O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Go to DMC!

Go to DMC!

“Tenho que ser grato à música. Sem ela, eu teria me tornado apenas mais um serial killer insano.” – Krauser II

Relatando…

Imagine-se um rapaz do interior que muda-se para a capital Tóquio a fim de fazer faculdade e, talvez, realizar seu sonho de se tornar um artista famoso com músicas alegres e românticas de pop sueco. Agora imagine que este rapaz, você, é o vocalista da banda de death metal mais cultuada Tóquio, com músicas que falam sobre assassinatos, tripas, estupros e coisas do tipo. Bem, esse é Souichi Negishi, ou devo dizer Johannes Krauser II? Sempre em conflito por causa de suas “duas vidas” totalmente opostas, Souichi é o protagonista de Detroit Metal City, uma série de 12 OVAs de pura comédia lançada en 2008 pelo STUDIO4°C, baseada na obra de Kiminori Wasaksugi. O enredo, como eu já disse, gira em torno das desventuras de Negishi, que odeia ter que “encarnar” o vocalista e guitarrista da banda Detroit Metal City, Krauser, (apesar de se empolgar bastante com isso) e, em certos momentos, suas personalidades entram em choque, gerando situações, no mínimo, inusitadas. É curioso notar, aliás, que Negishi é extremamente habilidoso como guitarrista. Todas as suas músicas autorais são simples, mas ele executa umas paradas cabulosas perfeitamente as músicas de death metal do DMC, enquanto canta e interage com o público (ou com o Capitalist Pig, rs).

Pode-se notar que o anime traz consigo uma paródia bem-humorada ao metal, assim como aos headbangers e seu estilo de vida. Vários personagens aparecem nos OVAs, mas são poucos trabalhados, até meio estáticos. O foco fica todo em Negishi, que nos proporciona risadas grandiosas.

A trilha sonora, como era de se esperar é composta por metal, muito metal. E algumas músicas alegrinhas de pop sueco (como Amai Koibito, do Negishi ou Sally My Love, do Tetrapot Melon Tea). Assim que der play em algum episódio, você será recebido gentilmente pelo tema de abertura, chamado Satsugai (do japonês, “Mate!”).

Opinando…

Querem mesmo saber o que eu acho de DMC? É um ótimo anime, oras! O enredo é muito bom, apesar de personagens meio estáticos (com exceção do Negishi, que aliás é uma bichinha quando não está no “modo Krauser”), e proporciona MUITAS risadas, seja pelas trocas de personalidade de Negishi, pelos nomes estranhos que os fãs inventam pra TUDO que o Krauser faz, pela presidente da Death Records e seus discursos sobre ficar “molhadinha” com as músicas do DMC ou pelo simples fato do anime existir (levando em conta que o anime é uma comédia, eu suponho que isso signifique que seu objetivo foi alcançado). Em outras palavras, se você quiser rir loucamente, Go to DMC.

Curiosidades…

– Quem conhece Kiss certamente notou que o nome “Detroit Metal City” é uma alusão à “Detroit Rock City”.

– Os OVAs ganharam um filme, lançado também em 2008. No filme, “Jack Ill Dark” é interpretado por Gene Simmons. Sim, o próprio.

– Em uma cena no episódio 9 há uma referência à Hokuto no Ken, alguém consegue achar?

Anúncios

Comentários em: "Detroit Metal City" (2)

  1. Série recomendadíssima. Ótimo texto YakuzaRed. Tanto o anime como o filme são muito foda!

  2. Well, eu queria mais detalhes da série, mas como j´pa ouvi falar dela pelo menos sei que é uma comédia interessante.

    Por sinal, recomendo que falem de Bakemonogatari.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: