O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Posts marcados ‘Chuunibyou demo Koi ga Shitai!’

Animes em 2012: As opiniões sobre o que saiu na temporada de Outono

Tá frio!

Tá frio!

Aqui quem vos fala, é claro, é o Kyon e antes de mais nada quero deixar claro que o fato de haver um boneco no meu lugar, não significa que estou com medo de que alguém queira me bater por atrasar esse texto por pelo menos um ano, apenas está frio demais para aparecer, tanto que até o boneco está com um cachecol.

O outono me lembra muitas coisas (a mim lembra resfriado. Nota do administrador que também fica resfriado durante as chuvas de verão), mas nada que precise comentar agora para não atrasar ainda mais o texto que vocês devem está surpresos em finalmente ver ser postado (imagino que ninguém nem lembrava mais e se lembrava achava que eu tinha esquecido).

Antes de tecer meus comentários e minha quase retrospectiva sobre a temporada de outono de 2012, gostaria de lhes desejar um feliz ano novo, afinal esse meu texto também é o primeiro texto deste blog no ano (e eu podia está dormindo), então tenham todos um Feliz 2014, um ano que promete me trazer muito trabalho.

Um outono de resfriados, animes dropados, animes ruins e muitos animes que quase não vi.

O ano de 2012 foi marcado por várias séries com muito potencial desperdiçado e outras não tão atrativas, claro que houve boas obras, mas foi um dos ano que menos tive interesse em acompanhar os animes que estavam sendo exibidos, pelo menos não os que estrearam, principalmente no segundo semestre. Sobre aqueles animes que parei de ver logo no início e não devo voltar a vê-los (o administrador talvez volte se não cumprir algumas apostas que ele anda fazendo), temos pra começar um anime sobre bonequinhas semi-vivas que cuidam da casa de um adolescente e as vezes lutam entre si, o tal do Busou Shinki, essa obra nem chega  ser algo tão terrível assim, mas não faz meu estilo, do mesmo modo que Karneval, um anime claramente destinado a garotas que querem ver personagens masculinos quase tendo relações homossexuais, ou tendo, eu não sei, só vi o primeiro episódio. Agora ruim mesmo, do tipo que você pergunta “quem teve essa ideia de @#$%@?” Tem o tal do Onii-chan Dakedo Ai sae Areba Kankei Nai yo ne! Acho que já citei isso aqui, mas vale relembrar que vocês devem fugir do Onii-chan no título dos animes e também dos Imouto e Otouto (e agora em janeiro de 2014 tem um anime com Onee-chan no título que é Otouto disfarçado). Além desses,  um anime que fez bastante sucesso, mas que também dropei foi o Girls und Panzer, porque garotas colegiais e tanques de guerra… Afinal, PORQUÊ GAROTAS COLEGIAIS E TANQUES DE GUERRA?

Antes de falar dos animes que vi poucos episódios e que no futuro talvez continue, vale mencionar que vi o filme 009 Re:Cyborg e  apesar do visual em cgi ter ficado bacana, achei a história realmente ruim e me vi várias vezes lutando contra o sono, até voltando o filme para ver partes em que havia dormido. Enfim, ver essa nova história do clássico de Shoutaro Ishinomori, infelizmente não valeu nem pelo saudosismo.

Falando rapidamente daquelas obras que não são descartáveis, mas que por motivos que nem eu lembro mais, vi muito pouco, temos Little Busters!, a primeira temporada da adaptação do famoso jogo da Key, que foi bastante criticada, mas admito que gostei do primeiro e único episódio que vi. Já Code: Breaker não me agradou muito, achei tecnicamente um anime bem fraco, mas fiquei intrigado com o começo da história, da mesma forma que fiquei intrigado com  Zetsuen no Tempest, outro anime que só vi um episódio. Kami-sama Hajimemashita e Sakurasou no Pet na Kanojo foram animes que me chamaram  atenção, o segundo inclusive me foi bem recomendado, mesmo assim  não cheguei acompanhá-los e pra ser sincero a história da sacerdotisa por acaso de Kami-sama Hajimemashita estava me agradando mais atenção do que a da jovem de estimação. Wooser no Sono Higurashi foi um anime curto que até acompanhei um pouco, mas não me agradou nem desagradou muito e quando passei uma semana sem vê-lo, não tive mais vontade de voltar. K me impressionou pelo visual deslumbrante e pela ótima animação, mas a história deixou um pouco a desejar e por isso parei de vê-lo após alguns episódios, talvez um dia termine-o. Dentre os animes dessa temporada que não terminei, o que mais me empolgou foi Ixion Saga: Dimension Transfer, que não é apenas mais uma história de um jovem que foi parar dentro do mundo de fantasia de seu jogo de computador preferido, mas uma comédia muito estranha e uma aventura bem divertida dentro deste jogo, será que o protagonista conseguiu voltar pra casa? Por fim, acabei não completando os dois animes do noitaminA, ainda que Robotics; Notes tenha agradado alguns fãs da Nitroplus (mas há quem goste de Chaos; Head), no entanto quando vi que o anime não seria sobre o que ele parecia a princípio, toda  a minha não muita empolgação com este título se foi. Já Psycho Pass me é bastante recomendado até hoje e realmente não me lembro porque parei de vê-lo, pois é uma obra de ficção científica interessante, apenas o character design não me agrada.

