O ogro azul dos fãs de anime e mangá…


Antes de mais nada é importante deixar claro que falarei dos 2 episódios finais da série nesta postagem e em sumo este modelo de postagem não se preocupa com spoilers, logo é recomendado que assista a série antes de ler o post abaixo.

Relatando…

Finalmente chegamos ao final de Mahou Shoujo Madoka Magica.  Os episódios finais foram exibidos no dia 22 de abril e o último texto, sobre os episódio 9 e 10, publicado em 16 de março. A mais de 7 meses venho adiando este texto, mas é porque foi difícil por em palavras o que pode ter representado estes últimos episódios. Por isso mesmo, re-assisti eles diversas vezes no ano e antes de finalmente fazer este post, re-assisti por completo mais uma vez a série e percebi que mais do que as teorias, foram os fatos que fizeram esta série ser tão especial. Por isso falarei de fatos, mas do que teorias neste texto e peço humildemente que o leia até o final antes de tirar quaisquer conclusões.

Walpurgis chegou!

… o episódio 11

Aquela que viaja no tempo, Akemi Homura. Para mudar o passado, você viaja entre inúmeros mundos paralelos repetindo este mês, até que ele termine como você quer.

Com esta frase, Kyubey começa indagando sua teoria sobre o quão as viagens de Homura acabam tornando cada vez mais forte Madoka. O potencial de uma Mahou Shoujo depende do Karma que carrega, cada vez que Homura viaja no tempo, existe apenas um objetivo, salvar Madoka, tal desejo faz com que os mundos todos se centrem na próxima Madoka, oferecendo a esta um poder resultante das ações executadas no mundo anterior, sendo assim a atual Madoka recebeu tanta energia das viagens passadas de Homura, que resultou na garota com o potencial para ser a maior Mahou Shoujo de todos os tempos e provavelmente o ser vivo mais poderoso do universo, caso decida fazer um contrato com Kyubey.

Excelente trabalho, Homura. Você transformou a Madoka na última bruxa.

Em seguida começa a abertura deste episódio.

Acabou o funeral de Miki Sayaka, desolada Madoka não quer conversar, nem mesmo responde sua mãe quando a mesma indaga se ela sabe algo sobre a morte de Sayaka. E em outro diálogo motivacional com Kyubey, Madoka culpa ele pela morte de Sayaka e Kyoko,  mas o Incubator responde:

Por exemplo… Você sentiria algum arrependimento se fosse gado?

Observação inútil: E ainda tem gente que fala bem desta coisa.

Segundo ele, tudo faz parte de um sistema, o gado convive com as pessoas sendo explorado, em troca sua vida é muito mais fácil do que se vivesse por si próprio. Os incubators e os humanos dividem uma história de muitos milênios desde a época das cavernas. Novas mahou shoujo nascem, destroem bruxas e geram novas bruxas desde muito antes da civilização moderna. Madoka não suporta as imagens da história que foi criada a partir do sangue de inúmeras Mahou Shoujos, ela acredita que tudo é culpa da traição dos incubators, mas Kyubey diz que não houve traição, pois elas trocaram suas vidas por seus desejos, porém Madoka insiste em saber se os incubators não sentiram nada pela morte delas, mas ele diz que se eles sentissem não precisariam da ajuda dos humanos, na sociedade deles apenas pessoas com problemas mentais possuem sentimentos. Segundo ele se não fosse pela ida dos incubators a terra, provavelmente a humanidade ainda estaria vivendo em cavernas.

Na cena que se segue a mãe de Madoka conversa com sua amiga, a professora de Madoka, sobre a morte de Sayaka e a professora revela que outra aluna de um série maior também havia desaparecido (uma referência a Mami) e que não compreendia o que tinha acontecido. A mãe de Madoka acha que a filha sabe de algo e não entende o porquê de ela não dizer nada, mas sua amiga fala que é provavelmente pela fase da vida em que Madoka está, uma fase em que as jovens passam a não depender mais dos pais e com isso a mãe de Madoka se martiriza ainda mais por não conseguir saber pelo que a filha está realmente passando.

