O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Posts marcados ‘Gainax’

Kyon News (31/08/2015): O Administrador está em pânico

1,2,3,4,5... 12,...

1,2,3,4,5… 8,…

Olá! Eu sou Kyon e quem vai ter que escrever esse texto gigante é o Administrador do blog, pois a culpa dos atrasos e dessa ideia de fazer um post com mais de cinco notícias é dele. Boa noite (Bom dia para os leitores ocidentais) e lhes vejo mais tarde!

Olá eu sou o Administrador do blog e 2839208-meme_crying

…está no ar mais um Kyon News!

Manchetes do dia:

  • Falece a desenhista Hinako Kanno
  • A revista VIVA Tales of Magazine irá deixar de ser publicada mensalmente
  • Keichi Suzuki irá dirigir a adaptação Drifters
  • YuruYuri San Hai! estreia em 5 de outubro
  • HaruChika também terá mangá
  • O Jogo Iwaihime vai ser adaptado para mangá
  • Mangá 009 Re:Cyborg termina em setembro
  • Mangá Shonen Maid será adaptado para anime
  • Hidan no Aria AA estreia em 6 de outubro
  • Adaptação para anime do jogo Rage of Bahamut estreia em janeiro de 2016
  • Production I.G. pode produzir remake de FLCL
  • Akagami no Shirayukihime 2 estreia em 2016
  • Dimension W vai estrear em janeiro de 2016
  • Confira os 7 trailers do Kyon Trailers que não saiu no último sábado

(mais…)

Conhecendo o Mercado Nacional de Mangás – Formulário de Agosto de 2015

...

Está online o  formulário de agosto do projeto Conhecendo o Mercado Nacional de Mangás.

Aos que já conhecem o projeto, peço mais uma vez seu apoio e sua disposição, mas aos que não conhecem, o mesmo trata-se de uma iniciativa do Anime Portfolio em parceria com os blogs AnimeCote Only good animesMangatom,Netoin!Otaku InsideNaty in WonderlandEcchi Must DieLeitura OrientalSuco de Mangá e Biblioteca Brasileira de Mangas, que visa fornecer dados numéricos para que nós blogueiros e os demais fãs brasileiros de mangá possamos ter uma melhor noção de como anda o mercado nacional.

O formulário atual corresponde aos títulos que as editoras informaram no checklist do mês de agosto de 2015. O mesmo ficará no ar até o dia 15 de setembro de 2015 e pode ser acessado clicando aqui ou na imagem de divulgação do projeto no menu lateral do blog. Abaixo da imagem supracitada há uma outra imagem e clicando nela (ou aqui) vocês podem ter acesso aos resultados detalhados do projeto divulgados até então.

Convido mais uma vez os demais blogueiros, podcasters, videocasters ou donos de sites especializados em mangá, a apoiar o projeto, para isso enviem um e-mail a conhecendoomercadodemangas@gmail.com informando seu interesse. E para quem não tem site, blog, podcast ou videocast, mas quer nos ajudar, peço que retwittem o formulário e que divulguem no facebook, ou no google+, ou em qualquer outra rede social.

Em agosto a pergunta extra é: Você gostaria que as editoras brasileiras lançassem mais mangas que foram publicados antes dos anos 2000 no Japão? Eu adoraria ver Jojo e outros mangás em português.

Não deixem de curtir a página do facebook do projeto, acessem-na clicando aqui. Lá vocês poderão se informar sobre as as novidades do projeto assim que elas surgirem, além de poder ler outras informações sobre o mercado nacional de mangá.

Enfim, antes de comentar o checklist do mês, reitero o pedido para que todos que puderem e que estiverem interessado nesses resultados: Divulguem o projeto para o máximo de pessoas conhecidas que gostam de mangá e que costumam colecionar algum mangá lançado no mercado nacional! Também confiram após o checklist os resultados parciais dos mês de junho desse ano.

UM POUCO SOBRE O CHECKLIST DE JULHO

Este slideshow necessita de JavaScript.

Esse mês temos 33 títulos no formulário, sendo 1 da editora Nova Sampa, 1 da editora NewPOP, 15 da editora Panini e 16 da editora JBC.

A editora Nova Sampa até o momento divulgou apenas o lançamento o penúltimo volume de Gurren Lagann, da Gainax (roteiro) de Kotaro Mori (desenhos), para agosto.

A editora NewPOP lançará nas bancas do resto do país os mangás que tiveram pré-lançamento nos eventos de julho, mas a editora também anunciou que sai esse mês o mangá yaoi de volume único  Kamisama Onegai, de Junta Mio.

A grande novidade de agosto da editora Panini fica por conta do volume 1 do mangá Ataque dos Titãs – Antes da Queda, de Hajime Isayama, Ryo Suzukaze, Satoshi Shiki e THORES Shibamoto, um spinoff de Ataque dos Titãs, que conta  história de um evento passado 70 anos antes do início da trama de Ataque dos Titãs.

Por fim, o único destaque da editora JBC em agosto fica por conta do mangá BTOOOM!, de Ju’nya Inoe,  que acaba de alcançar o Japão e deve ficar parado até um novo lançamento em terras nipônicas.

RESULTADOS PARCIAIS DE JULHO DE 2015

Segue a análise que o Google Docs fornece sobre os resultado do formulário de julho de 2015.  Esses valores não apresentam um estudo completo e detalhado do formulário e podem variar em um ou dois números para mais ou menos (Por algum motivo o Google Docs às vezes apresenta essa variação).

Como pode ser visto na figura logo abaixo, tivemos 364 respostas dos formulário em julho, sendo aproximadamente 70% homens e 30% de mulheres. A faixa mais escolhida foi de 16 a 24 anos e ninguém com menos de 10 anos respondeu o formulário.

SexoFaixaEtária

Os cinco mangás mais escolhidos em julho foram: Tokyo Ghoul #1, Planetes #2, Aoharaido #3, The Seven Deadly Sins #5 e Yu Yu Hakusho #10. E os cinco mangás menos escolhidos foram: Triage X #10, Drug-On #4, Alice no País das Maravilhas #1, Loveless #5 e Hetalia #5.

O resultado que mais me impressionou foi o de Aoharaido. Certamente a campanha por mais shoujos no Brasil deve ter influenciado nesse resultado, então será que já podemos intuir que a campanha vem sendo um sucesso? Ou devemos esperar essa leva de novos shoujos que vem por aí?

Por fim, um estudo mais detalhado do resultado da pergunta extra do formulário de julho de 2015 será lançado em uma futura edição da coluna Extras de Mangá.

Por hora é só! Até mais!

Kyon News A Edition (23/03/2015)

Clique na imagem e confira uma chuva de informações sobre o primeiro dia do Anime Japan 2015

Clique na imagem e confira uma chuva de informações sobre o primeiro dia do Anime Japan 2015

Olá! Eu sou o Administrador do blog e está no ar mais uma Kyon News! Na edição de hoje temos muitas notícias advindas a maioria do Anime Japan 2015 que aconteceu no fim de semana em Tokyo, parte das notícias que comentaria, vocês podem ver no post do Chunan clicando na imagem acima, mas ainda tem muita coisa para falar, por isso as notícias exclusivas da segunda-feira vão ficar todas para o post da madrugada junto com os lançamentos de anime no crunchyroll e das legendas dos fansubbers nacionais nos últimos 3 dias. Vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News K Edition (05/03/2015)

Como estou?

Como estou?

Eu sou o Kyon e está no ar mais uma Kyon News! Hoje temos uma de anime e um trailer. E nessa edição o Administrador do blog também vai informar quais foram os novos episódios de  anime disponibilizados pelo Cruncryroll.pt e quais foram os novos episódios de animes legendados por fansubbers brasileiros na tarde e noite desta quinta-feira. Vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News (16/01/2015)

Acessem... ou não.

Acessem… ou não.