O outono me lembra escolhas importantes e boas

Falarei um pouco sobre o lado interessante da temporada de outono começando pelos animes medianos e indo para os bons e depois o muito bons. Teekyuu foi um anime curto e louco que, apesar dos pesares, divertiu, apenas não dar pra dizer que é lá um grande anime. Outro anime que me empolgou bastante pela sua premissa e pelas muitas referências a videogame, mas que decepcionou um pouco em sua execução, principalmente pelo mal uso de clichês foi o OVA Aoi Sekai no Chuushin de que prometia uma época batalha entre duas das maiores empresas de videogame do fim do século 20 representadas como reinos em um mundo de fantasia medieval, sendo seus grandes heróis os campeões de cada reino, porém apenas três episódios não foram o bastante para me empolgar ao ponto de ler o mangá, fora que eu torcia para os vilões (afinal era Nintendo. nota do administrador Nintendista mesmo em épocas de crise). E o que dizer sobre Bakuman 3, senão que foi a temporada mais fraca da série, com poucos episódios realmente empolgantes e com mais ênfase em personagens nada interessantes incluindo o próprio casal principal.

Vamos então aos animes bons, que até representam um número expressivo do animes que vi por completo, começando por Gekijouban Mahou Shoujo Madoka Magica: BeginningsGekijouban Mahou Shoujo Madoka Magica: Eternal, os dois primeiros filmes de Madoka Magica que resumem a série de tv, felizmente com uma animação e arte melhorada e infelizmente sem parecer uma adaptação para os cinemas, ficou mais com cara de episódio de tv com duas horas de duração cada. Sukitte Ii na yo foi uma volta aos clássicos shoujos de romance extremamente previsíveis, mas não tão adocicados, que nos chama  atenção pelos personagens, pelo menos eu gostei muito da protagonista e se dependesse do administrador do blog e da Haruhi o Yamato podia sofrer um acidente e desaparecer da série, estranho não ter acontecido. E enfim, Magi: The Labyrinth of Magic teve um início bem empolgante, mas uma saga bem arrastada no meio e um final razoável, sua continuação que está sendo exibida atualmente é bem superior em praticamente todos os aspectos é como se finalmente a história tivesse engrenado, mesmo assim a primeira temporada foi boa.

Quanto aos animes muito bons começo destacando a inusitada história de Saint Onii-san que teve parte dela adaptada em dois OVA’s no fim de 2012 (em 2013 recebeu um filme que ainda não pude ver). Nessa história Jesus e Buda decidem tirar férias no Japão e passam a viver em uma pensão, além disso, não podem revelar suas identidades. Um anime muito bacana e segundo o administrador do blog “um anime de bem com a vida”. Outro ova curtinho foi Puchimas! Wakku Waku!! que é o prelúdio para o ova Puchimas! Petit Idolmaster lançado no início de 2013 e que o administrador do blog adora. Outros dois animes que possuem ambos uma boa comédia e um romance muito bom de se acompanhar são Tonari no Kaibutsu-kun e Chuunibyou demo Koi ga Shitai!, aliás se eu não soubesse quem é a Haruhi de verdade eu pensaria que ela tem apenas Chuunibyou, aliás acho que já tive isso, mas não me lembro quando.

