O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Posts marcados ‘Diomedea’

Kyon News (15/06/2015)

...

Olá! Eu sou o Kyon!

Está no ar mais um Kyon News!

Manchetes do dia:

  • Kuusen Madoushi Kouhosei no Kyoukan tem novo trailer divulgado
  • One Piece entra para o livro dos recordes

(mais…)

Considerações Finais Sobre Astarotte no Omocha!

Continuando a lista de animes que eu prometi comentar após ter visto devido a extinta coluna Hora de Aventura, mas especificamente devido a punição referente ao não ter completado a meta da edição 5 da coluna (essa punição foi apresentada na edição 6 dessa coluna), hoje irei falar quais são as minhas considerações finais sobre a série lolicon Astarotte no Omocha!

Um Lolicon que tenta não apelar demais, mas...

Um Lolicon que tenta não apelar demais, mas…

Antes de qualquer coisa, esse texto não é uma resenha de Astarotte no Omocha! e pode apresentar alguns spoilers leves, então se você não conhece este anime, recomendo ler a resenha do Yoi Yume que pode ser lida clicando aqui.

Ficha Técnica
Título:
Astarotte no Omocha
Sinônimos: Lotte no Omocha!
Obra Original: Mangá
Autora da Obra Original: Haga Yui
Gêneros: Comédia, Ecchi, Lolicon, Romance
Demografia da revista em que é publicado o mangá: Seinen
Número de episódios: 12
Ano de Lançamento: 2011
Produtora: Diomedea
Diretor: Oizaki Fumitoshi

Astarotte no Omocha conta a história de uma succubus da realeza de um mundo fantástico que tem apenas 10 anos e que por não gostar de homens, na verdade por ter medo de se relacionar com eles, decidiu que seu harém seria formado apenas por humanos, pois estes seres a muito não aparecem no mundo fantástico em que  esta princesa succubus vive. Porém, um jovem adulto humano acaba sendo transportado para esse mundo junto à sua filha de também 10 anos e passa a ser o único membro do harém da protagonista. Ao longo do anime a relação entre a protagonista e o jovem vai se  tornando mais intensa até se tornar um romance e de fato culminar em uma aceitação completa da mesma em tê-lo em seu harém. Vale ressaltar que a filha desse humano, por um acaso do destino, é irmã da protagonista, já que a mãe da protagonista em uma pequena fuga ao mundo humano anos antes teve uma relação sexual com este. Então ela engravidou e logo que a criança nasceu, a mãe de nossa protagonista deixou a criança com o jovem humano supracitado.

O roteiro da série é bem simples e gira em torno da descoberta dos sentimentos que a protagonista feminina vai tendo pelo protagonista masculino. Infelizmente não parece haver personagens originais, ao menos é muito fácil perceber vários outros personagens que se assemelham a quaisquer um dos personagens desse anime, talvez por isso é difícil se apegar a eles e provavelmente ao longo da série você no máximo se importará com a protagonista feminina. Por isso mesmo eu fiz questão de não apresentar o nome dos personagens, pois não estivesse no título do anime, nem mesmo o nome da protagonista você iria lembrar 30 minutos depois de ver qualquer um dos episódio (talvez eu esteja exagerando, mas que são personagens esquecíveis facilmente, isso são).

O desenrolar da história é bem maçante e o abuso de clichês como episódios da praia e cenas de fanservice com falas de duplo sentido, mesmo quando apenas há personagens crianças, é bem irritante. Vale ressaltar que essas cenas de clichê ecchi, mesmo geralmente sendo leve, praticamente ditam o tom da série. Claro que também há cenas de drama bem trabalhadas, mas o abuso de clichês de personalidade, principalmente do lado tsundere da protagonista e do lado jovem adulto despreocupado do protagonista masculino, quebram o clima da maioria dessas cenas.

Apesar das personalidades de cada personagem serem bem genéricas, o conjunto dos mesmos funciona bem. É interessante notar que quando qualquer um dos protagonistas não está contracenando com o outro protagonista, ou com qualquer membro de seu circulo familiar, suas ações são bem mais interessantes e até mais plausíveis. Não que o relacionamento dos protagonistas seja de todo ruim, mas é impressionante como o exagero dos clichês de personalidades são acionados no máximo nesses momentos tornando grande parte dessas cenas irritante, pelo menos durante os primeiros dois terços do anime. Por sinal, o anime melhora bastante nos últimos episódios, nada que o torne lá uma grande série de romance, mas há piores. Com relação ao roteiro, o último ponto que gostaria de destacar está relacionado a comédia do anime que simplesmente poderia ser jogada fora, porque é difícil rir de alguma cena nesta série, até porque todas as piadas parecem retiradas de outros animes. Talvez se você nunca viu um anime ecchi/lolicon/romance, você consiga esboçar um sorrisinho de canto da boca com alguma cena de mal entendido.

Basicamente minha reação por ter de terminar esse anime.

Basicamente minha reação ao ver a maioria dos episódios desse anime.

O design de personagens e a animação do Diomedea são bem interessantes, apesar de o design de cenários não impressionar em momento algum. Os efeitos visuais também não desagradam. No geral a identidade visual do anime cumpre seu papel, o que não significa que ela vá agradar muita gente. A trilha sonora também não vai  impressionar, mas não chega a ser ruim. Por fim, não tem como culpar qualquer que seja o dublador de não se esforçar, pois o trabalho da equipe de dublagem certamente é a melhor parte do anime e não chega a ser memorável devido aos péssimos diálogos. É muito difícil encontrar um diálogo interessante que seja.

Enfim, Astarotte no Omocha está longe ser um bom anime, mas há séries bem piores e sinceramente ele entrega o que promete, nada mais e nada menos. Se você gosta de séries de fantasia com monstros mitológicos antropomorfizados em mulheres bonitinhas e de um romance lolicon que não seja tão pesado, pode ser que o anime até o agrade. Caso contrário, passe longe dessa série.

Kyon News (30/05/2015)

“Dwayne “The Rock” Johnson, o brucutu mais carismático do cinema. Estou ansioso para ver a versão dele do Adão Negro” by Administrador do blog

Olá! Eu sou o Kyon e estou cm sono ainda!

Está no ar mais um Kyon News!

Manchetes do dia:

  • Divulgada a data de estreia de Gakkou Gurashi!
  • Durarara!!x2 Ten estreia em 4 de julho
  • Noragami 2 vai estrear em outubro
  • Kusen Madoushi Kouhosei no Kyoukan estreia em 8 de julho

(mais…)

Kyon News (06/01/2015)

Premissa de 2015 nº2: Fanservice Sem Prescedentes

Premissa de 2015 nº 2: Fanservice Sem Precedentes

Olá! Aqui é o Administrador do blog e essa é mais uma edição do Kyon News. Estava preparando um material novo para esta coluna e por isso não pude auxiliar o Kyon a lançá-la na madrugada, mesmo assim acho que deve valer a pena essa demora, ao menos para alguns. Numa iniciativa para tentar ajudar alguns órfãos do famoso site AnimeBlade, que já há algum tempo não apresenta a lista de lançamentos das legendas dos animes feitas pelos fansubbers brasileiros, reuni uma lista com mais de 50 fansubs em meu leitor de feed pessoal para poder relatar diariamente a vocês os lançamentos dos mesmos, porém como sou alguém que defende a busca por meios legais de ver animes em português, caso existam,  também divulgarei os lançamentos do Crunchyroll, que ainda é o único site oficial de streaming no Brasil a disponibilizar animes lançados nas temporadas mais atuais a medida que eles são exibidos. Hoje temos também 2 novidades de mangá e 4 trailers. Sem mais delongas, vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News (24/12/2014 e 25/12/2014)

Melhor casal do ano!

Melhor casal do ano!

Olá! Aqui é o Administrador do blog e está no ar mais uma edição da coluna Kyon News! Como no Japão o Natal não é uma data tão especial, é apenas algo mais festivo para a maioria população, as notícias não foram afetadas pelo evento e por isso hoje temos muitas novidades (T.T). Temos três novidades de mangá, quatro novidades de anime e três trailers. Vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News (23/12/2014)

Feliz Natal a todos!

Feliz Natal a todos!

Olá! Aqui é o Kyon e essa é mais uma edição da coluna Kyon News! Hoje temos apenas quatro novidades, uma de mangá, duas de anime e um trailer. Vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News (08/12/2014)

Vocês tem que jogar esse jogo!

Vocês tem que jogar esse jogo!

Olá! A quanto tempo? Aqui é o Administrador do blog e essa é ais uma edição da coluna Kyon News! Explicando a falta de post nos últimos dias, passei esses dias um pouco de folga do blog, igualmente o Kyon também ficou livre durantes esses 3 dias (do dia 05 a 07 de dezembro). Como por um azar do destino, muitas notícias saíram nesses três dias e não ia ser legal ignorá-las por completo, por outro lado não tem como comentar todas elas, então hoje comentarei as notícias da segunda-feira como seria normal e apresentarei a manchete das notícias do fim de semana juntamente com o link para sites que as divulgaram (a maioria já são sites em português). Enfim, hoje temos uma novidade de mangá, duas de anime e dois trailers. Sem mais delongas, vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News (01/12/2014 e 02/12/2014)

Falta pouco...

Falta pouco…

Olá! Aqui é o Administrador do blog e está no ar mais um Kyon News! Antes de mais nada, vale explicar que não houve Kyon News ontem porque eu ainda estava fazendo o trabalho que o Kyon citou na edição de domingo. Eu apenas o “terminei”  no meio da madrugada dessa quarta e por isso também ainda não editei o podcast Sobre Músicas e Animes 38, mas começarei a fazê-lo após a publicação desse post. Dito isso, hoje temos 3 novidades de mangá, 4 de anime, um trailer e uma notícia triste. Sem mais delongas, vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News (27/09/2014)

"Epic Cards",  o novo vício do Administrador do blog.

“Epic Cards”, o novo vício do Administrador do blog.

Olá! Eu sou Kyon e apesar da hora, esse ainda é o Kyon News, atrasado devido ao administrador do blog ter se viciado num jogo de cartas para dispositivos móveis. Deixando isso de lado, hoje temos muitas notícias de anime, alguns trailers, e uma novidade sobre mangá. Vamos então as notícias antes que o administrador do blog decida voltar a jogar…

(mais…)

Kyon News (18/09/2014)

E agora...

E agora…

Olá! Está no ar mais uma edição do Kyon News, sua fonte diária de notícias sobre anime e mangá. Hoje temos mais alguns trailers e anúncios de novos animes. Vamos as notícias de hoje…

(mais…)

Este é meu TOP 5 de… Aventuras em outro mundo

Yo! Hoje é dia de mais uma top 5 pessoal e intransferível, mais plenamente copiável.  O top de hoje está repleto de viajantes de outro mundo, pois hoje lhes revelarei meus 5 animes preferidos (até onde lembro) que contam a história de pessoas que foram inadvertidamente levadas a outros mundos, na maioria das vezes (como em todos os casos que citarei) para virar heróis.É importante deixar claro que não estou contando mundos de jogos online, quem sabe no futuro não faço um top desses, mas por hora fiquemos com os viajantes de hoje.

5º Lugar – Marchen Awakens Romance

Aventura, Armas maneiras, magia e o passado não conhecido

Aventura, armas maneiras, magia e um passado desconhecido.

Ano: 2005
Estúdio: SynergySP
Diretor: Okuwaki Masaharu

MÄR é um anime baseado em um mangá homônimo de Nobuyuki Anzai (inclusive prefiro o mangá), o mesmo autor de Flame of Recca e ele tem uma pegada meio infantil, onde tudo se resolve muito rápido. Para quem não conhece a obra, resumidamente ela fala sobre um garoto chamado Ginta que sonhava com um mundo fantástico e era bastante zoado por falar desse mundo pra todos na escola, porém em um certo dia ele acaba sendo levado a este outro mundo, que é chamado de MÄR, e lá viverá grandes aventuras e enfrentará vilões para salvar este lugar, que no passado um outro herói vindo de seu mundo também salvou. A  aventura é divertida e os personagens são bacanas, mas tudo é muito simplório e meio sem explicação, fora que a arte é só razoável e conta com cg’s meio estranhos para representar os monstros guardiões invocados pelas armas especiais que há neste lugar. O anime peca  por ser muito grande e, por este motivo, está cheio de fillers,  tanto que aventura do anime vai muito além do mangá, apesar de tudo isso, fica a indicação, mas vale ressaltar que esse anime não foi completamente traduzida para português por nenhum fansub, então vocês terão que treinar um pouco seu inglês ou japonês se quiserem vê-lo todo.

4º Lugar – Dog Days

Dias de cão

Dias de cão

Ano: 2011
Estúdio: Seven Arcs
Diretor: Kusakawa Keizou

O interessante de Dog Days é que ele tinha tudo para eu não gostar, mas é um anime bem divertido, incluindo por seus torneios que mais parecem olimpíadas do Faustão. A história de Dog Days gira em tono do jovem Cinque Izumi que foi invocado para um mundo de fantasia, onde ele se tornará o herói de um reino em disputa contra o reino vizinho, mas vale deixar claro que essas distputas não geram mortes, embora a derrota diminua a popularidade do reino derrotado e neste lugar ter popularidade é algo muito importante para os reinos. Cinque então vai mostrar todas as suas habilidade conseguidas com anos de treino como ginasta e munido de outras habilidades que ele só pode usar neste mundo se tornará um herói reconhecido por todos neste lugar até o dia de seu retorno. É estranho como um anime tão sem nexo e que praticamente existe em função de mostrar o fanservice moe com garotas com neko mimi (orelhinhas de gato) e similares pode ser tão divertido. Mesmo os que não são tão fãs deste tipo de obra deviam dar uma chance, pois talvez se surpreendam com o quanto essa obra pode lhe divertir, no entanto vale ressaltar que não considero esse anime  nenhuma obra incrível, ele apenas me diverte, tal como MÄR, porém ele tem menos problemas que este.

3º lugar – Mondaiji-tachi ga Isekai kara Kuru Sou Desu yo?

Personagens overpower em um pequeno mundo.

Personagens overpower em um pequeno mundo.

Ano: 2013
Estúdio: Diomedea
Diretor: Kusakawa Keizou

Este anime foi uma das grandes surpresas de 2013 e é um dos animes de “Aventuras em outro mundo” que mais me divertiu e esse eu realmente recomendo tanto pela qualidade técnica, quanto pela história, apenas a arte não é surpreendente, mas é boa. Nessa obra três jovens com habilidades especiais vindas de mundos diferentes são transportados para um mundo fantástico chamado “Pequeno Mundo” e lá eles se tornarão os grandes lutadores de uma guilda sem nome. Cada aventura vai tornando a história mais intrigante e os protagonistas são personagens que aos poucos vamos aprendendo a gostar por motivos diversos.

2º lugar – Guerreiras Mágicas de Rayearth

514125982_10b2281e04_o

Uma das melhores obras da CLAMP

Ano: 1994
Estúdio: Tokyo Movie Shinsha
Diretor: Hirano Toshihiro

Em segundo lugar temos as jovens Guerreiras Mágicas de Rayearth do grupo CLAMP, que até hoje é uma das minhas obras preferidas destas mangakas. O anime conta a história de três garotas de escolas diferentes que estavam visitando a torre de Tóquio no mesmo dia e foram transportadas para o mundo mágico de Rayearth e lá se tornaram as guerreiras mágicas destinadas a salvar aquele mundo da destruição provocada pelo feiticeiro Zagato, que havia “sequestrado” a princesa Esmeralda, a protetora do reino. Tanto a arte, quanto o roteiro me agradam bastante, inclusive gosto muito da segunda temporada da série também. Outra coisa que me agrada bastante  é a trilha sonora do anime e dentre as protagonistas minha preferida é a Umi. E pensar que até robô gigante tem nessa obra.

1º Lugar – El Hazard: The Wanderers

Vamos para terra desconhecida...

Vamos para terra desconhecida…

Ano: 1995
Estúdio: AIC
Diretor: Akiyama Katsuhito

Enfim, o primeiro lugar deste top não podia ser outro senão El Hazard: The Wanderers, a única das 5 séries que acompanhei toda pela tv, no antigo Band Kids apresentado pela bela Renata Sayuri, a Kira. El Hazard narra a história de  um grupo de humanos que foi transportado devido a uma experiência estranha para um mundo completamente diferente do seu, onde está havendo uma guerra entre  dois reinos. El Hazard tem um núcleo do de personagens excelente, um roteiro bem intenso com doses muito boas de comédia e com uma parte técnica razoável. A trilha sonora é outro destaque e  a dublagem nacional também, aliás quem viu esse anime na tv deve lembrar da louca risada do Kazuhito Jinnai, um dos vilões cômicos mais divertidos d e todos os animes. Além desta série, a franquia El Hazard emplacou outros animes e praticamente todos são bem legais, mas nenhum dos outros é tão icônico quanto esse.

Então é isso! Em relação aos animes com a temática “Aventuras em outro mundo”, esse é meu top 5, qual é o seu?