Olá! Eu sou o Kyon e está no ar mais um Kyon News! Antes de mais nada gostaria de avisar que todos os atrasos no Kyon News são culpa do Administrador do blog… Enfim, hoje temos duas novidades de mangá, duas novidades de anime e uma notícia triste. Também temos no fim do post a lista de animes lançados sexta-feira no Cruncyroll.pt e as legendas disponibilizadas sexta-feira por fansubbers nacionais. Sem mais delongas, vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News (16/12/2014)

Gomu Gomu...

Gomu Gomu…

Olá! Eu sou o Administrador do blog e está no ar mais um a edição da coluna Kyon News! Hoje temos uma novidade de anime, um trailer e mais uma notícia triste. Enfim, vamos as notícias…

(mais…)

Kyon News (25/11/2014)

Saudades de Battoru

Saudades de Battoru

Olá! Aqui é o Administrador do blog e este é mais uma edição da coluna Kyon News! Hoje temos apenas uma novidade de mangá, uma de anime e um trailer. Sem mais delongas, vamos as notícias…  (mais…)

Kyon News (26/09/2014)

Censura....

Censura….

Olá! Começa agora mais um Kyon News e na edição de hoje temos muitas notícias e eu tenho pouco tempo (não por minha causa, mas porque o Administrador do blog tem uma prova  pela manhã). Vamos as notícias…

(mais…)

Pensador Otaku: O termo otaku

Olá a todos! Hoje é dia de mais uma texto sobre pensamentos aleatórios relacionados ao universo otaku e dessa vez há um motivo ainda maior para esta postagem, pois ela serve com também como uma informação relevante para os próximos dois textos dessa culuna. O tema sobre o qual divagarei hoje é o termo “otaku” e suas várias interpretações, principalmente aquela que acredito ser a mais adequada. É hora de abrir suas mentes e pensar sobre o mundo otaku

otakuO termo Otaku possui dois significados principais. O primeiro é que ele seria a junção do honorífico “O” (お) ao termo “Taku” (宅) que significa a casa da pessoa. O honorífico “O” no início de uma palavra indica uma certa conotação mais formal, palavras comuns que usam esse termo por exemplo são “Ocha” (お茶), que quer dizer chá, ou, “Okane” (お金), que quer dizer dinheiro. O outro significado do termo “otaku” (おたく) é que este seria uma forma antiquada e bastante educada de “você” (normalmente se usa “anata” ou あなた). Note que nesse último caso toda a palavra “otaku” (おたく) é escrita em hiragana, sendo essa a forma mais comum de se escrever o termo.

A primeira teoria do surgimento do termo “otaku” foi a de que ele se tornou popular no início dos anos 80 em redes sociais de fãs de mídias diversas. A segunda, que tem mais haver com o primeiro significado que falei, é de que o termo começou a ser usado no início dos anos 80 para designar pessoas que passavam muito tempo em casa devido a algum tipo de atividade como ver anime, ler mangá, jogar video game e outras coisas, além disso, diz-se que essas pessoas passaram a se comunicar muito pelos famosos BBS’s e neles passaram  se tratar pelo termo “otaku”.

A origem...

Macross e a origem do termo…

Já a terceira teoria, que dar um sentido para a utilização do termo entre os fãs de anime e mangá, é de que a expressão começou a ser usada no fim dos anos 70 por Shouji Kawamori e Haruhiko Mikimoto no lugar de “anata”, ainda quando cursavam a universidade de Keio. Nesta época eles se tornaram co-fundadores do estúdio Nue e co-criadores de Super Dimension Fortress Macross, tanto que o termo é utilizado dentro do anime lançado em 1982. O termo “otaku” então teria se popularizado como sendo uma forma diferente de tratar aquelas pessoas que tinham o conhecimento superior sobre animações e quadrinhos japoneses…

Independente da origem do termo é certo que o seu uso para designar pessoas fanáticas por algo específico (como animes, mangás, idols, futebol, romances, trens e etc) se tornou mais comum a partir dos anos 80 e durante quase toda a essa década ele era usado pelas próprias pessoas que se diziam otaku e sem o tom pejorativo que ele ganhou depois, aliás em 1983, um quadrinho de humor lançado por Akio Nakamori na revista lolicon Manga Burikko, chamado “Otaku” no Kenkyuu (Uma investigação de “Otaku”) tratava os otakus de uma forma caricatural e mesmo com o tom de deboche que alguns utilizavam, o termo foi se popularizando.

Um caso perturbador...

Um caso perturbador…

O tom pejorativo do termo começou a se proliferar no fim dos anos 80, com a mídia e o governo tentando tornar o estilo de vida otaku menos popular, mas o principal evento que fez a sociedade japonesa passar a ver os otakus com maus olhos foi o caso de Tsutomu Miyazaki, o famoso Assassino Otaku, que veio a tona em 1989. Miyazaki sequestrou e assassinou 4 crianças de 4 a 7 anos de idade entre agosto de 1988 e julho de 1989, vale ressaltar que a expressão “Assassino Otaku” só se popularizou depois da prisão de Miyazaki e depois de os policiais encontrarem diversos vhs’s de anime e filmes de terror (principalmente Slasher Movies) em seu apartamento, mas ele chegou a ser chamado também de o Assassino de ninfas, o Assassino da menina pequena (em relação ao caso de agosto de 1988) e até de Drácula, por ter bebido o sangue de suas vítimas, fora outras coisas que fez, coisas estas que não vale a pena mencionar aqui. Tsutomu Miyazaki foi condenado a pena de morte e foi executado por enforcamento em  junho de 2008.

Nos anos 90 cresciam ainda mais os movimentos anti-mangás e o tom pejorativo dado ao termo otaku após o caso de Tsutomu Miyazaki fortaleceu esses movimentos que por sua vez popularizaram ainda mais esse tom pejorativo. Em 1991, o estúdio Gainax lança um ova e documentário ficcional de 2 episódios chamado Otaku no Video, que mostra as duas faces da moeda de ser um otaku de forma bastante exagerada. No fim dos anos 90 e início dos anos 2000 o tom pejorativo do termo começou a diminuir e muitas obras falando sobre o universo otaku foram  lançadas.

O fenômeno Densha Otoko...

O fenômeno Densha Otoko…

No início dos anos 2000, várias lendas surgiram em foruns de internet japoneses, e uma das mais famosas é a do Densha Otoko surgida no famoso fórum 2ch, que fala sobre um otaku que teria conhecido uma bela mulher em um trem e a teria “salvado” de um senhor bêbado que estava quase a “molestando”. Após isso ele se apaixonou pela jovem e com ajuda dos membros do forum se declarou para a mesma. Tal história se tornou bastante famosa e ganhou livro, filme, mangá e uma série de tv. Esta última lançada em 2005 foi um grande sucesso e popularizou o ato de pessoas se denominarem otakus. Na série, além do protagonista, diversos outros otakus pertencentes ao forum são mostrados, sendo estes otakus pelas mais diversas coisas, como cosplayers, otaku por materiais militares, otaku por futebol e etc.

O ex primeiro ministro japonês Taro Aso, que esteve no cargo entre setembro de 2008 e setembro de 2009, era um otaku declarado e usou a cultura otaku como forma de promover o Japão no exterior. Estudos recentes feitos entre japoneses comprovam que hoje em dia quase metade da população se diz otaku por alguma coisa (não consegui ler o site das pesquisas, pois meu japonês não é tão bom, por isso não posso informar dados mais exatos, então peguei a informação de sites em inglês que também não traduziram por completo a informação original)…

e no ocidente...

e no ocidente…

No ocidente o termo “otaku” se popularizou como uma representação de pessoas fãs de anime e mangá e é aceito na maioria dos lugares apenas como uma forma de nomear estas pessoas sem haver tom depreciativo, porém há lugares como no Canadá que por motivos culturais ser otaku é algo realmente mal visto pela sociedade.

Enfim, independente da forma como os otakus são vistos ou não, o termo “otaku” não é um xingamento ou uma forma pejorativa de se dirigir a alguém, na verdade é uma expressão criada e utilizada para representar alguém que é fanático por algo em se tratando de Japão e para representar as pessoas que são fanáticas por anime, manga e, muitas vezes, também pela cultura japonesa, fora de de terras nipônicas. Então meu caro, pode falar que é um otaku a vontade sem medo de está se auto xingando ou qualquer coisa parecida…

Obrigado a todos vocês!

Obrigado a todos vocês!

Como um pensador e auto crítico me sinto feliz por ser um otaku e por fazer parte desse universo com uma cultura tão abrangente, que se originou no Japão, mas que se proliferou por todo o mundo, no entanto é exatamente sobre os problemas dessa proliferação que falarei na próxima edição da coluna Pensador Otaku. Por hora, gostaria apenas de agradecer a todos que chegaram ao fim de mais este longo texto e também agradecer ao anime Outbreak Company que além de me divertir bastante, me fez refletir sobre a “invasão da cultura otaku fora do Japão” e por isso decidi falar sobre o tema atual desta coluna e sobre o tema das duas edições vindouras.  Então nos vemos no próximo post! Bye!

Shin Seiki Evangelion

Shin Seiki Evangelion

Shin Seiki Evangelion

“Evangelion é um dos animes mais famosos e mais polêmicos do mundo.”

Relatando…

Esta frase por si só é pequena para descrever esta obra, uma obra que mudou a visão sobre animes de ficção científica. Predecessor do gênero mecha, que tem os eternos Gundans como sua maior franquia, e criado por um estúdio com pouca fama na época, Evangelion não só foi um marco na história dos animes de ficção científica, como foi o anime que apresentou o incrível poder do estúdio Gainax e o trabalho brilhante do diretor Hideaki Anno.

Baseado no mangá que tem um roteiro da própria Gainax e a arte de Yoshiyuki Sadamoto que foi publicado até 2013 pela Kadokawa Shouten.

O anime Shin Seiki Evangelion, criado em 1995, apresenta um planeta terra modificado drasticamente por um evento que ocorreu no ano 2000. O segundo impacto, como foi chamado o evento,  supostamente ocorreu pela queda de um meteoro sobre a Antártida e causou um número incontável de mortes, porém isto seria apenas uma prévia do que estava por vim.

A história de Evangelion se passa em 2015,  e começa apresentando um garoto chamado Shinji Ikari, filho de Gendou Ikari, o líder da organização NERV que é um órgão subordinado as nações unidas e que  tem como base a cidade de Tokyo 3, a última fortaleza da humanidade.

Shinji foi convocado por seu pai, que tinha o deixado (abandonado) aos cuidados dos seus tios por mais de 10 anos, e está esperando a tenente Misato Katsuragi que estava encarregada de  escoltá-lo, porém antes que a mesma chegue. A cidade é atacada por uma criatura humanoide e gigantesca. Shinji presencia então a chegada de uma outra criatura gigantesca parecida com um robô que passa a lutar contra a primeira criatura,  neste meio tempo a tenente Katsuragi chega e então ele é levado a seu pai enquanto armas diversas são usadas para tentar deter a primeira criatura que aparentemente derrotou o robô.

Ao chegar no local onde foi levado, Shinji, descobre que o robô na verdade se chama Evangelion nº 01 e que a criatura que estava causando destruição era chamada Anjo. Além disso, ele descobre que a intenção do Anjo é acabar com Tokyo 3 e assim destruir a última  esperança que a humanidade tem  de combater esta criatura. Seu pai controla a organização encarregada pelo mesmo eva e ao se encontrarem, pai e filho, nenhum sorriso é trocado,  na verdade tudo que shinji recebe é uma ordem. A ordem de pilotar o Evangelion nº 01 e derrotar o Anjo.

(mais…)