Mangá
Autor da obra Original: Kimura Tahiko

Seto no Hanayome é uma anime de comédia baseada na obra homônima de Kimura Tahiko, e quando eu falo comédia, eu me refiro a uma daquelas que você chora de tanto rir. A obra não recebeu o melhor dos tratamentos, mas ainda assim é louvável o esforço feito pelos estúdios Gonzo e AIC ue no fim das contas criaram um bom anime. O mangá foi encerrado em dezembro de 2010 com  ao todo 16 volumes e tal como Kekkaishi, com o fim do mangá, muitas das esperanças de um anime que apresentasse a continuação da obra se foram, mesmo assim, por mais que hajam outros animes que adoraria ver a continuação, hoje em dia Seto é o anime que mais me agradaria ver a continuação, afinal os dois episódios do OVA não foram o bastante para matar as saudades e já faz quase 7 anos que espero ver um final animado para a história de Nagasumi, Sun, Lunar e cia. Sem dúvida uma das melhores obras de comédia da minha vida.

Antes de terminar esse texto, vale pelo menos fazer uma menção honrosa  a mais duas outras obras que queria muito ver a continuação, o anime de ciclismo Over Drive e o anime de comédia Danshi Koukousei no Nichijou

Bem, é isso! Esse é meu top 5 de continuações que espero até hoje, qual é seu?

Este é meu TOP 5 de… Aventuras em outro mundo

Yo! Hoje é dia de mais uma top 5 pessoal e intransferível, mais plenamente copiável.  O top de hoje está repleto de viajantes de outro mundo, pois hoje lhes revelarei meus 5 animes preferidos (até onde lembro) que contam a história de pessoas que foram inadvertidamente levadas a outros mundos, na maioria das vezes (como em todos os casos que citarei) para virar heróis.É importante deixar claro que não estou contando mundos de jogos online, quem sabe no futuro não faço um top desses, mas por hora fiquemos com os viajantes de hoje.

5º Lugar – Marchen Awakens Romance

Aventura, Armas maneiras, magia e o passado não conhecido

Aventura, armas maneiras, magia e um passado desconhecido.

Ano: 2005
Estúdio: SynergySP
Diretor: Okuwaki Masaharu

MÄR é um anime baseado em um mangá homônimo de Nobuyuki Anzai (inclusive prefiro o mangá), o mesmo autor de Flame of Recca e ele tem uma pegada meio infantil, onde tudo se resolve muito rápido. Para quem não conhece a obra, resumidamente ela fala sobre um garoto chamado Ginta que sonhava com um mundo fantástico e era bastante zoado por falar desse mundo pra todos na escola, porém em um certo dia ele acaba sendo levado a este outro mundo, que é chamado de MÄR, e lá viverá grandes aventuras e enfrentará vilões para salvar este lugar, que no passado um outro herói vindo de seu mundo também salvou. A  aventura é divertida e os personagens são bacanas, mas tudo é muito simplório e meio sem explicação, fora que a arte é só razoável e conta com cg’s meio estranhos para representar os monstros guardiões invocados pelas armas especiais que há neste lugar. O anime peca  por ser muito grande e, por este motivo, está cheio de fillers,  tanto que aventura do anime vai muito além do mangá, apesar de tudo isso, fica a indicação, mas vale ressaltar que esse anime não foi completamente traduzida para português por nenhum fansub, então vocês terão que treinar um pouco seu inglês ou japonês se quiserem vê-lo todo.

4º Lugar – Dog Days

Dias de cão

Dias de cão

Ano: 2011
Estúdio: Seven Arcs
Diretor: Kusakawa Keizou

O interessante de Dog Days é que ele tinha tudo para eu não gostar, mas é um anime bem divertido, incluindo por seus torneios que mais parecem olimpíadas do Faustão. A história de Dog Days gira em tono do jovem Cinque Izumi que foi invocado para um mundo de fantasia, onde ele se tornará o herói de um reino em disputa contra o reino vizinho, mas vale deixar claro que essas distputas não geram mortes, embora a derrota diminua a popularidade do reino derrotado e neste lugar ter popularidade é algo muito importante para os reinos. Cinque então vai mostrar todas as suas habilidade conseguidas com anos de treino como ginasta e munido de outras habilidades que ele só pode usar neste mundo se tornará um herói reconhecido por todos neste lugar até o dia de seu retorno. É estranho como um anime tão sem nexo e que praticamente existe em função de mostrar o fanservice moe com garotas com neko mimi (orelhinhas de gato) e similares pode ser tão divertido. Mesmo os que não são tão fãs deste tipo de obra deviam dar uma chance, pois talvez se surpreendam com o quanto essa obra pode lhe divertir, no entanto vale ressaltar que não considero esse anime  nenhuma obra incrível, ele apenas me diverte, tal como MÄR, porém ele tem menos problemas que este.

3º lugar – Mondaiji-tachi ga Isekai kara Kuru Sou Desu yo?

Personagens overpower em um pequeno mundo.

Personagens overpower em um pequeno mundo.

Ano: 2013
Estúdio: Diomedea
Diretor: Kusakawa Keizou

Este anime foi uma das grandes surpresas de 2013 e é um dos animes de “Aventuras em outro mundo” que mais me divertiu e esse eu realmente recomendo tanto pela qualidade técnica, quanto pela história, apenas a arte não é surpreendente, mas é boa. Nessa obra três jovens com habilidades especiais vindas de mundos diferentes são transportados para um mundo fantástico chamado “Pequeno Mundo” e lá eles se tornarão os grandes lutadores de uma guilda sem nome. Cada aventura vai tornando a história mais intrigante e os protagonistas são personagens que aos poucos vamos aprendendo a gostar por motivos diversos.

2º lugar – Guerreiras Mágicas de Rayearth

514125982_10b2281e04_o

Uma das melhores obras da CLAMP

Ano: 1994
Estúdio: Tokyo Movie Shinsha
Diretor: Hirano Toshihiro

Em segundo lugar temos as jovens Guerreiras Mágicas de Rayearth do grupo CLAMP, que até hoje é uma das minhas obras preferidas destas mangakas. O anime conta a história de três garotas de escolas diferentes que estavam visitando a torre de Tóquio no mesmo dia e foram transportadas para o mundo mágico de Rayearth e lá se tornaram as guerreiras mágicas destinadas a salvar aquele mundo da destruição provocada pelo feiticeiro Zagato, que havia “sequestrado” a princesa Esmeralda, a protetora do reino. Tanto a arte, quanto o roteiro me agradam bastante, inclusive gosto muito da segunda temporada da série também. Outra coisa que me agrada bastante  é a trilha sonora do anime e dentre as protagonistas minha preferida é a Umi. E pensar que até robô gigante tem nessa obra.

1º Lugar – El Hazard: The Wanderers

Vamos para terra desconhecida...

Vamos para terra desconhecida…

Ano: 1995
Estúdio: AIC
Diretor: Akiyama Katsuhito

Enfim, o primeiro lugar deste top não podia ser outro senão El Hazard: The Wanderers, a única das 5 séries que acompanhei toda pela tv, no antigo Band Kids apresentado pela bela Renata Sayuri, a Kira. El Hazard narra a história de  um grupo de humanos que foi transportado devido a uma experiência estranha para um mundo completamente diferente do seu, onde está havendo uma guerra entre  dois reinos. El Hazard tem um núcleo do de personagens excelente, um roteiro bem intenso com doses muito boas de comédia e com uma parte técnica razoável. A trilha sonora é outro destaque e  a dublagem nacional também, aliás quem viu esse anime na tv deve lembrar da louca risada do Kazuhito Jinnai, um dos vilões cômicos mais divertidos d e todos os animes. Além desta série, a franquia El Hazard emplacou outros animes e praticamente todos são bem legais, mas nenhum dos outros é tão icônico quanto esse.

Então é isso! Em relação aos animes com a temática “Aventuras em outro mundo”, esse é meu top 5, qual é o seu?