O ogro azul dos fãs de anime e mangá…

Posts marcados ‘Studio 4ºC’

Kyon News (09/06/2015)

Se você é maior de idade, tem Netflix e não tem nenhum com orientações sexuais, crenças religiosas e costumes culturais diferentes do seu, vale a pena ver Sense8.

Se você é maior de idade, tem Netflix e não tem nenhum com orientações sexuais, crenças religiosas e costumes culturais diferentes do seu, vale a pena ver o seriado Sense8.

Olá! Eu sou o Kyon e Van Damn e Conan são grandes heróis!

Está no ar mais um Kyon News!

Manchetes do dia:

  • Revelado título e estúdio dos animes de 2016 do projeto Anime Mirai
  • Novo mangá de Madoka Magica é anunciado

(mais…)

Kyon News (27/11/2014)

A Black Friday não me afeta?

A Black Friday não me afeta?

Olá! Está no ar mais um Kyon News! Hoje falaremos de vários anúncios do noitaminA e mais algumas coisas. Vamos as notícias…

(mais…)

Este é meu TOP 5 de… Continuações que espero até hoje

Yo! Fazia um tempo que aqui só tínhamos post de podcasts, mas todo mundo precisa de um tempo para si não é verdade? A  partir de hoje estou de volta as postagens escritas e volto com uma coluna que muita gente andou curtindo no fim do ano passado o Meu TOP 5. O Top de hoje, como todos os outros, seria diferente para qualquer outra pessoa que o fizesse, mas os animes que citarei aqui hoje com certeza deixaram não apenas a mim, mas a muitos, com o gostinho de quero mais e de preciso de mais! Hoje vamos falar daqueles anime que mereciam uma continuação, até porque a maioria deles são derivados de outras mídias, como mangá, onde continuaram por algum tempo ou onde continuam até hoje. Sem muitas delongas fiquem com mais esse top.

5º Lugar – Kekkaishi

Kekkaishi - Dublado - Legendado - Episodio - Anime - Manga - Assistir Online
Exibição original:
De 16 de outubro de 2006 a 12 de fevereiro de 2008
Estúdio: Sunrise
Diretor:
Kodama Kenji
Mídia Original:
Mangá
Autor da obra Original: Yellow Tanabe

Enquanto o mangá de Yellow Tanabe está quase sendo cancelado aqui no Brasil com 19 volumes apenas, no Japão o mesmo perdurou até sua edição de número 35 e teve uma adaptação animada que passou despercebida por muitos no ocidente, mas que tornou outros grandes fãs da série. O anime contou com 50 episódios, o bastante apenas para apresentar os acontecimentos que ocorrem do 1º ao 13º volume do mangá. Desde então a obra foi crescendo em fama, mas nunca mais voltou as telinhas e com o fim do mangá em 2011, as esperanças de uma segunda temporada da série foram praticamente dizimadas, uma pena para os fãs da obra original e do anime da Sunrise, como este que vos escreve.

4º lugar – Berserk

Berserk
Exibição original:
De 8 de outubro de 1997 a 01 de abril de 1998 (Série de TV)|fevereiro de 2012 a fevereiro de 2013 (Filmes)
Estúdios: OLM e Studio 4ºC
Diretor:
Takahashi Naohito
Mídia Original:
Mangá
Autor da obra Original: Kentaro Miura

A obra prima inacabada de Kentaro Miura já recebeu duas animações, uma série de tv com 25 episódios e três longa metragens que são mais recentes. Ambas as obras se focam na saga da Era de Ouro que segue até por volta de um quarto do mangá. A saga anterior a Era de Ouro apenas é apresentada rapidamente na animação para tv. Por anos, os fãs da obra de Miura sonharam com uma continuação da obra e quando foi anunciado o remake da Era de Ouro em três longas, muitos especularam que após esses longas, sairia algum outro contando uma das sagas posteriores, mas até hoje não há se quer notícias de uma continuação. O resultado não tão positivo dos longas como um todo, esfriaram ainda mais os ânimos dos fãs, porém como o mangá segue inacabado, mesmo com mais de 20 anos de publicação, ainda há esperanças, ou ao menos eu e muitos fãs da obra queremos crer nisso. Será que um dia o Guts usará a armadura de Berserk nas telinhas ou nas telonas?

3º Lugar – Kuragehime

amars
Exibição original: De 15 de outubro de 2010  a 31 de dezembro de 2010
Estúdio: Brain’s Base
Diretor:
Oomori Takahiro
Mídia Original:
Mangá
Autor da obra Original: Akiko Higashimura

Provavelmente esta é a obra mais desconhecido dessa lista, mas esse anime para mim é um dos melhores de 2010 e um das minhas obras preferidas dentre as exibidas no famoso bloco noitaminA da Fuji TV. O anime possui apenas 11 episódios e cobre pouco menos de um terço do mangá que até o momento conta com 13 volumes e segue sendo publicado. A obra mistura comédia, com drama e um perspectiva sobre otakus bem diferente da convencional, fora outros assuntos que ela arranha um pouco, como cross-dress e política. O anime ainda conta com um das aberturas mais criativas de toda a história das animações. Na época que o anime terminou o mangá possuía poucos volumes lançados, então esperava-se que após o lançamento de um número maior  de volumes, uma continuação animada fosse produzida, porém isto não ocorreu e não há nenhum indicativo que vá ocorrer. E pensar que o noitaminA só tinha anime bom até 2011, mas nos últimos dois anos… bem ainda tem algumas boas obras que se salvam, mas há outras que deviam muito bem dar lugar a uma continuação de Kuragehime.

2º lugar – Suzumiya Haruhi no Yuutsu

TheMelancholyofHaruhiSuzumiya upload
Exibição original: De 3 de abril de 2006 a 3 de julho de 2006 (Série de TV)|De 3 de abril de 2009 a 9 de outubro de 2009 (Continuação da série de TV)| 6 de fevereiro de 2010 (Filme)
Estúdio: Kyoto Animation
Diretor:
Ishihara Tatsuya
Mídia Original:
Light Novel
Autores da obra Original: Nagaru Tanigawa e Noizi Ito

Essa obra é um dos maiores fenômenos desse século, a série de animação de 2006 impressionou toda a indústria  e fez Suzumiya Haruhi e os demais membros do SOS DAN se tornarem celebridades entre o público otaku. O primeiro anime de 14 episódios impressionou não apenas pela história maluca que mistura comédia, mistério e ficção científica em um ambiente escolar, mas  também pela exibição desordenada dos episódios que dividiu opiniões. Três anos depois do primeiro anime, uma sequencia com o dobro de episódios da série original surgiu, dessa vez trazendo os episódios dp primeiro anime em ordem cronológica e mais 14 episódios novos contando acontecimentos que ocorrem entre algumas partes da história apresentada no primeiro anime, além disso, mais uma polêmica surgiu. Dessa vez por conta da famosa endless eight, uma parte da obra em que os personagens entram em loop temporal, revivendo vários vezes os acontecimentos de parte do mês de agosto. A polêmica se deu pela escolha do estúdio de usar 8 episódios quase que idênticos para contar a trama deste evento, dando a  impressão de que isso se seguiria até o fim do anime. Muitos fãs se irritaram com esta escolha do estúdio, chegando inclusive a dizer que o estúdio estava fazendo aquilo para poupar trabalho e economizar dinheiro, mas no fim o anime ainda se manteve em alta e a fama da obra seguia grandiosa. No ano seguinte o filme Suzumiya Haruhi no Shoushitsu foi um fenômeno e desbancou a bilheteria de outras famosas que saíram obras no ano de seu lançamento, se tornando tanto um sucesso de crítica quanto de público. Além das séries de tv e do filme, duas séries spin-offs de comédia foram lançadas na internet, Suzumiya Haruhi-chan no Yuutsu e Nyoron Churuya-san, ambas também fizeram bastante sucesso. O estranho é que depois do filme, nada mais foi falado com relação a uma continuação animada, nem para tv, nem para internet, nem para o cinema. A novel conta atualmente com 11 volumes e continua em publicação. Os dois últimos volumes da novel foram publicados em 2011 no Japão, depois de um hiato de 4 anos. São cerca de 7 novels ainda não exploradas pelas animações, mesmo assim quem sabe se um novo anime de Suzumiya vai sair? Eu e muitos (mas muitos mesmo) esperamos que saia.