Madoka vai ao apartamento de Homura e pergunta se pode entrar. Dentro do local onde Homura está vivendo Madoka pergunta mais sobre o Walpurgis e se a cidade está em perigo. Homura fala que esta é um bruxa tão poderosa que não precisa se esconder dentro de uma dimensão alternativa e que sua influência pode causar milhares de mortes. Madoka então pergunta se Homura pode derrotá-la sozinha e ela responde que pode fazê-lo, não precisa que Madoka vire uma mahou shoujo para ajudá-la, mas Madoka não consegue acreditar, por mais que queira.  Então Homura não se aguenta e começa a falar sobre o que passou por Madoka e que não quer mais ver esta naquele estado, nunca mais. Chega até a abraçá-la mesmo que Madoka não compreenda ainda o sentimento de Homura por ela.

Observação inútil: Sem dúvida é uma das cenas mais emocionantes de todo o anime.

E então chega o Walppurgis, para a maioria das pessoas é um tempestade sem proporções, de forma que elas precisam ir para abrigos, mas para Homura Akemi é a sua maior e pior inimiga, uma inimiga que nunca conseguiu derrotar. Utilizando de suas habilidades de Parar o tempo e de um armamento pesado que faria inveja até a uma superpotência militar, Homura ataca com tudo a bruxa, porém nada parece surtir o efeito desejado, pelo contrário, os contra-ataques desta são muito mais efetivos.

No abrigo, Kyubey explica para Madoka que Homura jamais derrotará o Walpurgis, mas que ela não pode parar de tentar, pois se desistir e cair no desespero, ela própria se tornará uma bruxa de proporções inimagináveis. Finalmente Madoka se decidi e parte para o local onde Homura está, mas antes de sair do abrigo sua mãe a interrompe. Ela não quer deixar sua filha arriscar sua vida, ela pressente que talvez nunca mais veja Madoka, mas Madoka é firme e indaga a mãe com uma frase proferida por esta anteriormente.

Mamãe, você sempre disse que eu era uma boa menina. Disse que não mentia e que não quebrava as regras. Você acredita em mim? Acredita que estou fazendo a coisa certa?

Não faça nenhuma besteira. Não deixe que ninguém te engane. 

Obrigado Mamãe!

E como isso Madoka se dirige ao local onde está Homura, que está próxima de cair no desespero, não compreende porque nunca vence, porque não pode vencer, porque sempre… Madoka chega antes que Homura se entregue por completo e a salva mais uma vez. Ela não poderá mais ficar parada esperando que a Homura a salve…

O texto sobre a análise técnica e o texto completo sobre o último episódio, bem como o material a mais sobre a série você pode ler indo para a página com o texto completo clicando em “Read the rest of this entry »”, caso esteja na parte principal do blog. Se já estiver na página com o texto completo basta continuar a leitura…

Detalhes técnicos e opinião sobre o episódio 11

Mahou Shoujo Madoka Magica episódio 11.

A animação do episódio 11 não se faz tão necessária, mas é boa nos poucos momentos que é importante, o roteiro do episódio é quase tão bom quanto o do episódio anterior. finalmente descobrimos o que faltava sobre as facetas de Kyubey e o final com Madoka finalmente decidindo se tornar Mahou Shoujo é uma jogada de mestre, em vez de jogar este problema para o último episódio, o soluciona e deixe então a imaginação  correr solta neste, desconfio que o final da série só se fez tão memorável por causa deste episódio. Os efeitos visuais são muito bons, a cena em que Madoka fica revendo a história das Mahou Shoujos com o olhar inexpressivo de Kyubey de fundo tem um impacto impressionante.  Mas não é só de glórias que se faz o episódio, pois o diálogo entre a mãe de Madoka e a professora da mesma parece um pouco forçado para tentar dar a entender que a mãe de Madoka está realmente preocupada, acredito que a simples pergunta feita a Madoka sobre Sayaka e a cena em que tenta impedir Madoka de ir sozinha enfrentar seja lá o que for, é mais do que necessário. Acredito que tentou se dar importância a mais para personagens pouco utilizadas durante a história como um todo, em especial para a professora. Além disso, fica um pouco forçado a quantidade de equipamento militar que Homura carrega, mas como o impacto da cena fica maior, não é um questionamento de grande relevância.

Para mim este episódio, juntamente como o 10º são os melhores de longe e em especial, provavelmente por causa do tempo despendido entre um e outro episódios, a animação deste episódio é bem superior a da maioria dos anteriores, o mesmo ocorre no episódio final que será comentado abaixo. Por fim recomendo que este episódio seja revisto pelo menos 2 ou 3 vezes, pois tem vários pequenos detalhes interessantes que a primeira vista acabam sendo pouco percebidos como o já citado, olhar inexpressivo e quase que hipnotizante de Kyubey, quando o mesmo tortura Madoka com as lembranças das histórias das Mahou Shoujos.  Provavelmente essa cena é uma das mais fundamentais para compreender como e o porque Madoka escolheu o seu desejo.

Puella Magi Madoka Magica episódio 12

Ela não apenas mudou a história, mas também as leis que regem o universo.

 Homura-chan me perdoe! Eu vou me tornar uma Mahou Shoujo

Com estas palavras começa o episódio final de Madoka Magica. Madoka finalmente descobriu um desejo pelo qual quer trocar sua vida. Homura desolada não quer que ela faça isto. Ela não tem mais forças para continuar lutando, não tem mais esperança de que pode salvar Madoka.

Me desculpe! Me desculpe de verdade! Você sempre me protegeu, sempre cuidou de mim… Eu sinto muito por ter que fazer isso. Mas essa foi a resposta que descobri. Acredite em mim. Não desperdiçarei tudo que fez por mim. 

Então Kyubey declara que para Madoka, qualquer desejo será possível e pegunta qual o desejo dela. O que ela deseja em troca de sua alma?

Eu… Quero eliminar todas as bruxas para sempre, antes mesmo delas nascerem! Todas as bruxas, do passado e do futuro em todo o universo! Com as minhas próprias mãos!

Esse desejo quebra as leis do universo, este desejo concebido tornará Madoka uma deusa.  Tal desejo é tão impressionante que até mesmo Kyubey pela primeira vez parece realmente perplexo.

Você deseja mesmo se tornar uma Deusa?

Eu me tornarei uma Deusa de qualquer forma. Não quero que mais nenhuma das garotas mágicas que se esforçaram tanto, chorem.  Eu quero que sorriam até o fim. Se existirem regras contra isso, eu vou quebrá-las… Ou mudá-las. Esse é meu desejo. Essa é minha oração. Me conceda, Incubator!

Uma grande luz consome toda a tela e o logo do anime aparece seguido do título do episódio 12: Minha melhor amiga.

Madoka e Mami estão no apartamento de Mami conversando sobre o que o desejo de Madoka causará, a ela e ao mundo, e sobre o quanto ele é assustador, mas Madoka compreende que irá lutar infinitamente e está decidida a fazer tal coisa para poder salvar as garotas mágicas. Ela menciona que a esperança não é um erro e que não importa quantas vezes terá que lutar para provar isto. Então surge Kyoko que a encoraja a seguir o caminho que escolheu. E Mami devolve o caderno de desenho de Madoka, no qual ela fez um esboço de sua roupa como Mahou Shoujo.

Não cumpra apenas a esperança. Torne-se a esperança. Todas as suas esperanças…

Então Madoka surge transformada em uma garota mágica. E utilizando seu arco desfere seu golpe final conta o Walpurgis e contra todas as bruxas. Nas cenas seguintes ela aparece para todas as Mahou Shoujos do presente, do futuro e do passado de todo o universo, antes que se tornem bruxas e impede que isto ocorra destruindo suas soul gens antes que virem grief seeds.

Não permitirei que caiam no desespero. Não precisam amaldiçoar mais ninguém. Ficarei com todo seu ódio. Por isso, acreditem em vocês até o fim!

Observação inútil: 80% da animação desse anime parece ter sido gastado nestas cenas. É extremamente linda a qualidade de animação e a arte destas cenas.

Já chega! Já chega! Não precisam ter rancor por mais ninguém. Não precisam amaldiçoar mais ninguém. Vou proteger vocês antes de assumirem aquela forma. 

Com o Walpurgis destruído, Akemi Homura é transportada aos confins do Universo para presenciar a criação da bruxa originada por Madoka, porém também presencia a destruição da mesma pela própria Madoka que antes sofre uma transformação que a deixa com cabelos longos e um corpo mais maduro.  Com isto Madoka deixa de existir como um ser humano, e passa a se tornar uma força da natureza onipresente. Ninguém mais poderá lembrar que um dia existiu uma garota chamada Kaname Madoka e que ela se tornou a salvadora do universo.

Homura que presencia toda transformação não consegue aceitar tal destino que sua melhor amiga possui, pois para ela isto seria pior  que a própria morte.

Não, Homura-chan. Agora posso ver o passado e o futuro. Todos os universos que nunca deviam ter surgido…

Por isso, agora entendo tudo. Você se esforçou muito por minha causa. Sempre. Sempre chorou e sempre foi magoada, mesmo assim por mim… Lamento por não ter percebido o que você fez por mim…

Madoka reconhece que Homura é e sempre será sua melhor amiga e agradece por tudo, mas Homura não quer aceitar o fato de que Madoka não terá para onde voltar que nunca mais poderá ver seus entes queridos, que ela ficará presa sozinha a sua missão para sempre. E Kaname Madoka diz que não está sozinha, que agora está com todos durante todo o tempo.

Madoka, é só isso que você quer? Mesmo que eu te esqueça? Mesmo que não veja seu rosto outra vez?!

Não desista! Você pode ficar comigo, mesmo quando você voltar ao seu mundo você pode se lembrar de mim.

Madoka entrega seu laço a Homura e diz para ela que não se preocupe, pois ficará tudo bem.

Porque garotas mágicas sonham com esperança. E por isso é que este milagre pode acontecer! Não é?

Após Madoka e Homura se despedirem, vemos um teatro, e sentadas, sem que ninguém pudesse percebê-las, estão Madoka e Sayaka. Kamijou irá se apresentar para uma banca de jurados. Madoka diz a Sayaka que decidiu não impedir que o desejo dela se realizasse, mesmo que para isto sua amiga tivesse que dar sua vida, pois acreditava que era isto que Sayaka queria, que para Sayaka era mais importante ver Kamijou bem, e Sayaka concorda, mesmo que sinta um pouco de inveja de sua amiga Hitomi que poderá está sempre ao lado de Kamijou em vez dela. Quando Kamijou termina de tocar, em vez de uma audição nós vemos um teatro cheio para o concerto do jovem, que por um breve tempo, lembra-se de Sayaka.

Na cena seguinte vemos Kyoko junto a Mami e a Homura se lamentando pela morte de Sayaka, que usou todo seu poder para vencer o inimigo. Este é o destino das garotas mágicas. Morrer antes que caiam no desespero e que possam causar mal ao mundo, por isso elas podem continuar lutando contra os demônios que infestam o mundo de emoções negativas.  E então Homura profere o nome de Madoka, mas nem Mami e nem Kyoko sabem de quem ela está falando.

Na cena seguinte vemos um encontro de Akemi Homura com o irmão mais novo de Madoka  que ao ver o laço que Homura usa, começa a repetir “Madoka”, “Madoka”, “Madoka”. Homura acaba confirmando com um sorriso os sentimentos dele, também repetindo o nome “Madoka”, então os pais de Madoka que agora não lembram dela vão tentar salvar Homura do incômodo que o filho deles está causando e há um diálogo entre Homura e a mãe de Madoka que não sabe porque, mas sente uma nostalgia ao ouvir este nome e ao notar a fita de cabelo que Akemi está usando, diz que é muito bonita e que seria algo que escolheria para sua filha se tivesse uma.

Homura conta tudo sobre Madoka a Kyubey que também não se lembra dela, nem de como os incubators conseguiam sua preciosa energia. Ele fala que seria prático se fosse realmente possível conseguir energia daquela forma em vez da atual em que precisa dos cristais resultantes da destruição dos demônios. Apesar das leis terem mudado, os incubators continuam sem sentimentos.

Na cena final vemos Homura andando em um deserto, em direção a diversos demônios, indo a sua última e mais importante batalha. Antes disso, é apresentada a frase da figura abaixo e com isso termina o último episódio de Mahou Shoujo Madoka Magica.

Detalhes técnicos e opinião sobre o episódio 12

Mahou Shoujo Madoka Magica episódio 12.

O que mais impacta neste episódio é o quão inesperado acabou se tornando o final, independente de o desejo de Madoka ter ou não sido descoberto antes, a forma como aconteceu foi realmente impressionante. A animação, como já citado em uma observação acima, é sem dúvida a melhor de toda a série, o que é muito mesmo, pois em grande parte dos episódios se utiliza de artifícios, como zoom e imagens do personagem de costas, para esconder a fraca animação. Além disso, o episódio mostra uma das cenas e frases mais misteriosas de toda a série, se não for a mais misteriosa e isto logo na cena final. Em contrapartida é notável a tentativa de levar o espectador aos prantos, o que soa levemente forçado, e no geral o roteiro dos episódios 10 e 11 são ligeiramente superiores. Nem por isso o final deixa de ser muito bom e de ser merecido para a grande obra que foi Madoka Magica.

AS HEROÍNAS DE MAHOU SHOUJO MADOKA MAGICA – MADOKA

Ela sacrificou sua existência para reescrever as regras do universo em nome da esperança que cada Mahou Shoujo representa.


Nome: Kaname Madoka
Ocupação: Mahou Shoujo
Relacionamento com a protagonista: É a protagonista.
Desejo: Eliminar todas as bruxas para sempre, antes mesmo delas nascerem.
Seiyuu: Yuuki Aoi

Protagonista da série, conhece o mundo das Mahou Shoujos por causa de Homura e de Mami, mas não consegue decidir qual o desejo que gostaria de ver realizado em troca de virar Mahou Shoujo. Sua vontade de se transformar em Mahou Shoujo desaparece com a morte de Mami, mas não consegue abandonar este mundo devido a preocupação com sua amiga Sayaka que decidiu trilhar tal caminho. Após descobrir o cruel destino que cada Mahou Shoujo possui e ao ver Sayaka, sua melhor amiga até então, se tornar uma bruxa, desisti quase que completamente do mundo das Mahou Shoujos, mas tocada pelos sentimentos de Homura e influenciada pela história das Mahou Shoujos a qual é apresentada por Kyubey, decide se sacrificar para que mais nenhuma garota mágica sofra com o desespero e para que nenhuma delas possa causar mal ao mundo que se esforçara tanto para proteger. Com isso acaba quebrando as regras do universo e dando origem a um novo, com novas regras em troca de sua existência como humana, pois passa a ser uma força onipresente no universo que protege todas as garotas mágicas.

O que torna Madoka Magica uma série tão bacana no final das contas?

Em vez de curiosidades, de falar da dublagem que é muito boa, das teorias, das imagens de encerramento feitas por diversos artistas, ou das semelhanças entre a história da série com outras famosas histórias, preferi responder esta pergunta e ao mesmo tempo repassá-la para os leitores, pois não existe apenas uma resposta.

Para mim em muitos quesitos técnicos Madoka é uma série não mais que mediana, mas o roteiro e as personagens da série são tão bem construídos que ofusca qualquer outra coisa. Gosto das músicas, gosto das transformações, adorei a cena em que Madoka finalmente se transforma em uma garota mágica,  mas nada disso chega perto do quão empolgante o roteiro se mostrou e do como passei a gostar, por motivos diferentes, de cada uma das 5 garotas mágicas que protagonizam o anime, mesmo ainda achando que o anime também poderia se chamar Puella Magi Homura Magica. Por estes motivos Madoka Magica se tornou meu Mahou Shoujo preferido e um de meus animes mais adorados.

E que venha o filme!

Comentários em: "Acompanhando Mahou Shoujo Madoka Magica – Episódios 11 e 12" (3)

  1. Na boa, toda vez que eu lembro dos episódios 11 e 12 de Madoka começo a chorar. Não é atoa que ficou por muito tempo como meu anime predileto (atualmente é Kaiji).
    Só uma dúvida: irá comentar Nisemonogatari?

    • Pretendo sim, mas não sei se vai ser nesse formato. vou ver todos os animes de janeiro antes de escolher um em específico para este formato de postagem.

  2. Henrique PDM disse:

    Mahou Shoujo realmente eh um anime fantastico, faz voce refletir, pena que eu fiquei muito tempo deprimido pensando no destino da Sayaka que achei o mais triste e mais injusto pela dedicação e altruísmo dela, mesmo assim aproveitei muito bem a serie e quero assistir novamente so pra ver os pontos altos e baixo e tentar entender por que essa serie foi tao grandiosa e por que me apeguei tanto a ela.

    Obrigado pelo Otimo Post, animou a noite confusa solitario que eu estava tendo.

    Obrigado e t++

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: