O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Posts marcados ‘Light Novel’

Kyoudai Podcast – Light Novels no Brasil e Death Parade 1 a 3

Podcast em parceria entre o Anime Portfolio, Netoin e Animecote com a participação de Evilasio Junior (@JuniorKyon) e Carlírio Neto (@cnetoin). Nessa edição falamos sobre Light Novels no Brasil  e também comentamos mais sobre o anime Death Parade. Para baixar o áudio e escutar depois recomendo usar este site: http://www.youtube-mp3.org/

Extras

Conhecendo o Mercado Nacional de Mangás – Agosto de 2013 – Que Light Novel você acha que faria sucesso no Brasil?

Muita gente acha que SAO faria sucesso no Brasil!

Muita gente acha que SAO faria sucesso no Brasil!

Olá a todos! Trago-lhes hoje alguns dados resultantes das respostas da pergunta extra do formulário de agosto de 2013 do projeto Conhecendo o Mercado Nacional de Mangás. Ainda vai demorar para preparar os dados dos resultados dos demais meses dos formulários de setembro de 2013 a fevereiro de 2014, devido o pouco tempo que tenho disponível para isto.

Houve ao menos uma pessoa que disse não saber o que é light novel, então é interessante explicar o  que são essas obras.

Ligh novels são livros (com algumas poucas ilustrações que não são necessárias para história) que apresentam histórias curtas e cheias de diálogos, estas seguem um roteiro muito similar ao de mangás e normalmente algumas dessas obras geram séries, mas cada livro contém uma história completa. Como exemplo de light novels famosas temos Sword Art Online, Suzumiya Haruhi no Yuutsu e Monogatari series, ambas obras que foram posteriormente adaptadas para anime.

Sem mais delongas, vejam abaixo que light novels aqueles que responderam o formulário do projeto Conhecendo o Mercado Nacional de Mangás acham que fariam sucesso no país.

Que Light Novel você acha que faria sucesso no Brasil?

Das 184 pessoas que responderam o formulário de agosto de 2013, 81 responderam (retirando algumas poucas respostas sem muito sentido) a pergunta Que Light Novel você acha que faria sucesso no Brasil?, sendo 72 homens e 9 mulheres. Ao todo tivemos 171 votos, uma média de 2.11 votos por pessoa, dos quais 162 foram de pessoas com 16 a 30 anos de idade. Ao todo foram 59 sugestões e uma pessoa respondeu que em sua opinião nenhuma light novel faria sucesso no Brasil. Houve pessoas que votaram em novels que gostam, outras que votaram apenas em novels que acham que fariam sucesso no país (inclusive algumas deixam claro isso) e ao menos uma pessoa afirma que devido a heterogeneidade do país, qualquer light novel faria sucesso.

As 9 light novels mais votadas.

As 9 light novels mais votadas.

A série Sword Art Online foi a série mais votada com mais de o dobro de votos da segunda série de light novels mais escolhida, sendo essa segunda a série de novels de Suzumiya Haruhi, que foi seguida de perto por Monogatari Series. Além dessas, Accel World e Durarara!! fecham a lista das 5 novels mais escolhidas. Especificamente dentre os homens, as três novels mais escolhidas foram Sword Art Online, Suzumiya Haruhi no Yuutsu e Monogatari Series, já entre as mulheres, a única novel com mais de um voto foi Sword Art Online.

As 50 novels que receberam menos de 4 votos cada.

As 50 novels que receberam menos votadas.

É interessante notar a variedade de novels sugeridas, sendo que houve um seleção grande obras de ação, romance, comédia, mistério e ecchi. É importante por fim, reiterar que esse resultado representa a opinião dos votantes sobre que light novels fariam sucesso no Brasil, mas não é certo que esse resultado se mantivesse similar caso a questão fosse que novel cada um dos votantes gostaria de ver no país.

Enfim, é isto! Logo que possível trarei mais resultados dos formulários do projeto Conhecendo o Mercado Nacional de Mangás. Até mais!

Considerações Finais sobre Spice and Wolf

Yo! Hoje é dia de apresentar minhas considerações finais de um anime que comecei a ver lá em 2008, mas que só terminei ano passado devido a edição 3 da coluna Hora de Aventura,  trata-se de Spice and Wolf. Sem muitas delongas, vamos as considerações finais.

O melhor mentiroso é aquele que sabe reconhecer quando alguém está mentido

“O melhor mentiroso é aquele que sabe reconhecer quando alguém está mentido!” by Holo

Esse texto não é uma resenha de Spice and Wolf e pode apresentar alguns spoilers leves, então se você não conhece este anime recomendo ler antes a resenha do mesmo que fiz para o projeto Um Anime Por Dia acessando esse link.

Título: Spice and Wolf
Obra Original: Light Novel
Autor da Obra Original: Hasekura Isuna
Gêneros:Comércio, Medieval, Fantasia
Número de episódios: 12
Ano de Lançamento: 2008
Produtora: Imagin
Diretor: Takahashi Takeo

A trama se passa em um mundo que lembra o fim da idade média quando estava acontecendo a ascensão da burguesia, porém quando ainda era forte a influência da igreja. Essa história gira em torno de dois personagens, um mercador (ou caixeiro viajante, ou mascate) e uma deusa loba.  Holo é uma loba gigante vinda do norte que diziam trazer fartura a colheita de um certo vilarejo e durante muitos anos ela teve contato com os humanos desse lugar, mas com o passar do tempo a crença na deusa Holo se tornou cada vez mais fraca e o festival que havia em sua homenagem, já não passava de um festival qualquer em homenagem a colheita farta, além do que a igreja, agora influente no vilarejo, proibia estritamente que deuses “pagãos” fossem vangloriados. Seiscentos anos se passaram desde a chegada de Holo aquela região e durante um festival da colheita ela se encontra com o mercador Lawrence e pede que ele a ajude na volta dela para sua terra natal no norte, em troca ela o ajudaria com seu trabalho. Então começa a jornada do mercador, Lawrence, e da Deusa loba em forma humana, Holo.

O roteiro do anime é muito bem escrito e me agrada bastante, porém o ritmo da história atrapalha um pouco, já que a série mesmo nos momentos de maior tensão parece sempre meio lenta, com exceção dos dois episódios finais dessa primeira temporada. Algo que me agrada bastante no roteiro é essa forma incomum de se tratar de comércio, não como se isso fosse apenas um pano de fundo, na verdade as estratégias de comércio são uma importante da história o que também torna alguns diálogos mais complexos  do que o que aqueles  com os quais nos acostumamos em animes. Além do lado do comércio, ainda temos uma pseudo inquisição, com caça a Holo por ela ser uma espécie de Deusa pagã e a forma como isso é tratado é muito legal, pois muitos dos personagens se veem na situação de ter de escolher fazer o que é certo e não julgar ela (e até outros personagens) pelo que representa, mas pelo que é, ou seguir o que a igreja prega.

Apesar de tudo que se foi dito do roteiro até agora, o ponto alto do anime são de fato os personagens, como eles são nos apresentados e a forma como agem, o que justifica muito bem cada uma das decisões que são tomadas, para bem e para mal, fora que a forma de dialogar de cada um é muito bem retratada. Aliás, a série abusa dos diálogos, muitos deles muito complexos e é comum você se pegar admirando uma ou outra solução apresentada nesses diálogos.  Vale ressaltar que a série vai na contramão da maioria das histórias, e não há muitos segredos sobre os planos bolados pelos personagens, enquanto que  na maioria das séries  as ações são apresentadas e apenas depois é revelado que aquilo foi um plano elaborado pelos personagens, aqui, além da execução, nós acompanhamos a elaboração dos planos e isso inclusive faz com que as situações não previstas ganhem uma importância ainda maior, porém repito que o ritmo quase sempre lento da obra, atrapalha a sensação de urgência de certas situações.

Quanto a aspectos mais técnicos, o anime tem uma animação razoável, não chega a ser excelente, mas está longe de ser ruim. A arte me agrada bastante e a dublagem é muito boa, com destaque para a Holo, que é dublada pela Koshimizu Ami, que também dublou a Tsukamoto Tenma de School Rumble,  a Maou de Maoyuu Maou Yuusha  e a Matoi Ryuuko de Kill la Kill, que são outras personagens de que gosto muito, aliás a genial voz com sotaque carregado que ela criou para a Holo, me lembra muito o trabalho dela com a Maou e é muito diferente nas outras duas personagens citadas. Por fim, a trilha sonora particularmente não me encantou muito e apesar de adorar os temas de abertura e encerramento e algumas músicas internas, no geral acho a trilha meio fraca.

Enfim, Spice and Wolf  não é um anime excelente, mas tem muitos pontos positivos e deve divertir bastante o público que gosta de obras de fantasia medieval tratadas de uma maneira mais séria e menos usual, sem tanto a questão de batalhas de cavaleiros, magos e criaturas fantásticas, tratando mais de questões complicadas como religião, comércio,  costumes locais, briga por poder, dentre outras questões. Não é um anime para todos, mas é sim um bom anime e apesar de não ter lido as novels, os que às leram, acham a versão original ainda melhor, inclusive pessoas que conheço pessoalmente e que possuem a novel já me afirmaram isso, o que não diminui o anime, apenas mostra que a novel é  uma aquisição recomendada, pois a história de Spice and Wolf é realmente muito boa e merece ser apreciada.