1º lugar – Seto no Hanayome

seto-no-hanayome
Exibição original:
De 2 de abril de 2007 a 1 de outubro  de 2007 (Série de TV)| 3 de abril 2008 e 5 de janeiro de 2009 (OVA)
Estúdio: Gonzo e AIC
Diretor:
Kishi Seiji
Mídia Original:
Mangá
Autor da obra Original: Kimura Tahiko

Seto no Hanayome é uma anime de comédia baseada na obra homônima de Kimura Tahiko, e quando eu falo comédia, eu me refiro a uma daquelas que você chora de tanto rir. A obra não recebeu o melhor dos tratamentos, mas ainda assim é louvável o esforço feito pelos estúdios Gonzo e AIC ue no fim das contas criaram um bom anime. O mangá foi encerrado em dezembro de 2010 com  ao todo 16 volumes e tal como Kekkaishi, com o fim do mangá, muitas das esperanças de um anime que apresentasse a continuação da obra se foram, mesmo assim, por mais que hajam outros animes que adoraria ver a continuação, hoje em dia Seto é o anime que mais me agradaria ver a continuação, afinal os dois episódios do OVA não foram o bastante para matar as saudades e já faz quase 7 anos que espero ver um final animado para a história de Nagasumi, Sun, Lunar e cia. Sem dúvida uma das melhores obras de comédia da minha vida.

Antes de terminar esse texto, vale pelo menos fazer uma menção honrosa  a mais duas outras obras que queria muito ver a continuação, o anime de ciclismo Over Drive e o anime de comédia Danshi Koukousei no Nichijou

Bem, é isso! Esse é meu top 5 de continuações que espero até hoje, qual é seu?

Curtas da Semana #43 – Kiki Live Action, Novo filme da Ghibli, Anime Mirai 2014 e uma indicação para Pokefãs (ou não).

Olá A todos! Na edição de hoje separei três notícias para o Kyon comentar. Ele vai falar  um pouco sobre o primeiro trailer completo do live action de Kiki Delivery’s Service, sobre o filme de 2014 do estúdio Ghibli e sobre o Anime Mirai 2014. E no fim, eu (o administrador deste blog que está para completar 5 anos. T.T) volto aqui para indicar um texto publicado no Crunchyroll Brasil. Então, vamos aos curtas!

Saiu o primeiro trailer completo do filme Live Action de Kiki Delivery’s Service

...

Majo no Takkyubin (O Serviço de entregas da Kiki) é um livro de fantasia escrito por Eiko Kadono em  1985, que ganhou uma adaptação animada para os cinemas produzida pelo estúdio Ghibli e dirigida por Hayao Miyazaki em 1989. Em 2014 será lançada uma versão live action (com pessoas de verdade) que estreará nos cinemas japoneses no dia 1 de março. Essa semana foi disponibilizado na internet o primeiro trailer completo deste longa metragem que pode ser conferido abaixo.

Particularmente eu sempre achei que esse filme é de certa forma um equívoco, pois Majo no Takkyubin é uma história que funciona muito bem na  mídia escrita e como animação, mas não me parece ser uma boa obra para ser adaptada ao cinema live action, porém é preciso  conferir antes de se criticar mais claramente e pelo que vi no trailer… Primeiramente não achei a caracterização dos personagens muito boa, fora que perde toda a inocência e até um pouco da magia você ter pessoas claramente mais velhas interpretando crianças, além disso, a música tema do filme não me agradou e várias outros pequenos detalhes que precisaram ser adaptados para película live action fizeram a obra perder um pouco de seu encanto, como por exemplo o gato falante de Kiki que não aparece no trailer e se me permitirem chutar, a cena final não será tal como na obra original nem como no filme da Ghibli. Acho interessante a iniciativa de transportar aqueles personagens da literatura e das animações para uma perspectiva com atores reais, mas há obras que não precisam disso e sejamos francos, é bem comum muitas dessas adaptações de obras fantásticas serem bem fracas.

Estréia no versão de 2014 o novo filme do Studio Ghibli: Omoide no Marnie

Já gostei pelo poster.

Já gostei pelo poster.

Recentemente a distribuidora Toho apresentou alguns de seus filmes para 2014 e dentre eles está When Marnie Was There (Quando Marnie estava lá) o próximo filme produzido pelo estúdio Ghibli, que deve ser lançado no verão japonês. O diretor do filme é Hiromasa Yonebayashi, o mesmo de Karigurashi no Arriety (O Mundo dos Pequeninos). O longa é baseado no livro infantil da escritora inglesa Joan G. Robinson lançado em 1965 e que está na lista dos 50 livros recomendados para crianças por Hayao Miyazaki.

A obra conta a história da jovem Anna, um garota sem amigos, que ao viajar para a pequena aldeia de Norfolk, conhece uma misteriosa jovem chamada Marnie e ambas acabarão se tornando grandes amigas, mas há algo sobre Marnie que está ligado a história de Anna e que essa nem desconfia.

Com base na equipe de produção, nos roteiristas, na recomendação de Miyazaki, no plot da história e na arte promocional, eu estou esperando mais um filmaço da Ghibli (E eu ainda mais! Nota do Administrador viciado nos filmes do Ghibli).

Conheça um pouco sobre as animações do Anime Mirai 2014

Saiu um vídeo promocional que apresenta as quatro animações do projeto Anime Mirai 2014. Já comentei sobre o Anime Mirai 2014 no Curtas da Semana 38, mas na época nem imagens promocionais nem o plot das obras haviam sido apresentados. Abaixo tem uma breve informação sobre cada curta e logo depois o vídeo promocional.

Curta: Hamonie
Estúdio: Ultra Super Pictures
Diretor: Yasuhiro Yoshiura (Eve no Jikan e Sakasama no Patena)
Sinopse: A obra acompanha a história da jovem Akio Honjou, uma colegial que vive em um local onde cada pessoa tem seu pequeno mundo e ela está muito satisfeita com o seu, porém se sente curiosa em saber como é o mundo de Juri Makina, a jovem que senta na outra ponta de sua classe

Curta: Ôkii Ichinensei to Chiisana Ninensei
Estúdio: A-1 Pictures
Diretor: Ayumu Watanabe (Nazo no Kanojo X e Uchuu Kyoudai)
Sinopse: A obra conta uma aventura vivida por duas crianças, um garoto alto e meio medroso chamado Masaya e uma garota corajosa, baixinha e que é um ano mais velha que Masaya, chamada Akiyo.

Curta: Paroru no Miraijima
Estúdio: Shinei Animation
Diretor: Kazuaki Imai
Sinopse: Na obra há um grupo de animais estranhos que vivem em uma ilha desconhecida e isolada, mas quando um deles, chamado Paroru Zûzu Rikotto, encontra uma fotografia de um ser humano, ele se fascina por aquela criatura e parte, junto a seus amigos, em um jornada para conhecer a civilização.

Curta: Chronus
Estúdio: Studio 4ºC
Diretor: Naoyuki Onda
Sinopse: A obra é protagonizada por um estudante adolescente, chamado Makoto Nakazono, que tem a habilidade de ver seres obscuros que roubam a alma das pessoas e quando questionado por um deste se ele não fará nada para impedi-lo, o jovem diz que não há nada que ele possa fazer, porém Makoto se ver em meio a um dilema quando essa criatura passa a rodear seu amigo de infância.

Geralmente o Anime Mirai apresenta animações de extrema qualidade e dentre as quatro animações supracitadas, me interessei mais pelos curtas Harmonie e Chronus, tanto pelo plot, quanto pelo visual, mas o administrador do blog também acha que a animação da A-1 Pictures pode ser muito boa, tanto pela equipe, quanto pelo estúdio e mesmo que não queira admitir,  ele também gosta bastante de histórias infantis. Os curtas do Anime Mirai  estreiam nos cinemas japoneses no dia 1 de março, para mais informações recomendo acessar o portal Koi-nya.

Com isso eu (Kyon) me despeço, mas antes de terminarmos essa edição dos curtas da semana o administrador do blog ainda tem um recomendação de texto para vocês.

O bizarro mundo Pokemon

Boa sorte Pikachu!

Boa sorte Pikachu!

Em minhas andanças pela internet acabei encontrando um texto muito bom, elaborado pelo Datatsushi para o Crunchyroll Brasil, este por sua vez se baseou em um texto bem similar elaborado para o portal Kotaku. Nesse texto são apresentadas algumas peculiaridades sobre alguns pokemons, provando que nem todas essas criaturinhas são flor que se cheire, por sinal viver no mundo Pokemon só parece ser tranquilo, porque na verdade as pessoas devem ser super-humanas para conseguir domesticar esses seres.

Cliquem aqui e confiram o texto “O Bizarro Mundo Pokemon”

Então é isso meus caros leitores. Semana que vem temos mais curtas da Semana. Até a próxima!