O fim do ano também pode esconder grandes e excelentes surpresas

Para terminar, ainda há aqueles animes que foram além do imaginado e do esperado de tal modo que são no mínimo excelentes, no outono de 2012 houve 3 animes que coloco nesta categoria, já o administrador do blog tem 4 animes, sendo esse quarto é Evangelion 3.0 que ele adorou e eu nem vi, por isso ele deve falar desse filme em outra oportunidade, talvez explique porque ele gostou, pois não foram muitos os elogios que vi sobre este de outras pessoas. Ainda falando em filmes, no fim do ano tivemos o também aguardadíssimo One Piece Filme Z e foi incrível esse filme, fãs de One Piece com certeza sabem muito bem do que estou falando. Sei que muitos que estão lendo esse texto (se é que são muitos) devem está se perguntando e cadê Jojo? Cá está, pois sem dúvida o anime shounen mais absurdamente divertido do ano de 2012 foi JoJo no Kimyou na Bouken, que também fez a alegria de muitos no início de 2013. Todo mundo aqui do SOS Dan, menos a Nagato e Mikur… Asahina-san, que o achou o anime muito violento, aguarda ansioso pela continuação que virá em abril de 2014. Por fim, Shinsekai Yori, uma das maiores e melhores surpresas de 2012, o anime começou lento e isso fez muitos desistirem dele, porém a medida que a série seguia os mistérios por traz daquele mundo chamavam mais e mais a atenção e o final foi de deixar todo mundo arrepiado, aliás estou arrepiado ao falar deste anime mais uma vez.

Então acabou os textos de 2012, meio atrasado, mas acabou, não vou fazer top de melhores do ano, pois já passou da época né? Esse mês se tudo der certo o  administrador do blog ainda deve me forçar a escrever um texto sobre todo o ano de 2013, enquanto isso não acontece, me despeço de vocês. Nos vemos em uma outra oportunidade, até mais!

5 bons motivos para um fã de anime comemorar a chegada de 2014

Post rápido de fim de ano com algumas coisas relacionadas a animes que vão acontecer em 2014 e que merecem ser lembrados para mostrar que o novo ano já pode começar muito bem. Vejamos então a seleção que eu preparei para este último post de 2013.

5 – Sailor Moon estará de volta

sailor-moon-tera-um-novo-anime-para-2014

Guerreiras planetárias e a princesa da lua de volta!

Pouco foi revelado, mas a previsão da volta de Sailor Moon aos animes se mantém para janeiro de 2014 a época. Particularmente não sou um fã da série, mas entendo a importância que ela tem para as fãs do gênero mahou shoujo, mesmo porque hoje em dia é até mais comum ver mahou shoujos voltados para o público masculino e não feminino, então seria uma volta muito interessante ao cenário dos animes. E para os fãs de mangá aqui do Brasil, vale ressaltar que o mangá de Sailor Moon vai ser publicado em terras tupiniquins no ano que vem!

4 – Um novo filme de Initial D

Outra notícia boa, mas dessa vez para os fãs de velocidade é o novo filme da franquia de corrida mais famosa da história dos animes na atualidade. Isso mesmo, Initial D volta as telonas e a previsão é agosto de 2014. Tenho certeza que muitos fãs da franquia estão empolgados e contando os meses para mais um encontro com Takumi e seu Hachi Roku.

3 – Continuação de Animes Famosos

Muitas novidades legais virão ano que vem, mas todo ano torcemos pela continuação de animes consagrados e 2014 já começa com a garantia de várias continuações de animes consagrados. Destaco 5 deles, a continuação Chuunibyou demo Koi ga Shitai! e de Gin no Saji, além de um especial de Mushishi já em janeiro. E em abril temos a volta de JoJo no Kimyou na Bouken  trazendo pela primeira vez as telas de tv  a adaptação da mais famosa saga do mangá, Stardust Crusaders (horahorahorahora!), além da volta de um dos shounens mais famosos dos últimos tempos, Fairy Tail. Estão ansiosos com alguma continuação?

2 – Muitos novos animes promissores ao longo do ano

Além de continuações aguardadas, muitos animes promissores estão para chegar em 2014. Em janeiro temos a adaptação do famoso mangá seinen Hoozuki no Reitetsu, do shounen Nisekoi e Space Dandy, a nova obra original de Shin’ichirou Watanabe, que tem espaço e comédia envolvida, como não se empolgar. Em abril chega a adaptação do mangá de vôlei Haikyuu!! e em dezembro teremos Santa Company que foi financiado no pelo Kickstarter e embora eu não tenha participado da campanha no Kickstarter, havia doado anteriormente quando ele apareceu primeiro no site de Anipipo e desde então estou ansioso para ver este anime.

1 – Filmes do estúdio Ghibli

Além de nós do ocidente podermos conferir em 2014 Kaze Tachinu, a última obra de Hayao Miyazaki antes de sua aposentadoria, e Kaguya-Hime no Monogatari de Isao Takahata, que finalmente voltou a direção de um filme, o estúdio ainda lançará o filme When Marnie Was There com a direção de Hiromasa Yonebayashi, o diretor de Karigurashi no Arriety.  2014 será um grande ano para os fãs do estúdio Ghibli.

Enfim é isso! Feliz ano novo para todos vocês e que 2014 seja um excelente ano!